Legion of the Damned: extremamente empolgante!

Resenha - Descent Into Chaos - Legion of the Damned

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os holandeses não mudam sua fórmula... mas também, pra que fazer isso, se o resultado é sempre maravilhoso? Inegavelmente uma das grandes forças do Thrash Metal atual, a banda capricha nesse ‘full’, lançado no Brasil recentemente via Laser Company (www.lasermusicrock.com.br). E como já era de se esperar, está imperdível!
5000 acessosCarlos Eduardo Miranda: "Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"5000 acessosDoors - Perguntas e Respostas

A introdução arrepiante gera um clima denso e, em seguida, “Night of the Sabbath” entra com tudo, inclusive com o vocal rasgado de Maurice Swinkels. Não é muito veloz, mas é uma ótima forma de aquecer os ouvidos.

Interessante é que esses caras têm uma magia que faz seu som, relativamente simples, ser extremamente empolgante. De verdade, analisando friamente, ele não tem nada de mais (ISSO NÃO FOI PEJORATIVO), mas cativa como poucos conjuntos do estilo. Portanto, escute porradas como “War in My Blood”, “Holy Blood, Holy War” (belíssima), “The Hand of Darkness” (que riffs e bumbos agressivos!) e outras para tentar entender esse efeito devastador que causam na mente.

Um fato constatado é que as canções, com exceções, estão um pouco mais moderadas em termos de velocidade, em relação a trabalhos anteriores. Mas a violência nunca é deixada de lado, que fique bem claro.

“Descent into Chaos” foi gravado no lendário Abyss Studio, e produzido e mixado por Peter Tägtgren, juntamente com o quarteto. Portanto, nem é necessário falar da qualidade dessa produção.

Ah, e atentem-se para o final do disco, pois há uma música não creditada no encarte! Trata-se simplesmente de “Legion of the Damned”, regravação do ‘debut’ do grupo, "Malevolent Rapture" (2006), e que conta com a participação de Tägtgren.

A capa é uma beleza, como é normal na carreira do grupo, criada por Davide Nadelin, mas é bom lembrar que existe uma alternativa (edição limitada), feita pelo nosso Gustavo Sazes, na época em que foi originalmente lançado (2011).

A banda chegou a um patamar muito alto no Thrash mundial e lá conseguiu (e consegue) permanecer com tranquilidade. É daquelas que você sabe que não ficará desapontado a cada novo material no mercado.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Legion of the Damned - Descent into Chaos
Massacre Records/Laser Company – 2011/2013 – Holanda

https://www.facebook.com/LOTDOfficial
http://www.legionofthedamned.net
https://myspace.com/legionofthedamned

Tracklist:
1. Intro (Descent into Chaos) 01:50
2. Night of the Sabbath 03:32
3. War in My Blood 03:35
4. Shrapnel Rain 04:02
5. Holy Blood, Holy War 04:14
6. Killzone 04:02
7. Lord of the Flies 05:22
8. Desolation Empire 04:26
9. The Hand of Darkness 04:34
10. Repossessed 04:53
11. Legion of the Damned 3:07

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Descent Into Chaos - Legion of the Damned

1244 acessosLegion of the Damned: Thrash Metal pesado, rápido e direto

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Legion Of The Damned"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Legion Of The Damned"

MirandaMiranda
"Um monte de roqueirinho que só quer ser da Globo"

DoorsDoors
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

AngraAngra
A carta aberta de Edu Falaschi sobre a sua saída da banda

5000 acessosDrogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astros5000 acessosCovers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo5000 acessosRammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann5000 acessosKiss sobre Secos e Molhados: "há quem acredite em OVNIs"5000 acessosRodolfo Abrantes: "Raimundos como banda não me interessa"5000 acessosGuns N' Roses: assista os primórdios da banda em 1986

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online