Matérias Mais Lidas

imagemThin Lizzy e o álbum picareta de covers do Deep Purple que garantiu sua sobrevivência

imagemA dura bronca dos Titãs em Nando Reis durante gravação de "Titanomaquia"

imagemConheça o guitarrista brasileiro de 16 anos que estará no próximo clipe do Megadeth

imagemA certeira visão de Penélope Nova sobre como pop "absorveu e enfraqueceu" outros estilos

imagem4 hits do Deep Purple cujos riffs Ritchie Blackmore já confessou ter copiado

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemA inteligente estratégia de Prika para não perder gravadora na ruptura da Nervosa

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemSteve Grimmett: vocalista do Grim Reaper morre aos 62 anos

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagemPor que o processo de composição da Legião Urbana e Engenheiros era tão diferente?

imagemRob Trujillo presta tributo ao Rage Against The Machine após shows em Nova Iorque

imagemSons of Apollo une carisma e técnica em show no Rio com direito a piada de Mike Portnoy

imagemO hit do Engenheiros do Hawaii frequentemente confundido com confissão de aborto

imagemRolling Stones: Keith Richards compara tocar com Brian Jones, Mick Taylor e Ron Wood


Stamp

Resenha - Acoustic Cuts - Richie Kotzen

Por Thiago Sarkis
Em 04/04/06

Nota: 7

Os últimos álbuns de Richie Kotzen, especialmente "Get Up"(2004) e o debute do Forty Deuce, "Nothing To Lose" (2005), sintetizaram bem seu direcionamento musical atual: rock ‘n’ roll simples, direto, e eficaz. "Acoustic Cuts" de 2003, lançado no Brasil pela Wet Music, é mais um destes inúmeros trabalhos do norte-americano numa roupagem sem tantos "guitarrismos" e excessos; novamente com um resultado satisfatório.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Originalmente a idéia era de se preparar um CD especial para ser vendido apenas em shows do músico, e através de seu site oficial. Porém, a grande demanda dos fãs transformou este singelo acústico num lançamento mundial.

O que temos aqui são dez dos maiores sucessos de Kotzen gravados com um violão, uma voz, e um talento extraordinário. Nada muito rebuscado. Arranjos praticamente inalterados, e um som similar àquele dos antigos e bons bootlegs da extinta KTS.

A pedra no caminho de "Acoustic Cuts" vem no exacerbo de baladas tomando conta do disco. Entre elas, "Change", "Don’t Ask", "Where Did Our Love Go?", "Don’t Wanna Lie", ótimas composições que poderiam, no entanto, aparecer junto às funkeadas tradicionais de Kotzen, ou a qualquer coisa de "Bi Polar Blues" (1999) e "Wave Of Emotion" (1996), álbuns renegados por aqui, justamente aqueles que talvez se adaptassem melhor a este formato ‘desplugado’.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No geral um bom lançamento, como não poderia deixar de ser em se tratando de um dos mais versáteis músicos de nossos tempos. Porém, nem próximo do que se espera de Richie Kotzen. Sem falar na pequena ponte introduzida em "What Is" que chega a nos convencer de que estamos ouvindo "Wonderwall" do Oasis. Agradável... e só!

Site Oficial – http://www.richiekotzen.com

Material cedido por:
WET MUSIC LTDA. - http://www.wetmusic.com.br
Telefone: +55 (11) 4121-4747
Email: [email protected]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Richie Kotzen: ele sempre quis tocar com o "irmão mais velho" Billy Sheehan

Voz: 10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas de suas bandas (Parte I)

Richie Kotzen: Músico fala de ensaios com Ozzy e praga do Poison

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.