Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemA música do Black Sabbath favorita de Frank Zappa

imagemJimmy Page conta como convenceu Robert Plant a formar o Led Zeppelin

imagemO hit de Nando Reis inspirado em clássico do Led Zeppelin e na relação com sua mãe

imagemA opinião de Marcelo Barbosa sobre cancelamento de Metallica e Pantera por racismo

imagemFloor Jansen diz que achou que não fosse conseguir cantar nova música do Avantasia

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemPaul Di'Anno recebe ajuda de Derek Riggs para angariar fundos

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix


Stamp

Resenha - Free Fall Into Fear - Trail Of Tears

Por Ben Ami Scopinho
Em 25/07/05

Nota: 8

Confesso que a música do conjunto norueguês Trail Of Tears realmente nunca me chamou muito a atenção, mesmo tendo consciência de que a mesma é bem feita, cheia de detalhes e muito pesada, se comparando com outras bandas de gothic metal. Porém, sempre que escutava seus discos ficava aquela sensação de que faltava algo que completasse sua sonoridade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Agora, depois de ouvir este seu quarto registro chamado "Free Fall Into Fear", percebo que estava equivocado em minha observação. O problema não era que faltava algo, mas sim que havia algo em excesso. Não entendeu? Bom, o lance é que nos três discos anteriores a banda tinha em sua formação uma vocalista feminina, destas que honram toda a tradição do gênero. Pois bem, depois de tantos problemas com as meninas que passavam pelo Trail Of Tears, o pessoal acabou optando por lançar um disco somente com vozes masculinas, que variam entre o gutural e o mais limpo. E o resultado final ficou com certeza muito superior aos antigos CDs.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A formação atual conta com Ronny (voz gutural), Kjetil (voz limpa - Green Carnation), Runar (guitarras), Terje (guitarras), Kjell (baixo), Frank (teclados) e Jonathan (bateria). A banda manteve suas letras obscuras e a parte instrumental com seu peso avassalador, moderna e riquíssima em seus arranjos, soando bastante densa e nem seria correto afirmar que seu som possui melancolia, e sim uma aura bastante atormentadora. E isso tudo, somando-se ao fato de não haver mais vozes femininas, temos como resultado um disco brutal e totalmente Heavy Metal, com variações entre o black, death e nuances de gótico.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

A banda também se preocupou em tornar as faixas de "Free Fall Into Fear" bastante heterogêneas entre si, começando de maneira bastante forte e se mantendo assim no decorrer de sua audição. O entrosamento das vozes de Roni e Kjetil está excelente, conseguindo equilibrar muito bem suas partes, sempre buscando valorizar as canções. As poucas vozes femininas estão presentes em "Cold Hand Of Retribution", que ficou por conta da convidada Astri Skarpengland, dando um contraste e tanto com o peso absurdo desta música.

É um disco muito bom e com uma produção incrível, que provavelmente agradará aos apreciadores da velha escola do Heavy Metal, assim como aqueles que não abrem mão da música mais moderna. Uma mudança às vezes é boa, e esta se aplica perfeitamente aqui, valendo uma boa conferida!

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

TRAIL OF TEARS - Free Fall Into Fear
(2005 – Napalm Records / Hellion Records)

01. Joyless Trance Of Winter
02. Carrier Of The Scars Of Life
03. Frail Expectations
04. Cold Hand Of Retribution
05. Watch You Fall
06. The Architect Of My Downfall
07. Drink Away The Demons
08. Point Zero
09. Dry Well Of Life
10. The Face Of Jealousy

Homepage: www.redheaven.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.