Resenha - Hatebreeder - Children of Bodom

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maurício Gomes Angelo
Enviar Correções  

8


Relançado este ano pela Nuclear Blast/Century Media aqui no Brasil, "Hatebreeder" é o segundo álbum do Children of Bodom. Uma fusão de estilos extremos muito bem executados.

publicidade

O que mais me agrada na banda é a perfeita mescla de riffs e solos totalmente calcados no heavy metal tradicional com os vocais cuspidos e alucinados de Alex Laiho, que também é guitarrista.Alex Laiho forma dupla com Alexander Kuopalla, dois sujeitos que sabem muito bem o que querem, são criativos, técnicos e agressivos, dando uma originalidade sensacional ao grupo. Outro destaque, sem dúvida, é o tecladista Janne Wirman: linhas fabulosas, camas perfeitas para as guitarras de Alex e totalmente inserido na proposta da banda. Jaska Raalikainen e Henkka T. Blacksmith, baterista e baixista respectivamente, formam uma cozinha furiosa e milimétrica.

publicidade

"Warheart" começa demonstrando o massacre de forma grandiosa. "Silent Night, Bodom Night" é uma das melhores apresentações de Laiho. "Towards Dead End" serve para ressaltar o inteligentíssimo e bem vindo trabalho de backing vocals presente na obra, contribuindo para reduzir a zero a chance do álbum se tornar cansativo e aumentando o interesse pelo mesmo. "Black Window" e "Wrath Within" resgatam o que de melhor fizeram os melhores grupos de thrash e death da década de 80/início de 90, evoluídos e com o toque "Bodom" de ser.

publicidade

A mistura de death metal "raiz", thrash, heavy tradicional e elementos melódicos está muito bem representada durante o álbum, especialmente nas excelentes e intricadas "Bed of Razors", "Children of Bodom" e "Downfall".

Com influências que vão de Death a Stratovarius, passando por Judas Priest e Iron Maiden, o Children of Bodom conseguiu construir um estilo único e original, aliado à maravilhosa capacidade técnica e criativa de seus integrantes. São com certeza uma das maiores e melhores bandas de metal da atualidade. Confira!

publicidade


Outras resenhas de Hatebreeder - Children of Bodom

Resenha - Hatebreeder - Children of Bodom




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bodom After Midnight: banda de Alexi Laiho anuncia primeiros showsBodom After Midnight
Banda de Alexi Laiho anuncia primeiros shows

Children Of Bodom: filmagem profissional de show no Hellfest 2015 é divulgada


Mascotes do Metal: os dez maiores segundo The GauntletMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet

Alexi Laiho: aparentemente tive a clavícula quebrada por 10 anos, afirma Alexi LaihoAlexi Laiho
"aparentemente tive a clavícula quebrada por 10 anos", afirma Alexi Laiho


Aerosmith: Steven Tyler e três mulheres nuas no chuveiroAerosmith
Steven Tyler e três mulheres nuas no chuveiro

Capas: 10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhosCapas
10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos


Sobre Maurício Gomes Angelo

Jornalista. Escreve sobre cultura pop (e não pop), política, economia, literatura e artigos em várias áreas desde 2003. Fundador da Revista Movin' Up (www.revistamovinup.com) e da revrbr (www.revrbr.com), agência de comunicação digital. Começou a escrever para o Whiplash! em 2004 e passou também pela revista Roadie Crew.

Mais matérias de Maurício Gomes Angelo no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin