Matérias Mais Lidas

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemMark Tremonti, do Alter Bridge, revela que é grande fã de lendária banda de metal

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemO que Adrian Smith descobriu ao retornar ao Iron Maiden

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemShavo Odadjian, baixista do System Of A Down, conta quais álbuns mudaram sua vida

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemNick Mason relembra a época que o Pink Floyd desastrosamente tentou tocar reggae

imagem"Eu não tinha ideia de quão grande o Maiden iria ficar", diz Bruce Dickinson

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim


Stamp

Lachrimatory: Obra está longe de ser boa; é excelente

Resenha - Anamnesic Voices Phenomena - Lachrimatory

Por Pierre Cortes
Em 17/06/12

Nota: 10

Nunca me canso de dizer que o cenário musical underground, constantemente, nos brinda com excelentes projetos e bandas. O LACHRIMATORY, grupo de Curitiba, não fica fora dessa realidade. Formada em 99, eles executam o estilo que considero o mais obscuro dentro das ramificações do Rock Pesado: o Doom Metal.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Lançada em 2002, "Sanity to Decrease" é a primeira demo e contém cinco faixas, inclusive disponível gratuitamente para download no site oficial do grupo. A partir do ano seguinte, a banda adiciona um novo instrumento à sonoridade que praticam: o violoncelo. Com isso resolvem fazer uma adaptação nas músicas que já tinham sido gravadas no primeiro trabalho.

Após isso organizam o Doom Metal Fest I e II, realizam alguns shows, passam por mudanças na formação e em 2006 lançam o primeiro full length. "Anamnesic Voices Phenomena" é produzido pela própria banda e gravado no estúdio Avant-garde.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sinceramente falando, o LACHRIMATORY não poderia fazer uma estreia tão adequada ao estilo que fazem. A obra está longe de ser boa. É excelente. O ouvinte poderá se deliciar ao longo das seis composições do álbum, que possui praticamente uma hora de duração.

Seguem a fórmula de maneira correta. Encontramos músicas longas, riffs melancólicos, voz gutural, andamento lento, obscuridade e melodias densas. Ainda assim, eles não se limitam apenas ao modelo que compõe o gênero. Vão além. E para isso basta o ouvinte escutar a instrumental "E.V.P.", que possui mais de 7 minutos de duração. Até mesmo a própria ausência dos tradicionais vocais femininos é um diferencial, enquanto que a adição do violoncelo dá um brilho maior às melodias.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sendo bem franco, achei bastante difícil eleger algum destaque musical, pois todo o álbum é grandioso, mas "Regression", a faixa de abertura e a mais longa do trabalho, muito me chamou a atenção. Possui uma introdução lenta, sombria e cheia de sentimento, além de apresentar certa variação de ritmo em seu decorrer. Em algumas passagens, o som me fez lembrar o SILENT CRY da época do "Tears of Serenity".

Quanto às letras, o que dizer de trechos como "The darkness dissipated all the light, all the dreams were dead" da música "Impure Heart"? Temáticas densas, profundas, cheias de intensidade e carregadas de tristeza.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

"Anamnesic Voices Phenomena" é um trabalho digno, maduro, mostrando que o LACHRIMATORY é, sem qualquer sombra de dúvida, uma banda cheia de profissionalismo e que contribui para tornar o cenário do Doom Metal nacional como um dos mais respeitáveis. Item ESSENCIAL, FUNDAMENTAL e PRIORITÁRIO para os fãs do estilo.

Banda: Lachrimatory
País de Origem: Brasil
Título do álbum: Anamnesic Voices Phenomena
Ano: 2006
Estilo: Doom Metal
Gravadora: Independente

Line-up:
Ávila Schultz – Vocal/Teclado
Jonathan Youssef Daou – Baixo/Backing Vocal
Tiago Mendes Alvarez – Guitarra/Backing Vocal
Alexandre Walter Antunes – Guitarra/Backing Vocal
Maiko Thomé Araujo – Violoncelo
Leonardo Cararo dos Santos – Bateria

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Faixas:
1. Regression
2. Beyond the Immensity
3. Impure Heart
4. Carnal Abyss
5. E.V.P.
6. Adagio

Sites:
http://www.lachrimatory.com/
http://www.myspace.com/lachrimatory
http://www.facebook.com/lachrimatory
http://www.fotolog.com.br/lachrimatory/

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes.