Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

AC/DC: por que Bon Scott não era só um bêbado lunático, segundo ex-baixistaAC/DC
Por que Bon Scott não era só um "bêbado lunático", segundo ex-baixista

Van Halen: a diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van HalenVan Halen
A diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van Halen

Nirvana: músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTokNirvana
Músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTok

Smith/Kotzen: primeiro álbum da dupla será lançado em março; confira capa e tracklistSmith/Kotzen
Primeiro álbum da dupla será lançado em março; confira capa e tracklist

Robert Fripp: veja cover de Welcome to the Jungle com esposa segurando halteresRobert Fripp
Veja cover de "Welcome to the Jungle" com esposa segurando halteres

Mamonas Assassinas: a história por trás do enigmático CreuzebekMamonas Assassinas
A história por trás do enigmático "Creuzebek"

Megadeth: quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de A Tout Le MondeMegadeth
Quando a MTV ferrou a banda ao rejeitar clipe de "A Tout Le Monde"

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Metallica: todas as faixas do polêmico Load, da pior para a melhorMetallica
Todas as faixas do polêmico "Load", da pior para a melhor

Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosBlack Sabbath
Avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos

Iced Earth: Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiançaIced Earth
Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiança

Slayer: Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperavaSlayer
Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperava

Guns N' Roses: por que Bumblefoot errou Welcome to the Jungle no Rock in Rio 2011Guns N' Roses
Por que Bumblefoot errou "Welcome to the Jungle" no Rock in Rio 2011

Kiss: Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogasKiss
Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogas


Matérias Recomendadas

Krisiun: banda lista os 5 picos mais demoníacos do BrasilKrisiun
Banda lista os 5 picos mais demoníacos do Brasil

Separados no nascimento: Ronnie James Dio e Maria BethaniaSeparados no nascimento
Ronnie James Dio e Maria Bethania

Rock Nation: rádio elege melhor do Hard Rock dos 80sRock Nation
Rádio elege "melhor do Hard Rock dos 80s"

Queen: a foto com Maradona, que nos deixou, e a história por trásQueen
A foto com Maradona, que nos deixou, e a história por trás

Slayer: Tom Araya revela seus ídolos do baixoSlayer
Tom Araya revela seus ídolos do baixo

Stamp
Tunecore

Aerosmith: Os 35 anos de "Draw The Line"

Resenha - Draw The Line - Aerosmith

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Van do Halen
Enviar Correções  

O Aerosmith construía seu caminho para se tornar uma das maiores bandas da América. Toys In The Attic, de 1975, já havia surpreendido por sua qualidade acima da média. O sucessor Rocks, de 1976, serviu apenas para reafirmar de forma ainda mais genial. São os dois trabalhos fundamentais do grupo nos anos 1970, diga-se de passagem.

Mas o sucesso também trouxe consequências negativas ao Aerosmith. Os músicos, especialmente, Steven Tyler e Joe Perry, estavam se afundando cada vez mais em drogas. Houve também um enorme desgaste com as incessantes turnês. Esses fatores passaram a influenciar no processo criativo da banda – ainda mais se considerar que os principais compositores eram os que estavam passando por problemas mais notáveis.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nessa conjuntura, nasceu Draw The Line, que foi lançado há exatos 35 anos. O álbum foi gravado em um convento abandonado nas proximidades da cidade de Nova Iorque, provavelmente para inspirar os músicos. A influência de Blues pipoca de várias formas nesse trabalho.

A faixa título abre os trabalhos chutando o balde. Hardão com um pé no Blues, riff conduzido por guitarra com slide, instrumental bem tocado e boa apresentação de Steven Tyler. Mais cadenciada, "I Wanna Know Why" é Rock n’ Roll puro, com direito a um piano safado trabalha em plano de fundo na canção. "Critical Mass" é totalmente Bluesy – solos de gaita, riffs de guitarra e cozinha completamente feijão-com-arroz, com alguns momentos de destaque para o baixo de Tom Hamilton.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Get It Up" tem a essência Aerosmith. Tyler tem boa performance vocal aqui. "Bright Light Fright", cantada por Joe Perry, parece ter tido uma produção sonora pior que as outras – mas ainda assim é uma boa música, com batida rápida e a voz rasgada do guitarrista. "Kings And Queens" é a mais melódica do trabalho. Um dos destaques, diga-se de passagem. O solo de guitarra simplesmente épico de Brad Whitford merece uma menção honrosa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"The Hand That Feeds" é divertida e sorrateira. Recupera o clima Bluesy das faixas anteriores. Completamente Rock n’ Roll, "Sight For Sore Eyes" também se destaca bastante. Ótima canção. A incrível releitura para o clássico de Kokomo Arnold, "Milk Cow Blues", encerra o registro com classe.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Draw The Line não se destacou em suas vendas – foi considerado uma decepção se comparado aos antecessores Toys In The Attic e Rocks. E há uma justificativa relevante: todas as músicas são boas, mas nenhuma além da faixa título é realmente marcante.

A falta de inspiração em alguns momentos levou a banda a apostar na influência do Blues, por ser uma espécie de "lugar comum" ou "tiro certo". Mas exagerou em alguns pontos. Mesmo assim, Draw The Line está acima da média e é um bom trabalho. Completa 35 anos de pouca atenção por parte dos fãs e da crítica. Talvez por ser neutro demais: não agradar demais, nem desagradar de fato.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aerosmith – Draw The Line
Lançado em 1° de dezembro de 1977

Steven Tyler (vocal, gaita)
Joe Perry (guitarra, vocal em 5)
Brad Whitford (guitarra)
Tom Hamilton (baixo)
Joey Kramer (bateria)

Músicos adicionais:
Stan Bronstein (saxofone)
Scott Cushnie (piano)
Jack Douglas (mandolin)
Karen Lawrence (teclados)
Paul Prestopino (banjo)

01. Draw The Line
02. I Wanna Know Why
03. Critical Mass
04. Get It Up
05. Bright Light Fright
06. Kings And Queens
07. The Hand That Feeds
08. Sight For Sore Eyes
09. Milk Cow Blues


Malvada
Dead Daisies
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Para rir (ou chorar): clássicos do rock em versões brasileiras - Edição definitivaPara rir (ou chorar)
Clássicos do rock em versões brasileiras - Edição definitiva

Aerosmith: entre assuntos mais comentados no Brasil após plástica de GretchenAerosmith
Entre assuntos mais comentados no Brasil após plástica de Gretchen

Lista: baladas cafonas que amamos ouvir (na surdina)Lista
Baladas cafonas que amamos ouvir (na surdina)

Lista: 10 discos ao vivo dos anos 1970 pra matar seu vizinho que ouve pop sertanejoLista
10 discos ao vivo dos anos 1970 pra matar seu vizinho que ouve pop sertanejo

Lista: Os nomes reais de mais de 50 estrelas da música pesadaLista
Os nomes reais de mais de 50 estrelas da música pesada

Hollywood Vampires: Matt Sorum saiu da banda porque não aparecia nem nas fotosHollywood Vampires
Matt Sorum saiu da banda porque não aparecia nem nas fotos

Os Simpsons: Os 11 melhores momentos de rock & roll do desenho animado parte 3/3Os Simpsons
Os 11 melhores momentos de rock & roll do desenho animado parte 3/3


AC/DC: membros agradecem Steven Tyler, mas ele não lembraAC/DC
Membros agradecem Steven Tyler, mas ele não lembra

Aerosmith: Steven Tyler demonstra mágoa com banda em sua autobiografiaAerosmith
Steven Tyler demonstra mágoa com banda em sua autobiografia


Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Slash: Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vícioSlash
Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vício


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.