Resenha - Defying the Rules - Hibria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Para todos os 'headbangers' gaúchos falar em Hibria é a certeza de uma banda com potencial. As demos "Against the Faceless" e "Steel Lord on Wheels" comprovavam tal sentença, não apenas para o público gaúcho como também para o público europeu. Isto porque a banda antes mesmo de ser reconhecida em todo o Brasil já havia se aventurado em alguns shows por países como Bélgica, Alemanha, Holanda, República Tcheca e Polônia, totalizando vinte e nove shows pela Europa. Parece agora que chegou a hora de todo o Brasil conhecer esta banda, que está junta desde 1997. "Defying the Rules" é o primeiro disco deles, que tem como destaque a sua produção final realizada por Piet Sielck (Iron Saviour) e está sendo lançado aqui no Brasil via Encore Records.

Luís Mariutti para Nando Moura: "Estádio não se lota com views ou likes"Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

Iuri Sanson (vocal), Abel Camargo (guitarra), Diego Kasper (guitarra), Marco Panichi (baixo) e Sávio Sordi (bateria) são capazes de executar um heavy metal direto, pesado e sem inovações. E ainda com características próprias, climas bem oitentistas e sem deixar de lado uma pegada moderna e belos arranjos. Se "Defying the Rules" já está desde o final do ano passado arrecadando boas matérias não só na Europa como no Japão, o disco hoje tem tudo para cair nas graças de todos os fãs de heavy metal, sem exceções, aqui no nosso Brasil. E eu realmente torço que isto aconteça, afinal estamos diante de uma grata revelação, uma banda já afinada, com potencial e qualidades para irem muito além deste disco. Para uma comprovação basta perceber as qualidades individuais de todos os músicos da banda, começando pela dupla de guitarristas, que é para mim, é o destaque de maior louvor. Riffs pesados, belos solos, arranjos de bom gosto que, graças à produção, têm como acompanhamento as linhas de baixos salientes de Marco Panichi e a bateria coesa de Sávio Sordi. Tudo isto como base para a bela voz de Iuri Sanson, alcançando tons altos sem perder afinação e qualidade.

Mas a coisa toma forma quando o CD começa a rodar. Em meio a tantas introduções banais e maçantes, o Hibria criou uma bem diferenciada e até surpreendente. Para abrir o disco de vez, a música "Steel Lord on Wheels", uma bela composição e já bem conhecida, da antiga demo da banda. É preciso presenciar um show da banda para perceber o quanto esta música empolga um público, assim como a mais tradicional e menos rápida "Change Your Life Line". "Millenium Quest", a faixa seguinte, também merece um espaço entre as destacáveis do álbum, sendo uma das melhores na minha opinião. Rápida, virtuosa e pesada ela serve como contra-ponto para as seguintes "Kingdom to Share" e "Living Under Ice". O disco volta com grandes momentos em "Defying the Rules", uma composição cativante, um pouco diferente da épica e arrastada "The Faceless in Charge". Fechando, a pesada e direta "High Speed Break Out" e outra forte candidata a melhor do álbum, "Stare at Yourself". Essa última uma composição mais melódica e arrastada. Mas de qualquer forma, não importa a faixa que você colocar para rodar em seu aparelho de CD, as qualidades do Hibria estão latentes em qualquer uma das nove composições deste disco, com certeza.

Está mais do que na hora de todos os brasileiros realmente darem valor às bandas do nosso underground, já que o Hibria não é a primeira nem sequer a última banda a despontar por aqui com tanto empenho, dedicação e qualidades para trilhar por um futuro muito promissor. Acreditem, não seria exagero meu dizer que "Defying the Rules" é um dos melhores lançamentos deste ano não só quanto ao metal brasileiro, mas quanto ao cenário mundial.

Site oficial: www.hibria.com

Line-up:
Iuri Sanson (vocal);
Abel Camargo (guitarra);
Diego Kasper (guitarra);
Marco Panichi (baixo);
Sávio Sordi (bateria).

Track-list:
01. Intro
02. Steel Lord on Wheels
03. Change Your Life Line
04. Millenium Quest
05. Kingdom to Share
06. Living Under Ice
07. Defying the Rules
08. The Faceless in Charge
09. High Speed Break Out
10. Stare at Yourself




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Hibria"


Heavy Metal: site elege as dez melhores bandas do BrasilHeavy Metal
Site elege as dez melhores bandas do Brasil

Metal Nacional: Confira bandas que se destacaram em 2015Metal Nacional
Confira bandas que se destacaram em 2015

Rock e Metal: as vozes da nova geraçãoRock e Metal
As vozes da nova geração


Luís Mariutti para Nando Moura: Estádio não se lota com views ou likesLuís Mariutti para Nando Moura
"Estádio não se lota com views ou likes"

Contra Costa Times: Os 25 melhores guitarristas da Bay AreaContra Costa Times
Os 25 melhores guitarristas da Bay Area

Bateristas: os dez músicos mais loucos de todos os temposBateristas
Os dez músicos mais loucos de todos os tempos

Simplicidade é para os falsos: o nome de banda mais complicado do mundoSimplicidade é para os falsos
O nome de banda mais complicado do mundo

Black Sabbath: Nos separamos por causa do Live EvilBlack Sabbath
"Nos separamos por causa do Live Evil"

Anos 80: canções nacionais com nomes de garotasAnos 80
Canções nacionais com nomes de garotas

Bruce Dickinson: A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?Bruce Dickinson
A esposa o traiu com Nikki Sixx, do Motley Crue?


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336