Resenha - Live On - Kenny Wayne Shepherd Band

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Haroldo
Enviar Correções  

6


Data de lançamento: 12.10.99

Selo: Giant Records/WEA (EUA)

publicidade

Kenny W. Shepherd: Guitar/Vocals
Noah Hunt: Lead Vocals
Sam Bryant: Drums
Keith Christopher: Bass

"I am forever indebted to my teachers... first by Stevie Ray Vaughan..."

Os agradecimentos iniciais já dizem tudo. O nome próprio triplamente composto, o timbre da guitarra, a "inspiração" e estilo das músicas, o jeito de tocar... tudo remete ao grande mestre e se transforma numa faca de dois gumes para KWS. O garoto prodígio que ganhou prêmio por melhor álbum de blues no ano passado volta com seu 4º disco, agora com mais acento rock. E vem bem acompanhado: Double Trouble completo (a indefectível cozinha de SRV... pronto! Só falta Kenny Wayne pedir emprestado o poncho e o chapéu) e uma multidão de convidados especiais, como Bryan Lee, James Cotton, Warren Haynes (Allman Brothers), Arion Salazar (Third Eye Blind), Les Claypool (Primus), etc. etc.. Qual o resultado disso tudo? Um ás na guitarra meio perdido entre tantas referências musicais: "Oh Well" é uma boa cover de Peter Green (Fleetwood Mac), a sombra de Duane Allman aparece em "Every Time It Rains" e ecos de SRV ressoam por todo o álbum. E o que LIVE ON tem de bom? O single que abre o cd - "In 2 Deep" (uma porretada hard rock que muito grupelho veterano esqueceu como se faz); a bela balada-título e a respeitosa balada instrumental de fechamento, "Electric Lullaby". O resto cumpre tabela, sem precisar ficar pulando faixa ao ouvir.

publicidade

Portanto, LIVE ON tem os ingredientes básicos para agradar os amantes de blues/rock. Porém, quando Kenny Wayne resolver se concentrar mais em seu som ao invés de reverenciar ídolos, aí sim teremos um novo guitar hero de verdade.

Website oficial: www.kwsband.com

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lars Ulrich: jucando no camarim do Guns N' RosesLars Ulrich
Jucando no camarim do Guns N' Roses

Osama Bin Laden: O que havia na sua coleção de cassetes?Osama Bin Laden
O que havia na sua coleção de cassetes?


Sobre Paulo Haroldo

Ex-comerciante, divorciado (liberdade ainda que tardia). Preferências musicais: Hard Rock (principalmente anos 70), Blues, Heavy Metal sem podreira, Progressivo (não confundir com ProgMetal), e todo bom rock/pop feito sem samplers, computadores e outros artifícios eletrônicos que só servem para mascarar falsos músicos. Exterminador de hip-hoppers...

Mais matérias de Paulo Haroldo no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin