Resenha - Under Rug Swept - Alanis Morissette

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar Correções  

9


Alanis tirou a sorte grande da sua vida ao gravar o multiplatinado "Jagged Little Pill" (com o produtor Glenn Ballard – entre outros: Aerosmith, Michael Jackson e Dave Matthews Band), que bateu recordes de vendas no mundo inteiro e levou a cantora ao mega-estrelato.

publicidade

Under Rug Swept, seu terceiro disco de estúdio, e talvez o mais esperado de sua carreira, traz uma Alanis bem mais madura, com um som não tão comercial quanto os CDs anteriores (que mesmo acessíveis tinham qualidade), com mais guitarras, e soando - para quem achava a voz de Alanis chata – menos esganiçada.

Na verdade ela está cantando muito, com feeling, sem exageros e principalmente com ótimas linhas vocais e excelentes melodias.

publicidade

Outro ponto alto do CD (assim como nos anteriores) são as letras, que continuam sempre com questões interessantes.

O som segue na linha do anterior "Supposed Former Infatuation Junkie", juntando elementos rock e pop com uma produção moderna, fazendo Under Rug Swept ser talvez o melhor de todos seus lançamentos.

Destaques são muitos, desde "Narcissus" (excelente refrão), a já "hit" "Hands Clean", a maravilhosa "A Man" (como ela canta nessa faixa, estranhamente me lembrando Loreena Mckennit), além da linda "That Particular Time".

publicidade

Com certeza uma continuação muito bem vinda na carreira de Alanis Morissette, que prova mais uma vez não ser apenas uma moda passageira e sim uma grande artista.

1. 21 Things
2. Narcissus
3. Hands Clean
4. Flinch
5. So Unsexy
6. Precious Illusions
7. That Particular Time
8. A Man
9. You Owe Me Nothing In Return
10. Surrendering
11. Utopia

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Alanis Morissette: ouça o novo álbum da cantora, Such Pretty Forks In The Road


Alanis Morissette: abrindo o jogo sobre vícios e drogasAlanis Morissette
Abrindo o jogo sobre vícios e drogas

Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 1995Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 1995


Planet Rock: as maiores vozes da história do rockPlanet Rock
As maiores vozes da história do rock

Slipknot: Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreiraSlipknot
Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreira


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin