Resenha - For The Sake of Revenge - Sonata Arctica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Clóvis Eduardo
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Ganha um presente o leitor que descobrir onde foi gravado o primeiro DVD do Sonata Arctica. Estados Unidos? Brasil? Alemanha? Que nada. Japão! Os finlandeses sabem realmente em quais ares devem investir, já que o melódico feito em xaroposas doses de arranjos bonitinhos e muita velocidade são a fórmula do sucesso no oriente. Público morno, banda agitada e um som de primeira com iluminação de quinta. Está aí o show!

Iron Maiden: o passado vergonhoso registrado em fotosSteve Perry: 5 fatos curiosos sobre o ex-vocalista do Journey

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após quatro CDs de estúdio, um ao vivo, e dezenas de singles, EPs e coletâneas, o show gravado em Tóquio em fevereiro de 2005, vem bem a calhar. Um misto de hits desde o primeiro "Ecliptica" até o último disco "Reckoning Night", estão presentes neste show, gravado com poucas câmeras e uma iluminação que deixa o palco bastante escuro. No entanto, o efeito da iluminação azul ou verde combina com o andamento de algumas faixas lentas, sempre recheadas de teclados. Aliás, outro ponto de grande discussão para o set list desse show é justamente a presença de um grande número de músicas lentas.

Tonny Kakko não é dos mais admirados vocalistas da atualidade, até por não esconder a limitação que tem nas notas mais altas. Se bem que no estúdio sim é um esbalde de efeitos. De fato, o melódico é sempre melódico e parece que por isso mesmo ele acaba caindo no desprezo de um grande número de metaleiros. No entanto, o animado vocalista usa e abusa de interpretações ousadas para conquistar o público e invocar o espírito dentro de cada canção. As letras do Sonata Arctica são uma constante de fantasia, amores, vida e os prazeres que ela proporciona. Em suma, uma forma feliz de se fazer música.

Letras bonitas à parte, o Sonata está mais maduro no palco do que em apresentações anteriores, bem como no que pudemos ver na única turnê da banda pelo Brasil, no início de 2003. E atualmente, "For The Sake of Revenge" mostra uma surpresa muito mais agradável do que vimos no passado. Tommy Portimo que não passava de um mero imitador de outros consagrados bateristas finlandeses, parece ter acertado em se adequar a uma forma mais agressiva. É de longe um dos destaques do line-up da banda. Só fica atrás do tecladista (existe ser mais estranho no mundo do que ele?), Henrik Klingenberg. O cara sola, faz bases e rouba a cena que Jani Liimatainen tinha obrigação de manter na guitarra. Henrik é feio que dói, mas ao mesmo tempo comanda os teclados, e literalmente deita e rola no palco. Dono das mais bonitas harmonias, ele também consegue inovar e criar, o que para o Sonata Arctica só tem sido muito proveitoso. Não esquecerei, claro, a presença do tranqüilo baixista, Marko Paasikoski.

Mas no conjunto, este DVD mostra uma banda entrosada e muito bem disposta. Dentre as melhores canções do show, "Misplaced", "Victoria's Secret" (e um início muito bonito), "8th Commandment", "San Sebastian", "Don't Say a Word" e a veloz "The Cage" encerrando o show fazem a festa do público japonês e dos fãs que acompanham este DVD. Tonny Kakko demonstra tanta alegria pelos aplausos nipônicos que se pudesse, daria um abraço em cada um. Exageros à parte, este primeiro registro oficial do grupo ficará eternizado como uma das grandes conquistas da jovem banda finlandesa no mercado mundial.


Outras resenhas de For The Sake of Revenge - Sonata Arctica

Resenha - For The Sake Of Revenge - Sonata ArcticaResenha - For The Sake Of Revenge - Sonata Arctica




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Sonata Arctica"


Depeche Mode: 5 belos covers feitos por bandas de Rock e MetalDepeche Mode
5 belos covers feitos por bandas de Rock e Metal

Sonata Arctica: Finlândia não é o paraíso que muitos pensamSonata Arctica
Finlândia não é o paraíso que muitos pensam


Iron Maiden: o passado vergonhoso registrado em fotosIron Maiden
O passado vergonhoso registrado em fotos

Steve Perry: 5 fatos curiosos sobre o ex-vocalista do JourneySteve Perry
5 fatos curiosos sobre o ex-vocalista do Journey


Sobre Clóvis Eduardo

Clóvis Eduardo Cuco é catarinense, jornalista e metaleiro.

Mais matérias de Clóvis Eduardo no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336