Loverboy: rock'n'roll com raízes fincadas nos 80

Resenha - Just Getting Started - Loverboy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


Oras vejam, quem voltou para acrescentar à sua bagagem um sétimo registro de estúdio! Natural do Canadá, o Loverboy conquistou um grande público ao redor do globo entre 1980 e 1987, cujo Hard Rock e AOR arrebatou quatro discos de platina e numerosos outros de ouro – ainda que nesta época o grupo tenha sido impiedosamente malhado pela imprensa e público, aqui mesmo, no Brasil. Seu declínio comercial começou na segunda metade da década e, entre mais baixos do que altos, liberou seu derradeiro disco de inéditas em 1997.

Bom, não tão derradeiro assim... "Just Getting Started" traz de volta todos os membros da banda original, com exceção do baixista Scott Smith (o músico foi declarado morto depois de cair de uma embarcação e se perder no mar, próximo a San Francisco, no final de novembro de 2000), que foi substituído por Ken "Spider" Sinnaeve. Considerando que o Hard/AOR vem novamente conquistando cada vez mais espaço, como seria o entrosamento do Loverboy depois de tanto tempo?

publicidade

Confesso que me surpreendi, pois a sinergia aqui está boa pra caramba, pura e simplesmente! Os caras estão (bem) mais velhos, mas não perderam as manhas em elaborar aquele rock´n´roll vibrante e com as raízes naturalmente fincadas nos anos 1980, com um instrumental que inclusive remete diretamente ao Bon Jovi dos velhos tempos, quando este ainda não investia em arranjos mais modernos.

publicidade

São 10 faixas onde a distorção se apresenta nos lugares corretos, melodias sutis ou quase pop, refrãos grudentos e um ótimo desempenho da banda, em especial do versátil vocalista Mike Reno. Tudo isso torna praticamente impossível escolher destaques neste repertório equilibrado e repleto de canções cheias de alto-astral e com potencial mais do que suficiente para se tornarem verdadeiros hits. Mas, vá lá... Admito que "The One That Got Away" é a balada mais bonita que ouvi nos últimos tempos.

publicidade

Se o caro leitor for da nova geração, "Just Getting Started" é uma boa forma para se conhecer o Loverboy. Um disco carismático para se escutar – e inconscientemente cantar junto – a qualquer momento, seja lá qual for o estado de espírito do ouvinte. E nem pense que desta vez os canadenses terão muitas chances de reconhecimento no Brasil, pois este disquinho é importado e duvido que seja liberado por aqui.

publicidade

Formação:
Mike Reno - voz
Paul Dean - guitarra
Ken Spider Sinnaeve - baixo
Doug Johnson - teclados
Matt Frenette - bateria

Loverboy - Just Getting Started
(2007 / RockSTAR Music - importado)

01. Just Getting Started
02. Fade To Black
03. One Of Them Days
04. Back For More
05. Lost With You
06. I Would Die For You
07. Real Thing
08. The One That Got Away
09. As Good As It Gets
10. Stranded

publicidade

Homepage: www.loverboyband.com




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Cretin: transexual rompe barreiras no metal extremoCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

Ozzy Osbourne: dando chega mais em Mônica Apor na coletivaOzzy Osbourne
Dando "chega mais" em Mônica Apor na coletiva


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin