Moonspell: um dos trabalhos mais profundos na discografia

Resenha - Night Eternal - Moonspell

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


Depois de dar uma geral em seu passado ao regravar antigas canções de sua demo, compacto e primeiro EP, que foram compiladas em "Under Satanae" (07), os monstros do Moonspell agora voltam com uma fúria mais do que revigorada em seu mais novo álbum de inéditas, o obscuro, pesadíssimo e apropriadamente denominado "Night Eternal".

E este é um sucessor mais do que digno do muito bom "Memorial" (06). As novas composições trazem um perfeito equilíbrio entre a distorção saturada do Black e o obscurantismo do Gothic Metal, com destaque para o trabalho das guitarras, bem à frente, e principalmente as vocalizações de Fernando Ribeiro, que, ainda naturalmente limpas quando necessário, são predominantemente guturais e diabólicas. O resultado novamente se revela um tanto quanto exótico e até mesmo algo malicioso, muito diferente da proposta de outras tantas bandas que se enveredam por este gênero.

publicidade

Tudo é extremamente brutal, melancólico e, por mais que possa ser contraditório, emocionalmente belo. O repertório é praticamente irrepreensível, com canções arrebatadoras como "At Tragic Heights", a própria faixa-título, "Night Eternal", "First Light" (com ótimos coros femininos), além das góticas "Dreamer (Lucifer And Lilith)" e "Scorpion Flower", onde Fernando e Anneke van Giesbergen (ex-The Gathering) se completam num duo de grande êxito.

publicidade

"Night Eternal" ainda continua exibindo parte daquela característica mutação sonora que os portugueses sempre exibiram em suas duas décadas de atividades. Afinal, o que inicialmente era algo com suas influências folk culminar em algo tão inteligente, pesado e dono de tanta classe, só pode ser feito por mestres, certo? Com certeza um dos trabalhos mais profundos na discografia do Moonspell, talvez somente atrás dos clássicos "Wolfhearth" (95) e o subsequente "Irreligious" (96)!

publicidade

E, se o caro leitor ainda tem alguma dúvida quanto à aquisição deste registro, vale citar que a Hellion Records liberou no Brasil a versão que apresenta um DVD, com apresentações ao vivo, vídeos-clip e outros agrados. O preço é bastante convidativo, então...

Formação:
Fernando Ribeiro - voz
Ricardo Amorim - guitarra
Pedro Paixao - teclado
Aires Pereira - baixo
Miguel "Mike" Gaspar - bateria

publicidade

Moonspell - Night Eternal
(2008 - SPV Records / Hellion Records - nacional)

CD:
01. At Tragic Heights
02. Night Eternal
03. Shadow Sun
04. Scorpion Flower
05. Moon In Mercury
06. Hers Is The Twilight
07. Dreamer (Lucifer And Lilith)
08. Spring Of Rage
09. First Light
10. Age Of mothers
11. Scorpion Flower mix
12. Scorpion Flower Fever Cut
13. Memento Mori (Live At The Wacken Open Air 2007)

publicidade

DVD:
01. Finisterra (Live At The Wacken Open Air 2007)
02. Blood tells (Live At The Wacken Open Air 2007)
03. Finisterra (Videoclip)
04. Finisterra (Making Of)
05. Luna

Homepage: www.moonspell.com


Outras resenhas de Night Eternal - Moonspell

Moonspell: obra que mexe com sentimentos humanos primais




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Moonspell: novo álbum será lançado em fevereiro; primeiro single sai em novembroMoonspell
Novo álbum será lançado em fevereiro; primeiro single sai em novembro

Moonspell: Ficamos loucos quando Billie Eilish usa uma camiseta do Cradle of FilthMoonspell
"Ficamos loucos quando Billie Eilish usa uma camiseta do Cradle of Filth"

Moonspell: banda vai fazer show especial no dia do Halloween

Moonspell: iniciada a pré-venda do livro "Lobos Que Foram Homens"


História: o terremoto de 1755 que inspirou o MoonspellHistória
O terremoto de 1755 que inspirou o Moonspell

Moonspell: Satã é apenas um grande símboloMoonspell
"Satã é apenas um grande símbolo"


Separados no nascimento: Roger Waters e Richard Gere.Separados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin