Dropkick Murphys: Todos ouvem, quase ninguém conhece

Resenha - Going Out In Style - Dropkick Murphys

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Renato Trevisan, Fonte: ocaralhoa4.blogspot.com
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Creio que todo mundo aqui conhece pelo menos uma música do Dropkick Murphys, mas nem sabe da existência da banda. É pessoas, que levante a mão quem nunca ouviu "I'm Shipping Up to Boston", música usada constantemente no programa Pânico na TV e que foi trilha sonora do filme "Os Infiltrados", que até ganhou Oscar em 2006. Essa semana eu ouvi o novo álbum da banda, e me animei tanto que fui à procura da história do grupo e, apenas ontem, liguei os pontos e descobri que essa é a banda que compôs uma das músicas mais fodas da história.
5000 acessosGarimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock5000 acessosOs roqueiros mais chatos das redes sociais

"Going Out In Style", sétimo disco do grupo formado em 1996, foi lançado dia primeiro de Março e traz aquela mistura bem inusitada de Punk, Hardcore e música Celta que a banda apresenta desde sempre. Comentando sobre esse disco com o Spacek no msn, consegui descreve-lo perfeitamente em apenas uma frase, que foi: "Mano, sabe aquele tipo de música que te dá vontade de levantar, pegar uma cerveja e sair pulando e cantando por aí? É assim o disco todo."

Sério, depois de Eluveitie, Dropkick foi a melhor coisa que apareceu no cenário Celta do Rock/Metal. E olha que eu não suporto Punk Rock, mas aqui tudo muito perfeito. Nunca vi algo parecido com o som deles antes, pois é música celta tocada com alegria e velocidade, contagiante pra caralho. O som é regado a violas, flautas, banjos, mandolins, gaitas e o caralho a 4 e, tudo combina perfeitamente com a parte "elétrica" da banda, pois guitarra, baixo e bateria são apenas coadjuvantes aqui, dando apenas a condução e o clima mais "rocker", visto que até os vocais ficam no meio termo entre o Folk e o Punk. Vale ressaltar o bom humor da banda, que começa no próprio nome, já que "Dropkick Murphys" é uma espécie de centro de reabilitação em Connecticut. As letras também são bem humoradas e alegres, combinando perfeitamente com a proposta do som, o vocalista é quase um Jack Black e, pra finalizar, temos até a presença de um humorista fazendo participação no disco. Além disso, até Bruce Springsteen cantou em uma música também.

E, se eu continuar a resenha, vou ficar pagando pau e babando ovo pra banda, tamanha qualidade de seu som. O álbum começa com o astral alto e termina melhor ainda, logo, se você se pegar cantarolando refrões e batendo o pé justo na primeira audição, não estranhe, pois deve acontecer com todo mundo que ouvir esse disco. Então, a nota não poderia ser outra senão 10! 10! e 10!

* Al Barr – lead vocals
* Ken Casey – bass guitar, lead vocals
* Matt Kelly – drums, bodhran, vocals
* James Lynch – guitar, vocals
* Josh "Scruffy" Wallace – bagpipes, tin whistle
* Tim Brennan – guitar (2008-present), mandolin accordion, vocals
* Jeff DaRosa – acoustic guitar, banjo, bouzouki, keyboard, mandolin, whistle, organ, vocals

1. "Hang 'Em High" – 3:59
2. "Going Out in Style" (feat. Fat Mike, Chris Cheney and Lenny Clarke) – 4:08
3. "The Hardest Mile" – 3:26
4. "Cruel" – 4:21
5. "Memorial Day" – 2:59
6. "Climbing a Chair to Bed" – 2:59
7. "Broken Hymns" – 5:03
8. "Deeds Not Words" – 3:41
9. "Take 'Em Down" – 2:11
10. "Sunday Hardcore Matinee" – 2:43
11. "1953" – 4:14
12. "Peg o' My Heart" (feat. Bruce Springsteen) – 2:20
13. "The Irish Rover" (feat. Pat Lynch) – 3:39

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Going Out In Style - Dropkick Murphys

1663 acessosDropkick Murphys: O álbum mais interessante em quinze anos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dropkick Murphys"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dropkick Murphys"

CamisetasCamisetas
Beldades globais e sua paixão pelo rock

HumorHumor
Os roqueiros mais chatos das redes sociais

Lady GagaLady Gaga
"O Iron Maiden mudou a minha vida!"

5000 acessosHeavy Metal: estressante, perturbador e faz mal ao coração5000 acessosPink Floyd: o maior concerto de rock já produzido5000 acessosRock Brasileiro da Década de 705000 acessosGuns N' Roses: Fã quer comprar acervo de Axl por US$ 1 bilhão4090 acessosMortes: Relembre alguns dos artistas que nos deixaram em 20162753 acessosNirvana: uma versão clássica de "Smells Like Teen Spirit"

Sobre Renato Trevisan

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online