RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemRodinha de mosh gigantesca em show do System of a Down viraliza e impressiona

imagemQuem ganhou e quem devia ter ganhado o Grammy de metal desde 1989, segundo Loudwire

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de "Gita"

imagemMegadeth é processado por artista que criou capa do último disco da banda

imagemVeja o que esperar da turnê do Mayhem no Brasil

imagemAs 20 melhores músicas do Nightwish, em lista da Metal Hammer

imagem"Somewhere In Time - Um Clássico do Iron Maiden", lançamento da Estética Torta

imagemRússia pede para que Roger Waters fale com a ONU sobre a situação da Ucrânia

imagemIron Maiden está atrás de George Michael e Cyndi Lauper em votação do Rock Hall Of Fame

imagemA opinião de Humberto Gessinger sobre movimentos separatistas da região Sul do Brasil

imagemBruce Dickinson explica como cuida de sua voz

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemVocalista do Stryper afirma que Metallica é a banda de metal que ele menos gosta

imagemOpeth: Mikael Akerfeldt se interessa por Elis Regina em loja de disco de SP


Stamp

Bret Michaels: algumas poucas inéditas e muitas regravações

Resenha - Jammin' With Friends - Bret Michaels

Por Otávio Augusto Juliano
Postado em 10 de agosto de 2013

Nota: 5

BRET MICHAELS é famoso por ser o vocalista do POISON, grupo referência em matéria de Hair Metal, Glam Rock, Metal Farofa, ou como você preferir chamar o estilo musical que marcou a década de 80.

Mas enquanto o POISON não lança material inédito de estúdio desde 2002, entra ano, sai ano, BRET MICHAELS coloca no mercado um álbum novo, com algumas (poucas) composições inéditas e muitas regravações de músicas já lançadas por ele ou por sua banda.

Dessa vez não é diferente. Muito material repetido, somente com o apelo de se tratar de novas versões e com participações dos seus "friends", como o título do álbum indica. E tem bastante gente mesmo: Michael Anthony (ex-VAN HALEN, CHICKENFOOT), Eric Brittingham (CINDERELLA), Joe Perry (AEROSMITH), Phil Collen (DEF LEPPARD), só para citar alguns. A lista do encarte é imensa (veja abaixo).

É um "catado" geral de faixas da sua carreira e alguns covers, talvez com o pretexto de dessa vez ser diferente. Novos amigos, novos remixes, novo álbum. Na verdade é um "mais do mesmo" e ainda com algumas versões piores que as originais, como nos casos de "Unskinny Bop" e "Every Rose Has Its Thorn", do POISON. Sem contar a faixa ao vivo "Margaritaville" (JIMMY BUFFETT), totalmente dispensável, e a terrível "You Know You Want It".

De positivo vale para ouvir as inéditas "Get Your Rock On" e "Get Your Ride On", faixa tema do campeonato de MotoCross da AMA (American Motorcyclist Association), e mais algumas outras músicas interessantes, que, diga-se de passagem, já tinham sido lançadas anteriormente.

Só compre se você for fã de BRET MICHAELS e colecionador. Eu comprei por essa razão, mas não é um álbum que acrescenta algo aos ouvintes. Está na hora de BRET voltar ao estúdio, só que dessa vez ao lado de seus companheiros do POISON, para, aí sim, lançar material inédito.

Importado – Poor Boy Blues

Track list:

1. "Nothin' but a Good Time" (com Ace Frehley, Michael Anthony & Lil Jon)
2. "Sweet Home Alabama" (com Ricky Medloche, Gary Rossington, Bobby Capps & Peter Keys)
3. "Talk Dirty to Me" (com Mark McGrath & Scot Coogan)
4. "Get Your Rock On" (com Phil Collen & Sal Costa)
5. "Unskinny Bop" (com The Sheilds Brothers, Bobby Capps, Frank Hannon & Robert Mason)
6. "The App Song" (com Brian Nutter, Jimmy Buffett & Bobby Capps)
7. "Every Rose Has Its Thorn" (com Loretta Lynn, Bobby Capps, Joe Perry & Hugh McDonald)
8. "Raine" (com Edwin McCain)
9. "Driven" (Rock Mix) (com Leslie West, Jeffrey Steele & Eric Brittingham)
10. "Nothing to Lose" (com Miley Cyrus)
11. "What I Got" (com Jaret Reddick)
12. "Go That Far (Hybrid Mix)" (com Jason Miller)
13. "Fallen" (com Jimmy McGorman)
14. "Party Rock Band" (com C.C. DeVille & Randy Castillo)
15. "You Know You Want It" (com Peter Keys)
16. "Margaritaville" (Recorded Live in Detroit) (com Jimmy Buffett)
17. "Every Rose Has Its Thorn" (Country version) (com Brad Arnold, Chris Cagle, Mark Wills)
18. "Something to Believe In"
19. "Nothin' but a Good Time" (Classic Rock Version) (com Ace Frehley, Michael Anthony & The Sheilds Brothers)
20. "Get Your Ride On" (Tema AMA Supercross Theme) (com Phil Collen & Sal Costa)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2

Bret Michaels lança "Back In The Day", seu novo single solo; ouça aqui

Poison: Bret Michaels apoia carreira de modelo da filha, Raine

Bret Michaels: reveja os maiores constrangimentos do vocalista

Bret Michaels: vocalista escolhe as 5 melhores bandas do Hair Metal

Bret Michaels: como ele se sente vendo a filha modelo posando de maiô


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.
Mais matérias de Otávio Augusto Juliano.