Matérias Mais Lidas

imagemA melhor música de heavy metal lançada a cada ano desde 1970, em lista do Loudwire

imagemO carinhoso jeito de Axl Rose se desculpar com sua equipe pelo seu jeito imprevisível

imagemA música do Raul Seixas com erro gramatical que parece um plágio mas é uma homenagem

imagemPantera tocará no festival Knotfest Brasil, segundo jornalista

imagemFrank Zappa surpreende ao eleger seus dez álbuns favoritos

imagemAmy Lee comenta demissão de Jen Majura e diz que é preciso "ouvir o universo"

imagemAntes do Led Zeppelin, Robert Plant tentou entrar em outra banda famosa

imagemO arrependimento que David Bowie carregava em relação a Elvis Presley

imagemDave Mustaine não queria usar as ideias de Ellefson, diz ex-baixista do Megadeth

imagemLed Zeppelin: O motivo pelo qual Jimmy Page não gosta de "All My Love"

imagemO motivo pelo qual Frank Zappa não gostava de Jim Morrison e o The Doors

imagemSamuel Rosa chama guitarrista do Pearl Jam de "menino mimado" por quebrar instrumentos

imagemDave Mustaine revela que Megadeth gravou cover do Judas Priest para a Amazon

imagemA reação do pai de Neil Peart quando ele se juntou ao Rush

imagemMustaine diz que tentou criar ambiente agradável para gravação de novo álbum do Megadeth


Stamp
2022/07/09

Primal Fear: poderoso, altamente melódico e contemporâneo

Resenha - 16.6 (Before The Devil Knows You're Dead) - Primal Fear

Por Ben Ami Scopinho
Em 09/03/10

Nota: 7

Se com o muito bom "New Religion" (07) o Primal Fear conseguiu, enfim, se afastar consideravelmente das comparações com o Judas Priest e conquistar tantas boas resenhas mundo afora, as expectativas para seu sucessor eram muitas. E, segundo as palavras do próprio Matt Sinner para "16.6 (Before The Devil Knows You're Dead)": ‘Nossa meta era escrever e produzir o álbum mais diverso e interessante na história do Primal Fear, combinando o nosso passado com o futuro’.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Essa descrição do baixista se torna bastante válida. O oitavo álbum de sua discografia continua sendo uma progressão lógica do que já foi feito pelo Judas Priest, contando agora com o novo guitarrista Magnus Karlsson (Starbreaker, Allen-Lande) e mostra a banda com muita vontade em apresentar arranjos distintos, mas que se encaixem perfeitamente em sua proposta Power Metal. Assim sendo, o registro é poderoso, altamente melódico e contemporâneo, tudo embalado por uma aura ligeiramente obscura.

E o repertório possui canções que o tornam bastante consistente. Desde a mais veloz "Riding The Eagle", passando pelo cadenciado single "Six Times Dead (16.6)" e "Smith & Wesson", ao lado das ótimas melodias de "Black Rain" e "No Smoke Without Fire", o que se ouve é Heavy Metal europeu de extremo bom gosto. Ainda que a performance vocal de Scheepers seja indiscutivelmente tão incrível como sempre, na delicada balada "Hands Of Time" o homem compartilha o microfone com Sinner, Karlsson e Henny. Ou seja, possui quatro vocalistas e ficou bem legal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ainda que "16.6 (Before The Devil Knows You're Dead)" conte com os benefícios de soar de forma semelhante, não possui a mesma exuberância de "New Religion". Mas isso está longe de ser um real problema, pois mantém um elevado padrão em termos de Heavy Metal. O Primal Fear está em forma, mesmo sem apresentar algo realmente novo. Um bom lançamento nacional via Laser Company. Pode conferir!

Contato:
http://www.primalfear.de
http://www.myspace.com/primalfearofficial

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formação:
Ralf Scheepers - voz
Henny Wolter - guitarra
Magnus Karlsson - guitarra
Mat Sinner - baixo
Randy Black - guitarra

Primal Fear - 16.6 (Before The Devil Knows You're Dead)
(2009 - Frontiers Records / Laser Company Records - nacional)

01. Before The Devil Knows You're Dead
02. Riding The Eagle
03. Six Times Dead (16.6)
04. Black Rain
05. Under The Radar
06. 5.0 / Torn
07. Soar
08. Killbound
09. No Smoke Without Fire
10. Night After Night
11. Smith & Wesson
12. The Exorcist
13. Hands Of Time

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

2022/08/18


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Power Metal: 10 álbuns essenciais do estilo

Metallica: As 5 melhores versões de terceiros dos seus clássicos

Exportando metal: músicos brasileiros que atuam ou já atuaram em bandas gringas

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.