Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemQuem Glenn Hughes considera digno de substituí-lo como "a voz do rock"

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemBrian May revela o inesperado álbum do Queen que é o seu favorito

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemA faixa do clássico "Exile on Main St." que os Stones só tocaram uma vez ao vivo

imagemComo Bono Vox e o U2 influenciaram um dos discos mais importantes do Sepultura


PRB

Resenha - Acústico MTV - Bandas Gaúchas

Por Paulo Finatto Jr.
Em 06/02/06

Nota: 9

Salve, salve MTV! Salve, salve bandas gaúchas! Em uma iniciativa ousada a MTV fez do seu novo "Acústico" algo realmente especial, ainda mais para o público gaúcho. Ao invés de privilegiar somente um artista, foram escolhidas quatro bandas – aquelas de maior destaque no cenário do sul atualmente – para dividirem o mesmo palco. Bidê ou Balde, Cachorro Grande, Ultramen e o ex-Replicantes Wander Wildner são os artistas que comandam o "Acústico MTV – Bandas Gaúchas".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Feita uma divisão, cada artista ficou responsável por cinco músicas. A primeira a se apresentar é a Bidê ou Balde, já conhecida de alguns. O grupo que despontou no Rio Grande do Sul com o seu rock irreverente e animado, já possui certo respaldo na emissora paulista, que já os premiou em uma edição passada do VMB pelo seu site oficial. E aqui Carlinhos Carneiro (vocal) e sua trupe mostram todas as características mais marcantes da sua carreira. "Micrroondas", "Bromélias" e "Mesmo que Mude" são aquelas composições que evidenciam letras bem boladas, assim como o maior ‘hit’ do grupo até então, "Melissa" – que contou aqui com a participação de Roger (Ultraje a Rigor) dividindo os vocais e os violões. "E Por Que Não?" também está presente, a faixa mais polêmica do rock nacional dos últimos dias. Pretendo não polemizar mais esse assunto, mas sem dúvida, ela é ótima, como as outras quatro! Para mim, uma das melhores bandas da atualidade não apenas do rock gaúcho, como do Brasil. Ainda mais contando com a gata Vivi Peçaibes nos teclados...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Do underground gaúcho para o posto de uma das mais badaladas bandas nacionais. Afinal, até no especial de fim de ano da Rede Globo a Cachorro Grande já "tocou". E como imaginamos, a sua participação nesse acústico é sensacional, e talvez seja o carro-chefe para a promoção do CD. "Hey Amigo!" e "Que Loucura" ficaram ótimas, assim como a "Sexperienced", uma das primeiras músicas a fazer sucesso. "Dia Perfeito" contou com a participação de Paulo Miklos do Titãs nos vocais e banjo, enquanto que "O Dia de Amanhã" traz o instrumental melhor trabalhado de todo o disco. "Pista Livre", o CD da vez dos caras, não deixou aqui nenhuma marca, talvez assim os seus mais novos fãs podem conhecer um pouco mais da trajetória dos rapazes que emendam disco bom atrás de um disco melhor ainda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Talvez um nome controverso para o material: Ultramen. A banda apesar de ter características marcantes do rock e até do metal em algumas faixas, tem aquele típico ‘swing’ da música carioca e um quê acentuado de pop. Destaque apenas para "Santo Forte" e "Dívida", essa última com a participação de Falcão (O Rappa) nos vocais.

Wander Wildner, músico consagrado do rock gaúcho pelo sucesso com Os Replicantes, brinda o disco com bastante luxo. Afinal, é a nata do rock sulista presente em composições que já estão marcadas na história do cenário, como "Eu Tenho Uma Camiseta Escrita Eu Te Amo" e "Bebendo Vinho", que todos já ouviram pelo menos uma vez aqui no Rio Grande do Sul. Apesar de ter as minhas restrições quanto a sua técnica vocal, Wander dá um show e mostra que entende bastante do assunto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Diferente do que você está acostumado a ouvir, certamente. Mas não torça o nariz para algo que poderá surpreender você. O Rio Grande do Sul está bem representado com esse CD, com versões acústicas e muitíssimo bem trabalhadas. Você pode até não ter a obrigação de comprar o CD, mas, pelo menos, alguma banda daqui você precisa conhecer. Quem já foi atrás não se arrependeu. "Acústico MTV – Bandas Gaúchas" é sucesso de público e crítica por onde já passou, mesmo não sendo um disco essencialmente rock’ n roll.

Track-list:

01. Microondas (Bidê ou Balde)
02. E Por que Não? (Bidê ou Balde)
03. Melissa (Bidê ou Balde)
04. Bromélias (Bidê ou Balde)
05. Mesmo que Mude (Bidê ou Balde)
06. Hey Amigo! (Cachorro Grande)
07. Que Loucura (Cachorro Grande)
08. Dia Perfeito (Cachorro Grande)
09. Sexperienced (Cachorro Grande)
10. O Dia de Amanhã (Cachorro Grande)
11. Ultramanos (Ultramen)
12. Dívida (Ultramen)
13. Máquina do Tempo (Ultramen)
14. Santo Forte (Ultramen)
15. Preserve (Ultramen)
16. Eu Não Consigo Ser Alegre o Tempo Inteiro (Wander Wildner)
17. Bebendo Vinho (Wander Wildner)
18. Eu Tenho Uma Camiseta Escrita Eu Te Amo (Wander Wildner)
19. Mantra de Possibilidades (Wander Wildner)
20. No Ritmo da Vida (Wander Wildner)


Outras resenhas de Acústico MTV - Bandas Gaúchas

Resenha - Acústico MTV - Bandas Gaúchas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre

Mais matérias de Paulo Finatto Jr..