Veér: envereda pelas raízes mais profanas do metal negro

Resenha - Measure of Waste - Veér

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Veér é uma banda 'cult' de Black Metal e surgiu em 2008 na capital húngara Budapeste. Das cinzas do Ravenshades, o baixista Ádám Major se juntou a M. e Paga (guitarras), Knot (bateria) e Jim Jones (vocal) e resolveu se enveredar pelas raízes mais profanas do Metal negro.
5000 acessosAstros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?5000 acessosDeath Metal: as 10 melhores (ou piores?) capas do estilo

Originalmente lançado em 2009, "The Measure Of Waste" foi relançado em 2012 com uma limitação de mil cópias, além de 300 em formato LP (o famoso vinil) e mais 55 em versão especial limitada, tudo com uma nova arte gráfica. Isto é, a banda está muito a fim de divulgar seu primeiro trabalho.

O som dos Veér foge um pouco do comum no estilo. Ao mesmo tempo em que é focado nas raízes do Black Metal, há elementos que nos remetem a algo mais contemporâneo, enfim, a banda não chega a soar datada. As influências, por exemplo, vão de Venom, Sodom até o que foi criado na primeira metade da década de 90 na Noruega.

Porém, o estilo do grupo possui também elementos próprios, como o peso atípico das guitarras, a cadência das composições e a cozinha com um baixo ultra-pesado, além de uma bateria tecnicamente limitada, mas que não compromete. Os vocais de Jim Jones é o típico bêbado rasgado, o que dá um tom ainda mais 'desgracento' às composições.

Apesar de toda a proposta da banda pedir faixas longas, as composições não 'torram o saco' e possuem uma média de tempo em torno dos 4 minutos. Meus destaques ficam por conta de We´ve Lost In Light e Pull The Trigger que iniciam o trabalho de forma brutal.

Já ...All The Things Will End, Novaya Zemlya e Flesh Dominates são os destaques pelo lado mais 'slow' da banda. "The Measure of Waste" é um bom trabalho e o Veér é uma banda que representa dignamente a voz extrema e oculta do underground do leste Europeu. É o tipo de trabalho a ser cultuado.

http://www.myspace.com/veerhun

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Veér"

Astros mortosAstros mortos
Como estariam alguns se ainda estivessem vivos?

Death MetalDeath Metal
As 10 melhores (ou piores?) capas do estilo

Uncut MagazineUncut Magazine
Fãs elegem as 10 melhores músicas do Pink Floyd

5000 acessosGuns N' Roses - Perguntas e Respostas5000 acessosSlipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19825000 acessosMetal Hammer: dez capas que provocam ânsia de vômito5000 acessosHomenagens: Canções inspiradas em músicos falecidos5000 acessosJudas Priest: Os 10 discos que mudaram a vida de Rob Halford

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online