Resenha - Stratovarius - Stratovarius

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Renascimento ou golpe de marketing? Essa pergunta vai pairar por um bom tempo nas cabeças dos fãs do Stratovarius, após todos incidentes que marcaram a história da banda em 2003 e 2004. É realmente curioso notarmos que a banda rapidamente se reuniu e preparou quase em tempo recorde um novo CD, o que no mínimo coloca um ponto de interrogação em todos os problemas enfrentados. Mas chega de falar de passado e "Stratovarius" é um novo CD, de uma banda que renasce com nova energia e preparada para reconquistar seu espaço como um dos grandes nomes do heavy metal mundial.

Ozzy Osbourne: "o morcego era quente e crocante"Simone Simons: "Rammstein me faz querer mexer a bunda"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Stratovarius" traz alguns diferenciais para os álbuns anteriores, que seguiam a mesma linha criada no excelente "Visions". De cara "Maniac Dance" traz "riffs" sujos, os teclados de Jens Johansson bem ocultados e Timo Kotipelto cantando agressivamente e em tom baixo. "Fight!!!" periga de ser a melhor música já escrita pela banda, com uma levada rockeira contagiante e um refrão poderoso. O nível segue alto com "Just Carry On" e "Back To Madness", englobando o heavy mais tradicional e o hard-rock ao estilo do Stratovarius, com extrema competência.

Este seria um dos melhores CD's da banda não fossem as músicas seguintes. A exceção de "Gypsy in Me" (que nos remete ao "speed" metal de outrora), as demais músicas soam muito confusas. "The Land of Ice and Snow" é chata e cansativa, assim como a polêmica "Gotterdammrung (Zenith of Power)" e "United" seria bem melhor se fosse mais curta. A inconstância na composição, fruto dos problemas de Timo Tolkki parece ter pesado no resultado final do CD, que oscila entre altos muito altos e baixos bem baixos.

Mas não pensem que é um CD ruim. É bem melhor do que muita coisa que Tolkki e CIA. fizeram nos últimos anos, e nitidamente um CD de transição. Afinal, a banda está expandindo seus horizontes, e "Stratovarius" é um bom começo. O próximo CD, se a banda se mantiver unida, com certeza poderá ser o melhor de toda a carreira deste talentoso quintento. Os fãs vão adorar, e vale conferir.

Site Oficial: http://www.stratovarius.com

Line Up:
Timo Kotipelto - Vocais
Timo Tolkki - Guitarras
Jari Kalaiunen - Baixo
Jens Johansson - Teclados
Jorg Michael - Bateria

Material Cedido Por:
Century Media Brasil
http://www.centurymedia.com.br
São Paulo (SP)


Outras resenhas de Stratovarius - Stratovarius

Stratovarius: Até mesmo os melhores cometem deslizes



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Stratovarius"


Capas Ridículas: LaWeekly elege as piores de Metal de 2013Capas Ridículas
LaWeekly elege as piores de Metal de 2013

Stratovarius: baixista animando São Paulo com o hit Que Porra!Stratovarius
Baixista animando São Paulo com o hit "Que Porra!"


Ozzy Osbourne: o morcego era quente e crocanteOzzy Osbourne
"o morcego era quente e crocante"

Simone Simons: Rammstein me faz querer mexer a bundaSimone Simons
"Rammstein me faz querer mexer a bunda"


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor