RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemDeep Purple: David Coverdale revela quem quis como substituto de Ritchie Blackmore

imagemAndi Deris tem problemas de saúde e shows do Helloween são adiados

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemProdutor da turnê de Paul Di'Anno explica problemas no primeiro show

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemVocalista do Fleshgod Apocalypse é pedida em casamento durante show da banda

imagem"Quem não gosta de Beatles bom sujeito não é", diz João Gordo

imagemO motivo nada musical que fez Bruce Dickinson querer se juntar aos hippies

imagemEm disputa acirrada, fãs batem recorde e elegem melhores discos de metal de 2022

imagemPaul Stanley sabia que seria um rockstar desde a sua juventude

imagemEloy Casagrande repete o feito sendo eleito melhor baterista de metal do mundo

imagemZelador viraliza após incrível semelhança com voz de Steve Perry em "Don't Stop Believin'"

imagemTony Iommi conta quais são os riffs preferidos que ele escreveu

imagemShane Hawkins, filho de Taylor Hawkins, ganha prêmio de melhor performance do ano


Stamp

Anthrax: Já na lista de melhores lançamentos de 2011

Resenha - Worship Music - Anthrax

Por Junior Frascá
Postado em 14 de setembro de 2011

Nota: 9

Oito anos se passaram desde que o ANTHRAX lançou "We´ve Come for You All", e desde então a banda perdeu o vocalista John Bush, teve Joey Belladonna novamente por um curto período de tempo, efetivou o vocalista Dan Nelson, que teve uma passagem meteórica pela banda, teve o retorno também passageiro de John Bush (apenas para alguns shows), e agora efetivou Joey Belladonna novamente, e enfim chega a seu décimo álbum de estúdio. E que álbum legal!

Quem teve a oportunidade de assistir aos shows da banda no Big Four, teve a oportunidade de presenciar o tanto que a banda está matadora ao vivo com a "nova" formação, tendo uma das melhores performances do festival. Mas todos os fãs estavam mesmo apreensivos para saber como a banda soaria novamente em estúdio, com sua formação clássica, já que no álbum anterior modernizou muito seu som.

E mesmo tendo se passado mais de 20 anos do último álbum com Joey nos vocais (seu último álbum foi "Persistence of Time", de 1990), temos a impressão que os músicos nunca se separaram, tendo em vista tamanho entrosamento e afinidade musical entre a banda e o vocalista (apesar das rugas ainda existentes entre alguns dos demais membros da banda e o frontman), que continua sendo muito carismático, possuindo uma das vozes mais legais do thrash metal.

Neste novo lançamento, a banda não abandonou de vez os elementos modernos que incorporou em seu som, principalmente nas quebradas no momento dos refrões, repletos de melodia. Mas é evidente que incluíram muito mais elementos de thrash metal nas composições se comparado com seus lançamentos anteriores, mas investindo mais no peso do que na velocidade, com destaque principalmente para as guitarras de Scott Ian e Rob Caggiano, com seus riffs marcantes e muito bem estruturados.

Após a introdução com a faixa título, temos a pesadíssima "Earth on Hell", repleta de riffs no melhor estilo ANTHRAX clássico, com passagens rápidas e repletas de felling, e um refrão excepcional, cheia de coros, além de algumas passagens de bateria com blast beats, novidade para os padrões da banda.

A já conhecida "The Devil You Know" mantem a pegada do trabalho, tendo como grande destaque os vocais de Joey, aliando passagens melódicas e agressivas com maestria. O refrão é um pouco mais comercial, mas nada que comprometa a qualidade da composição. "Fight Em Til You Can´t" é a típica faixa thrash metal da velha escola, com riffs muito criativos, vocais agressivos, bateria insane, baixo marcado e solos marcantes, sendo sem dúvida uma das melhores do trabalho, tendo tudo para se tornar mais um clássico da banda.

"I´m Alive" é um pouco mais cadenciada, mas sem perder o peso, e possui um belo refrão. E após mais uma intro "Hymn 1", segue a épica "In the End", recheada de climas e ultra pesada, cheia de riffs inspirados e com uma lírica viciante, daquelas que não se cansa de ouvir. Na minha opnião a melhor do disco, seguindo a linha de músicas como "Indians".

"The Giant" é mais uma canção típica do ANTHRAX, cheia de peso e groove, com Charlie Benante quebrando tudo na batera. Na sequencia, mais uma intro ("Hymn 2") abre espaço para a excelente "Judas Priest", também repleta de riffs e vocais espetaculares.

Na reta final do álbum, temos a semi balada "Crawl", bem pesada e com harmonias carregadas, no melhor estilo DOWN; a cadenciada "The Constant", totalmente influenciada por PANTERA, com muito peso e groove; e "Revolution Screams", que lembra um pouco SUICIDAL TENDENCIES.

Um excelente retorno do ANTHRAX, podendo este "Worship Music" figurar facilmente entre os melhores álbuns da rica discografia da banda, embora não tenha a mesma pegada dos seus primeiros discos. Já na lista de melhores lançamentos de 2011. Vida longa ao thrash metal, vida longa ao ANTHRAX!

Worship Music - Anthrax
(2011 – Laser Company - Nacional)

Formação:
Joey Belladonna - Vocals
Scott Ian - Guitars
Rob Caggiano - Guitars
Frank Bello - Bass
Charlie Benante - Drums

Track List:

1. Worship (intro)
2. Earth on Hell
3. The Devil You Know
4. Fight Em Til You Can t
5. I m Alive
6. Hymn 1
7. In the End
8. The Giant
9. Hymn 2
10. Judas Priest
11. Crawl
12. The Constant
13. Revolution Screams

[an error occurred while processing this directive]


Outras resenhas de Worship Music - Anthrax

Resenha - Worship Music - Anthrax

Resenha - Worship Music - Anthrax

Resenha - Worship Music - Anthrax

Resenha - Worship Music - Anthrax

Resenha - Worship Music - Anthrax

Resenha - Worship Music - Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps



Iron Maiden: As top 10 da banda segundo Scott Ian, do Anthrax


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.
Mais matérias de Junior Frascá.