Lynyrd Skynyrd: madura antes mesmo de lançar algum álbum

Resenha - Pronounced Leh-Nerd Skin-Nerd - Lynyrd Skynyrd

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Alcides Henrique
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


LYNYRD SKYNYRD: Em 1973 surge, de forma efetiva, o LYNYRD SKYNYRD, banda do interior dos USA que logo alcançou status de gigante do Southern Rock, porém antes da fama a banda passou anos tocando apenas nas noites em pequenos bares, o que deu à mesma um grande entrosamento e conhecimento de si mesma, o que refletiu em seu primeiro álbum,"PRONOUNCED LEH-NERD SKIN-NNERD", pois enquanto diversas bandas ainda não sabem bem o tipo de som que querem produzir, mudando absurdamente sua sonoridade ao longo dos seus lançamentos, o SKYNYRD já era uma banda madura antes mesmo de lançar algum álbum.

MMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy MetalMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com sua base feita no blues e no Country e com as guitarras de ALLEN COLLINS e GARY ROSSINGTON, o tom Rock'n roll do SKYNYRD ganhou forma. Se poucas são as bandas consideradas de alto nível, menor ainda é a lista de quem consegue isso logo desde o primeiro álbum, e PRONOUNCED é sem dúvidas uma estreia triunfal. É claro que graças à temática sulista de algumas músicas do SKYNYRD não podemos considerar suas obras atemporais como um todo, mas sem dúvidas hits, ou melhor, hinos como "Free Bird" e "Simple Man" serão músicas cantadas e tocadas por todos os amantes do rock durante gerações.

I Ain't the One - A primeira faixa já mostra o que viria a ser a sonoridade do SKYNYRD, abrindo com um belo riff executado por GARY ROSSINGTON assim como uma bela linha de teclado e também com a voz bem colocada de RONNIE VAN ZANT, além de um, no mínimo, belo solo no meio da música. Suas letras eram sempre voltadas para acontecimentos do seu dia-a-dia, mas sempre pregando a liberdade. Nesta canção, especificamente, a letra trata de um namoro que se tornou sério demais para um homem que não quer se "amarrar".

Tuesday Gone- Logo na segunda música do álbum o SKYNYRD já manda uma das canções que viriam a ser um de seus clássicos, por mais que seja uma balada, e das tristes, a melodia de "Tuesday Gone" nos mostra todo o brilhantismo dos instrumentistas do SKYNYRD, com belíssimas linhas de guitarras e teclado, dando ênfase ao solo de teclado, simplesmente incrível. Analisando dessa forma se torna compreensível o porquê dessa ser uma das mais bem sucedidas músicas da banda.

Gimme Three Steps- Nessa faixa o SKYNYRD mostra sua face mais sulista, o contador de histórias bem humorado do interior, em "Gimme Three Steps" é contada a história de um rapaz que se meteu com uma mulher que já tinha um namorado, se na primeira canção do álbum é mostrada uma face mais insensível do homem, nesta música o herói da história se mostra um covarde, dando um lado bem humorado à canção. A canção possui, também, mais um belo riff, o que não viria a ser novidade se tratando do LYNYRD SKYNYRD.

Simple Man-Como quarta faixa aparece "Simple Man" outra música que deve estar na playlist de qualquer amante do rock. Uma balada que dispensa comentários, fala sobre os conselhos que uma mãe passa para o filho. Mas seu brilhantismo não se resume apenas a bela letra, a música é composta por apenas três acordes (C, G e A) o que serve para calar a boca de muito marmanjo que acha que o rock de verdade é aquele escrito com 100 acordes e 800 bpm... Sem dúvida em três acordes o SKYNYRD compôs uma das mais belas músicas já feitas e que qualquer iniciante pode tocar sem muitos problemas.

Things Goin' on - Vindo de uma balada, passamos agora por uma música de protesto com mensagens bem claras de desaprovação para com algumas medidas tomadas pelo governo norte-americano, a música possui um belo riff de guitarra que junto à linha de teclado, com forte influência do blues, dá uma sonoridade ainda não explorada nas quatro canções anteriores. Mais uma bela canção do SKYNYRD com uma pegada bem sulista na melodia.

Mississippi Kid- A sexta do álbum e única acústica do disco. É uma canção regionalista daquelas que só fazem sucesso e sentido para aqueles que moram na região cantada pela música, o bandolim e a gaita se mostram bem fortes na música, mostrando a influência country da banda. Pode ser considerada a música mais fraca do álbum o que não a torna uma música ruim, porém em um álbum com músicas do patamar de "Free Bird" e "Simple Man" o nível de avaliação se torna muito alto.

Poison Whiskey- possui um bom riff de guitarra, um dos mais pesados do álbum, a letra fala da bebida e o abuso de seu uso, mais uma vez possui um teclado bem puxado para o blues, é a música mais curta do álbum.

Free Bird- É a última música do álbum e também a música mais bem sucedida da banda. Possui sem dúvida a melodia mais linda do disco. A canção começa com um órgão, logo entrando o violão e o dedilhado no teclado, criando uma bela melodia, a bateria, que entra logo em seguida, faz o ritmo da música crescer até o ponto em que GARY ROSSINGTON entra solando, criando umas das melhores intros da história não só do Rock, mas da música em geral. A letra da cançâo foi composta por ALLEN COLLINS e RONNIE VAN ZANT, sendo concluída em, incríveis, três minutos, já o solo de "apenas" cinco minutos demorou muito mais, sendo escrito e reescrito diversas vezes até chegar ao resultado final que escutamos durante a canção, o início calmo da música em nada se assemelha ao final explosivo da mesma, o lindo solo mais parece uma batalha entre as guitarras de ALLEN e GARY. "Free Bird" não é somente um hit, é um hino, um tributo à liberdade

Logo em seu primeiro álbum os garotos do SKYNYRD colocaram sua marca na história, o disco se mostra bem homogêneo e com músicas sempre de alto nível. O acidente que tirou a vida dos integrantes originais da banda tornou a carreira deles pequena, mas nesse curto período eles nos deixaram músicas que se não são perfeitas, flertam com a perfeição.

1."I Ain't the One" - 3:53
2."Tuesday's Gone" - 7:32
3."Gimme Three Steps" - 4:30
4."Simple Man" - 5:57
5."Things Goin' On" - 5:00
6."Mississippi Kid" - 3:56
7."Poison Whiskey" - 3:13
8."Free Bird" - 9:18


Outras resenhas de Pronounced Leh-Nerd Skin-Nerd - Lynyrd Skynyrd

Lynyrd Skynyrd: conquistando território na década de 70




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Lynyrd Skynyrd"


Sweet Home Alabama: O hino absoluto do Rock SulistaSweet Home Alabama
O hino absoluto do Rock Sulista

Lynyrd Skynyrd: a história de Sweet Home AlabamaLynyrd Skynyrd
A história de "Sweet Home Alabama"


MMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy MetalMMA
Os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal

Motörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do SepulturaMotörhead
Em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura


Sobre Alcides Henrique

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336