Rhevange: agregando vários dos subgêneros do Metal

Resenha - Unleash The Power - Rhevange

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Natural de Brasília e na ativa desde 2000, o Rhevange já mostrou sua música através da demo “Darkness Or Light” (02) e do EP “The Way To Follow” (03). Após a estabilização de sua formação, que atualmente conta com Wannder Carlo (voz e baixo), Nathan Brasil (guitarra), Limark Matos (guitarra) e Júnior Brasil (bateria), o grupo está estreando com "Unleash The Power", agregando vários dos subgêneros pelo qual o Heavy Metal se expandiu ao longo da década de 1980.
5000 acessosDimebag Darrell: guitarra de Van Halen num caixão do Kiss5000 acessosDepressão: 10 músicas que devem ser evitadas

Entre o Power, algo de Melódico, excelentes incursões ao Thrash Metal e passagens intrincadas que remetem ao progressivo, o conjunto mostra grande preocupação com a coesão das estruturas de sua música, tendo aí bom destaque o trabalho da dupla de guitarristas. E, neste esquema, já conseguem bom resultado com um instrumental de primeira, como fica claro logo na abertura "Horse Spirit".

Apesar de o repertório se apresentar relativamente irregular, há momentos marcantes como a muito boa “The Tyger”, pesadíssima, com ótimos solos e refrão matador, devendo causar bastante impacto ao vivo. Outras composições que se sobressaem são a veloz "Burning The Weels", dona dos arranjos mais diversos, e também "Walking With The Wolves" (que inclusive mereceu um vídeo-clip), bastante calcada no Thrash Metal, que é o estilo em que os brasilienses parecem ser mais bem sucedidos ao longo da audição.

O próprio Rhevange assume sofrer influências de Rage, Megadeth, Metallica, Iron Maiden, Blind Guardian, Nevermore e por aí vai. São referências bastante válidas ao longo das 10 faixas - seis inéditas e quatro regravações – e o leitor pode ter a certeza de que a idéia por trás de "Unleash The Power" é não inovar em absolutamente nada, e sim procurar fazer o melhor possível em sua proposta e dentro das limitações inerentes a qualquer banda iniciante. E o caminho é este, com dedicação e honestidade.

Contato:
http://www.rhevange.com.br
http://www.myspace.com/rhevange

Rhevange - Unleash The Power
(2008 / independente - nacional)

01. Horse Spirit
02. With Power
03. Darkness Or Light
04. The Tyger
05. Eyes Of The Sun
06. Burning The Wheels
07. Murmansk
08. Walking With The Wolves
09. Good Samaritan
10. Revenge

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Rhevange"

Dimebag DarrellDimebag Darrell
Whisky e guitarra de Eddie Van Halen num caixão do Kiss

DepressãoDepressão
10 músicas que devem ser evitadas

GóticasGóticas
10 grandes bandas do gênero dos anos 80

5000 acessosRodolfo: "O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000"5000 acessosEvanescence: estranha criatura em foto de Amy Lee com seu filho5000 acessosGreen Day: 10 coisas que você não sabe sobre a banda5000 acessosMetallica: Músicos falam sobre a importância da banda5000 acessosLed Zeppelin: fãs do mundo todo tocando "Black Dog"5000 acessosMax Cavalera: "Me mostra uma canção boa feita depois que saí"

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online