Resenha - Down To Earth - Ozzy Osbourne

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Até o mais crédulo dos fãs de Ozzy Osbourne, teve medo dos comentários sobre o provável direcionamento musical deste seu novo álbum. O fato do eterno vocalista do Black Sabbath estar sempre em excursões com bandas de metal alternativo e o passado recente que levou para o lado comercial nomes expressivos como o Metallica, tornavam tênue a divisória entre o boato e a verdade. Todavia, era preciso ressaltar, antes de mais nada, um ponto relevante: a presença de Zakk Wylde nas guitarras.

Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosRoqueiros conservadores: a direita do rock na revista Veja

Aqueles que conhecem a carreira e o modo de agir do atual guitarrista de Ozzy, com certeza ficaram mais tranqüilos que os demais. Em todos estes anos no meio musical, o máximo que Wylde alcançou foi um country ou alguns trabalhos mais leves, acústicos. Sua vida se baseou em metal de altíssima qualidade e críticas severas a estilos como grunge e adidas. Não havia muita possibilidade de mudança e a prova disso está aí.

"Down To Earth" pode não ser a grande obra-prima de Ozzy mas apresenta uma vasta gama de influências levando a um número considerável de composições inspiradas e bem conduzidas. Começando por John Lennon - como vemos na balada "Dreamer" - passando por vestígios da era Randy Rhoads e chegando a toques discretos de metal 'moderno' logo encobertos pela guitarra raivosa de Zakk Wylde e as boas atuações de Mike Bordin e Robert Trujillo.

O disco possui uma divisão nítida. Na primeira parte, que vai até a sexta faixa, a inspiração sobra e surgem excelentes canções como "Facing Hell", "That I Never Head", "No Easy Way Out" e "Gets Me Through". Na segunda o ritmo cai um pouco mas se mantém um bom nível. Em especial a balada "Running Out Of Time" e a pesada "Can You Hear Them?" reservam bons momentos para os fãs.

Os trabalhos de produção, engenho e mixagem realizados por Tim Palmer e Mark Dearnley são límpidos e aparecem como fatores essenciais dentro dos ótimos resultados obtidos no novo lançamento de Ozzy Osbourne.

Site Oficial - http://www.ozzy.com

Ozzy Osbourne (Vocais)
Zakk Wylde (Guitarras)
Robert Trujillo (Baixo)
Mike Bordin (Bateria)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"


Black Sabbath: Rob Halford conta como foi substituir OzzyBlack Sabbath
Rob Halford conta como foi substituir Ozzy

Tony Iommi: certamente tenho orgulho do que nós fizemos!Tony Iommi
"certamente tenho orgulho do que nós fizemos!"


Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosBlack Sabbath
Avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos

Roqueiros conservadores: a direita do rock na revista VejaRoqueiros conservadores
A direita do rock na revista Veja


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adGooILQ