Resenha - For All Tid / Godless Savage Garden - Dimmu Borgir

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

9


O Dimmu Borgir tornou-se, com méritos, um dos grandes nomes do cenário black metal atual, com cd's como "Puritanical Euphoric Misanthropia" e "Death Cult Armagedon" (o mais recente). Mas alguém se lembra de 1995, quando eles eram apenas uma banda a mais de black metal na Noruega? Quando eles ainda cantavam em seu idioma natal? Para que os fãs de hoje possam ter acesso a essa época, foi lançado um cd duplo, contendo o primeiro cd da banda, "For All Tid", de 1995, e o EP "Godless Savage Garden" de 1998. Ambos possuem conexão, pois o EP contém duas músicas do primeiro cd e outras raridades. Uma boa dica para os fàs de hoje verem como a banda desenvolveu seu estilo.

publicidade

"For All Tid" mostra uma banda mais contida e bem menos agressiva do que é o Dimmu Borgir hoje. Faixas como "Der Mye Riket" e "Under Korpeus Vinger" soam bem mais melódicas e suaves, com vozes limpas contrastando com vocais agressivos. A produção é meio tosca, mas eficiente. Os destaques ficam para "Stien" (com flautas e a mais brutal do cd), a (PASMEM!!!) suave "For All Tid" e a climática "Raabjorn Speiler Dragheimens Skodde" e as bônus "Inn I Ennighetens Marke Part I e II" (um exemplo de excelente black com pegada gótica de alto nível, aliada a uma segunda parte mais agressiva e black tradicional, com os famosos teclados que sempre caracterizaram o Dimmu Borgir).

publicidade

Este primeiro cd mostra uma banda que se dividia entre o black e o gótico em várias passagens, colocando em suas músicas elementos de heavy e thrash. Era o Dimmu Borgir forjando sua personalidade, num começo muito interessante.

Já "Godless Savage Garden" foi lançado em 1998 entre os cd's "Enthroned Darkness Triumphant" e "Spiritual Black Dimensions". O mesmo trazia uma banda mais afiada e calcada no black, com uso pesado de teclados, como confere-se na pesada "Moonchild Domain" e na cadenciada "Chaos Without Suffering" (as únicas faixas inéditas). A banda se especializou em criar temas pesadíssimos e brutais, inserindo os teclados para aumentar a densidade de suas canções. Aqui a banda regrava dois temas de "For All Tid": "Hunnerkongen" e "Raabjorn Speiler Draugheimens Skodde", que ficaram excelentes com a nova produção e alguns novos arranjos, principalmente nos teclados. Vale ressaltar que a banda já sofrera algumas mudaças de formação, não sendo a mesma que gravara o "debut".

publicidade

O cd traz ainda três temas ao vivo: "Stormblast", "Master of Disarmony" e "In Death's Embrace", com excelente produção e com o já consagrado estilo do Dimmu em ação (a banda é matadora ao vivo, pena que os brasileiros ainda não puderam conferir). Para o final deixei a música mais inusitada do EP: a versão para "Metal Heart" do Accept, gravada no "Tribute to Accept Vol. 1". Fãs confessos de Accept, os noruegueses praticamente transformaram a música para seu estilo, mantendo sua identidade, mas tornando-a o maior destaque do tributo.

publicidade

Um baita presente para os fãs da banda e para fãs de heavy/death/black. O Dimmu Borgir já é uma banda grande, mas não custa nada acompanhar esse processo ouvindo sua evolução e notando que ali sim existia um potencial a ser explorado. Compre!

Line Up "For All Tid":
Shagrath - Vocais/Guitarras
Cristan - Baixo
Silenoz - Guitarra/Vocais
Aarstad - Teclados
Cjodalv - Bateria

publicidade

Line Up "Godless Savage Garden":
Shagrath - Vocais
Nagash - Baixo
Tjodalv - Bateria
Astennu - Guitarras
Silenoz - Guitarras

Site Oficial: http://www.dimmu-borgir.com

Material Cedido Por:
Nuclear Blast/Century Media Brasil
Http://www.centurymedia.com.br

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Pseudônimos no Black Metal: De entidades pagãs a O Senhor dos AnéisPseudônimos no Black Metal
De entidades pagãs a O Senhor dos Anéis


Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2003Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 2003

Noisecreep: os 10 clipes mais assustadores do heavy metalNoisecreep
Os 10 clipes mais assustadores do heavy metal


Rolling Stone: As 500 melhores músicas segundo a revistaRolling Stone
As 500 melhores músicas segundo a revista

Slayer: Araya fala sobre fé e sua relação com o cristianismoSlayer
Araya fala sobre fé e sua relação com o cristianismo


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin