Malleus: o Black Metal ultrapassou as fronteiras da Noruega

Resenha - Into the Black Path - Malleus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi
Enviar Correções  


O MALLEUS foi criado no Rio de Janeiro em outubro de 2004 e em 2005 lançaram o excelente EP "Into the Black Path" que em apenas um pouco mais do que 23 minutos de duração consegue expressar toda a agressividade e genialidade da banda, resultantes em um trabalho de qualidade singular.

Além do ótimo desempenho dos músicos, o que mais chama atenção neste trabalho independente é sua qualidade que claramente se faz superior às demais demos lançadas no cenário black metal.

publicidade

O MALLEUS é influenciado por excelentes bandas como IMMORTAL, MARDUK e EMPEROR porém estas influências são somente um ponto de partida para o trabalho da banda que com "Into the Black Path" conseguiu criar um som coeso, direto e acima de tudo muito característico e único.

Após uma introdução com menos de 3 minutos, "Behated Unholy Order" começa e o ouvinte é introduzido ao misterioso e obscuro mundo do MALLEUS onde o peso das guitarras se difunde com a velocidade da bateria e a aula de black metal se inicia.

publicidade

A terceira faixa é "Beyond the Black Fog" que apresenta riffs e melodias perfeitas, todos utilizados de maneira muito sensata, sem exageros nem enrolações, mantendo o aspecto direto que o álbum apresenta desde seu início.

Depois é a vez de "Renegated by the Light", onde os teclados ganham um pouco mais de espaço e levam o ouvinte há uma atmosfera um pouco mais densa e profunda, uma "viagem ao buraco negro" seria a melhor forma de descrever esta faixa.

publicidade

E para finalizar a viagem chegamos até "Liber-Oz", essa que pode ser considerada a melhor composição de "Into the Black Path", aqui é possível ir de passagens rápidas a momentos cadenciantes finalizando este trabalho de maneira perfeita.

Atualmente é comum ouvir muitas bandas se conformarem em berrar qualquer coisa inaudível e se considerarem black metal pelo simples fato de usarem corpse-paint e terem bandas como BURZUM e GORGOROTH na lista de suas principais influências, muitas vezes a melodia, a criatividade e originalidade no som são deixados para trás como elementos secundários, o que faz com que muitas bandas atuais soem todas iguais e sem nada demais para oferecerem aos seus ouvintes, porém o MALLEUS é uma excelente prova de que ainda existem bandas que se preocupam com a qualidade de seus trabalhos e que o black metal ultrapassou as fronteiras gélidas da Noruega.

publicidade

"Into the Black Path" tracklist:

1. Prelude 02:35
2. Behated Unholy Order 05:45
3. Beyond The Black Fog 03:22
4. Renegated By Light 04:54
5. Liber Oz 06:38

http://www.myspace.com/malleushorde666




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Separados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin