Matérias Mais Lidas

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemA banda de forró que uniu Nenhum de Nós, Legião, Titãs e Paralamas na mesma música

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemMorre Andy Fletcher, tecladista e membro fundador da banda Depeche Mode

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica

imagemMorre Alan White, baterista do Yes e que gravou a clássica "Imagine", de John Lennon

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemIron Maiden: Bruce fala sobre groupies; "parei de transar com elas quando me apaixonei"


Resenha - Hatebreeder - Children of Bodom

Por Maurício Gomes Angelo
Em 28/11/03

Nota: 8

Relançado este ano pela Nuclear Blast/Century Media aqui no Brasil, "Hatebreeder" é o segundo álbum do Children of Bodom. Uma fusão de estilos extremos muito bem executados.

O que mais me agrada na banda é a perfeita mescla de riffs e solos totalmente calcados no heavy metal tradicional com os vocais cuspidos e alucinados de Alex Laiho, que também é guitarrista.Alex Laiho forma dupla com Alexander Kuopalla, dois sujeitos que sabem muito bem o que querem, são criativos, técnicos e agressivos, dando uma originalidade sensacional ao grupo. Outro destaque, sem dúvida, é o tecladista Janne Wirman: linhas fabulosas, camas perfeitas para as guitarras de Alex e totalmente inserido na proposta da banda. Jaska Raalikainen e Henkka T. Blacksmith, baterista e baixista respectivamente, formam uma cozinha furiosa e milimétrica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Warheart" começa demonstrando o massacre de forma grandiosa. "Silent Night, Bodom Night" é uma das melhores apresentações de Laiho. "Towards Dead End" serve para ressaltar o inteligentíssimo e bem vindo trabalho de backing vocals presente na obra, contribuindo para reduzir a zero a chance do álbum se tornar cansativo e aumentando o interesse pelo mesmo. "Black Window" e "Wrath Within" resgatam o que de melhor fizeram os melhores grupos de thrash e death da década de 80/início de 90, evoluídos e com o toque "Bodom" de ser.

A mistura de death metal "raiz", thrash, heavy tradicional e elementos melódicos está muito bem representada durante o álbum, especialmente nas excelentes e intricadas "Bed of Razors", "Children of Bodom" e "Downfall".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com influências que vão de Death a Stratovarius, passando por Judas Priest e Iron Maiden, o Children of Bodom conseguiu construir um estilo único e original, aliado à maravilhosa capacidade técnica e criativa de seus integrantes. São com certeza uma das maiores e melhores bandas de metal da atualidade. Confira!


Outras resenhas de Hatebreeder - Children of Bodom

Resenha - Hatebreeder - Children of Bodom

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.

Mais matérias de Maurício Gomes Angelo.