Matérias Mais Lidas

imagemJames Hetfield e esposa Francesca se divorciam após 25 anos de união

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemO comovente relato de Kiko sobre como foi gravar em meio ao câncer de Mustaine

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemNando Reis relembra curioso único game que jogou na vida, durante gravação dos Titãs

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemAC/DC: Rick Rubin recorda a problemática produção de "Ballbreaker"

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemRaul Seixas: o clássico que presta homenagem ao brega e foi feito com Paulo Coelho

imagemA opinião de Brian May sobre Lemmy Kilmister e o Motörhead

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella


Dream Theater 2022

Resenha - Before An Audience Of Stars - Arise From Thorns

Por Thiago Sarkis
Em 08/11/01

Nota: 7

O Arise From Thorns, hoje usando o nome Brave, tem aqui um de seus lançamentos, "Before An Audience Of Stars", relançado, com vários elementos aprimorados em relação à versão original. Além de três faixas adicionais, incluindo-se aí a versão ao vivo de "To Dance By Moonlight", a banda conseguiu dar retoques importantes na produção e caprichou um pouco mais na capa e no encarte.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O estilo é tudo possível, menos o anunciado. O direcionamento sonoro nem sempre é indicador de qualidade, e o grupo é bem competente, mas é preciso alertar, pois tem muita gente que entra na onda da gravadora, compra o CD pensando que vai ouvir metal progressivo, e na verdade está adquirindo uma gravação semi-acústica de rock atmosférico, com toques de progressivo, jazz e pop.

Raras são as intervenções de guitarra, como acontece na belíssima "Time Alone". Harmonias bem construídas, criação de climas, participação dos teclados em pequenas orquestrações, e a voz suave da regular Michelle Loose, dão a tônica de todo o álbum. "Dreaming", "Among The Leaves", "Remember The Stars" e "Bluer Skies", exemplificam bem essa tendência, e servem como referência para o resto do disco.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Pra quem curte The 3rd And The Mortal, Ataraxia, The Gathering, é até uma boa indicação. O Arise From Thorns - ou Brave, como quiser - está longe de ser tão brilhante quanto os três conjuntos citados, mas tem lá seus bons momentos.

Site Oficial - http://www.bravemusic.com

Michelle Loose (Vocais, Piano & Teclados)
Scott Loose (Violões & Guitarras)
Chris Welborn (Baixo)
Trevor Schrotz (Bateria & Percussão)

Material cedido por:
Dark Symphonies – http://www.darksymphonies.com
P.O. Box 547, Billerica
MA 01821, USA
Email: [email protected]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Power Metal: os dez álbuns essenciais do gênero

Andreas Kisser: "Eloy Casagrande talvez não seja humano"


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.