Matérias Mais Lidas

Iron Maiden: Bruce Dickinson te enganou em shows no Brasil em 2019 e você nem percebeuIron Maiden
Bruce Dickinson te enganou em shows no Brasil em 2019 e você nem percebeu

Pitty: cantora posta foto sexy em Stories do Twitter antes da rede extinguir ferramentaPitty
Cantora posta foto sexy em Stories do Twitter antes da rede extinguir ferramenta

Megadeth: Dave Mustaine compartilha riff brutal do novo álbumMegadeth
Dave Mustaine compartilha riff brutal do novo álbum

Raimundos: Digão diz por que, em sua visão, as pessoas falam que ele apoia BolsonaroRaimundos
Digão diz por que, em sua visão, as pessoas falam que ele apoia Bolsonaro

Butcher Babies: sem arrependimentos pela época de shows de toplessButcher Babies
Sem arrependimentos pela época de shows de topless

Limp Bizkit: Fred Durst muda visual e surpreende ao ficar parecido com Jon Bon JoviLimp Bizkit
Fred Durst muda visual e surpreende ao ficar parecido com Jon Bon Jovi

Iron Maiden: Eles detonaram muitas bandas, diz Garry Pepperd, guitarrista do JaguarIron Maiden
"Eles detonaram muitas bandas", diz Garry Pepperd, guitarrista do Jaguar

Slipknot: vídeo de 2005 previu a morte de Paul Gray e Joey Jordison?Slipknot
Vídeo de 2005 "previu" a morte de Paul Gray e Joey Jordison?

Marty Friedman: ex-Megadeth toca em Osaka com participação de guitarrista brasileiroMarty Friedman
Ex-Megadeth toca em Osaka com participação de guitarrista brasileiro

Paulo Sergio: Alguém explica o nome desta banda polonesa?Paulo Sergio
Alguém explica o nome desta banda polonesa?

Pitty: cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidasPitty
Cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidas

ZZ Top: baixista substituto só está barbudo por causa da pandemia, conta GibbonsZZ Top
Baixista substituto só está barbudo por causa da pandemia, conta Gibbons

Slipknot: campeã do BBB diz que Corey Taylor já pediu nudes dela; saiba reaçãoSlipknot
Campeã do BBB diz que Corey Taylor já pediu nudes dela; saiba reação

Joey Jordison: esposa de Corey Taylor se pronuncia sobre morte do bateristaJoey Jordison
Esposa de Corey Taylor se pronuncia sobre morte do baterista

Corey Taylor: Não podíamos trabalhar junto com JordisonCorey Taylor
Não podíamos trabalhar junto com Jordison


Stamp

Resenha - Holy Dio - A Tribute to the Voice of Metal - Vários

Por André Toral
Em 09/11/99

Caros amigos, temos no mercado o tributo mais badalado do ano. Para começar, vale dizer que Holy Dio é um tributo totalmente verdadeiro; ao contrário de Nativity in Black(tributo ao Black Sabbath)-cheio de bandas "descartáveis"-, onde só existem músicas da fase Ozzy em uma banda que teve gente como Dio, Gillan, Tony Martin etc. Em Holy Dio, são músicas de todas as fases em que Dio esteve em sua carreira, incluindo Black Sabbath e Rainbow, além, é claro, de sua magnifica carreira solo. Veja a demonstração:

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Black Sabbath- 5 músicas
Rainbow- 7 músicas
Dio- 6 músicas

Após isso, vale destacar que Holy Dio trouxe, na maioria, bandas conhecidas. Bandas que dão declarações de verdadeira devoção ao trabalho que Ronnie Dio desenvolveu ao longo de sua gloriosa carreira. Além do conteúdo musical, temos a arte que acompanha o álbum: magnifica! A capa é de assustar; traz o "monstro" tradicional com a corrente existente na capa do álbum Holy Diver. O encarte traz uma foto atual de Dio, com uma declaração- do próprio- de agradecimento aos artistas que participaram da elaboração deste projeto. E não para por aí, também existem comentários feitos por todas as bandas participantes, um mais interessante do que o outro!
No campo musical, temos 19 bandas- duas delas tocaram a mesma música, de maneira diferente.
O Blind Guardian é o carro-chefe; sua versão para Don’t Talk to Strangers ficou praticamente igual ao original, não fosse o vocal típico da banda. Até a parte instrumental se igualou ao original, onde o memorável solo da música também não sofreu grandes alterações. O Primal Fear atacou com Kill the King, onde seu único defeito foi o baixo vocal de Ralph Scheepers em relação aos instrumentos; a banda optou por modificar a estrutura da versão original, mas ficou muito bem tocada e inovativa. O Stratovarius também decidiu incluir o mesmo cover no tributo. Resultado: Kill the King duas vezes! No caso do Stratovarius, não se tratou de um cover recém feito, pois a banda já o havia concebido a bastante tempo. Porém, quem canta é Timo Tolkki e sua versão ficou bastante aproximada ao original, feito pelo Rainbow. Como em todos os tributos, não faltam as surpresas. Temos a linda Doro Pesch( a musa loira do metal) atacando com uma música nem tanto famosa, ou seja, Egypt(The Chains Are One). A versão ficou explêndia! Arrastada, pesada e melodiosa em virtude do vocal inconfundível de Doro. Estruturalmente, existem modificações enquanto a versão original. Já o maravilhoso Jag Panzer resolveu contra-atacar com Children of the Sea; uma versão muito aproximada do original feito pelo Sabbath, onde o destaque fica por conta da entonação com que Harry Conklin(vocalista) cantou o cover. Já o Fates Warning se apresentou com The Sign of the Southern Cross; decidiu por manter o clima obscuro, envolvente e arrastado, com algumas passagens extras de teclado por baixo do instrumental, que vieram a deixar a música ainda mais assustadora. O Catch the Rainbow é uma banda formada pelo baterista do Helloween, ou seja, Uli Kush, que só toca covers do Rainbow. Em sua versão para Rainbow Eyes, a banda soube bem interpretar o cover, com destaque para o violão e teclados, super afinados. Linda melodia! O Gamma Ray, com Long Live Rock’ n’ Roll, foi muito feliz em sua versão. Puramente rock and roll, a banda soube diversificar sem distorcer o original, e as guitarras transformaram esta versão em um puta heavy rock! O Swanö/ Tägtgren trouxe do fundo do baú uma versão para Country Girl, mais aproximada ao doom. As guitarras ficaram com a mesma entonação do que a versão original(Sabbath), e o clima arrastado, por si só, contribuiu para o desenvolvimento do cover, que beira a dramaticidade. Yngwie Malmsteen apostou em uma versão que já havia saído em seu álbum Inspiration, ou seja, Gates of Babylon; com Jeff Scott Sotto, dando um show a parte, Mamlsteen captou a classe e o peso que envolvem o original feito pelo Rainbow. Os violões clássicos também são muito bem tocados. Pesado, animalesco e selvagem, o Grave Digger fez questão de se afirmar mais uma vez, como sempre; sua versão para We Rock(Dio) ficou alucinante e com guitarras pesadas, dois bumbos destruindo na bateria e um vocal gritante, furioso e gutural no refrão, créditos para Chris Boltendahl(vocalista). O Hammerfall veio com Man on the Silver Mountain(Rainbow); a banda soube adaptar o original ao seu estilo, produzindo um cover cheio de emoção e melodia. O Holy Mother detonou com Holy Diver, e o incrível ficou por conta de Mike Tirelli(vocalista), pois se não viesse escrito que foi o Holy Mother tocando este cover, poderíamos jurar que o vocalista em questão, fosse o próprio Ronnie James Dio! Instrumentalmente, no que diz respeito a base original(Dio), tudo ficou em ordem. O problema é que Holy Diver original, traz um dos solos mais bonitos da carreira do Dio, e ao modificar algo tão precioso, corre-se o risco de ser reprovado. Como isso varia de fã para fã, prefiro deixar para livre interpretação. Axel Rudi Pell bombardeou com uma magnifica versão para Still I’m Sad, presente em Rainbow- on satge(live). Tudo bem que a música, originalmente, é do Yardbirds( que teve gente como Jimmy Page, Eric Clapton e Jeff Back), mas ficou imortalizada na versão que o Rainbow registrou ao vivo. Instrumentalmente, o cover ficou fantástico! Um tanto diferente por parte da bateria, mas igualmente maravilhoso. Outro vocalista que se igualou a Dio, foi Johny Gioeli. O Enola Gay também se deu bem com Heaven and Hell; comparando com o original(Sabbath), não há muitas mudanças, a não ser a linha vocal de Peter Diersmann, que, diga-se de passagem, ficou muito boa. E agora, temos um dos novos destaques do heavy metal: Steel Prophet. Destruindo com Neon Knights(Sabbath), a banda ultrapassou os limites do peso, com bom gosto e energia. Teclados na parte do refrão incrementaram o clima, da mesma maneira com que Steve Kachinsky(vocalista) detonou com sua voz rouca, ora parecendo-se com Dio, ora impondo seu próprio estilo de canto. Em relação ao original(Sabbath), ficou mais rápida, mas nem tão diferente. O Solitude Aeturnus veio com uma grata surpresa, Shame on the Night(Dio). O destaque fica por conta do vocal furioso e rouco de Robert Lowe. A banda interpretou soberbamente o original existente no álbum Holy Diver, retocando algo aqui e ali. Infelizmente o Destinys End não teve a mesma sorte das outras bandas; com The Last in Line(Dio)- logo com um clássico!- a banda fez muito feio, inclusive com um vocalista muito, mas muito ruim! O instrumental também ficou muito abaixo da média. Caberia ao responsável pelos tributos, a missão de eliminar aberrações deste tipo. Passe desapercebido. Para compensar, tem-se um extraordinário desfecho com Angel Dust, interpretando a maravilhosa Temple of the King. Fantasticamente, o cover mudou- e muito!- em relação ao original; adicionaram teclados bem alinhados à proposta da música, bem como guitarras pesadas que acompanharam a re- construção do original registrado no primeiro álbum do Rainbow. Os violões que iniciam a música são marcas registradas, e foram mantidos explêndidamente. O trabalho vocal feito por Dirk Thurisch emociona. Aliás, este cover é extremamente emocionante! O Angel Dust soube dar uma nova cara, sem mudar o sentido original. Dá pra entender?
O que? Você também está se perguntando: "- Onde está Stand up and Shout e Rainbow in the Dark?". Bom, foi a mesma pergunta que muita gente se fez, inclusive eu. Alguns também prefeririam que este tributo trouxesse só músicas da carreira solo do Dio. Pessoalmente, acredito que poderiam ser incluídas músicas de Secread Heart, Dream Evil e Lock up the Wolves mas...Tocar coisas do Black Sabbath e Rainbow, além de fazerem parte da vida de Ronnie James Dio, é claro, também tem mais apelo com os fãs. De qualquer maneira, uma coisa é certa, ou seja, Dio tem tento material que um tributo duplo não é suficiente para cobrir toda a sua história; mesmo assim, valeu pelo excelente Holy Dio. LONG LIVE ROCK’ N’ ROLL!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Material cedido por:
Century Media Records
Departamento de Publicidade
Caixa Postal 1240
São Paulo - SP
CEP 01059-970

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Pentral
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Dio: o Sabbath era um navio fantasma quando entrei, disse em autobiografia póstumaDio
"o Sabbath era um navio fantasma quando entrei", disse em autobiografia póstuma

Dio: Cantor sentiu terror e animação com o convite para entrar no SabbathDio
Cantor sentiu "terror e animação" com o convite para entrar no Sabbath

Dio: holograma, documentário e planos da Dio Band; acho que os fãs vão gostarDio
Holograma, documentário e planos da Dio Band; "acho que os fãs vão gostar"

Dio: artista cria guitarra no formato dos chifres do vocalistaDio
Artista cria guitarra no formato dos "chifres" do vocalista

King's Legacy: Single de "Long Live Rock n Roll" do projeto de Tributo ao Dio é lançado

Ronnie James Dio: em autobiografia, ele conta por que quase não entrou no Black SabbathRonnie James Dio
Em autobiografia, ele conta por que quase não entrou no Black Sabbath

Luiz Carlos Jr: narrador do SporTV surpreende ao tocar clássico do Dio no baixo; assistaLuiz Carlos Jr
Narrador do SporTV surpreende ao tocar clássico do Dio no baixo; assista

Rock e metal: 7 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (16) para você ouvirRock e metal
7 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (16) para você ouvir

Europe: Joey Tempest faz tributo acústico a Ronnie James DioEurope
Joey Tempest faz tributo acústico a Ronnie James Dio

Dio: vocalista deixou de tocar trompete por que instrumento não o ajudava na paqueraDio
Vocalista deixou de tocar trompete por que instrumento não o ajudava na paquera

Yngwie Malmsteen: guitarrista revela porque ele e Dio nunca compuseram juntosYngwie Malmsteen
Guitarrista revela porque ele e Dio nunca compuseram juntos

Rápidos: 20 álbuns gravados por bandas de heavy metal que duram menos de 45 minutosRápidos
20 álbuns gravados por bandas de heavy metal que duram menos de 45 minutos

Dio: vocalista fazia mão chifrada para não repetir gesto da paz feito por OzzyDio
Vocalista fazia mão chifrada para não repetir gesto da paz feito por Ozzy

Lista: bandas de rock e heavy metal que têm o mesmo nome (ou sobrenome) de seus líderesLista
Bandas de rock e heavy metal que têm o mesmo nome (ou sobrenome) de seus líderes

Bruce Dickinson: viralizando ao cantar 4 segundos de Heaven and Hell, do SabbathBruce Dickinson
Viralizando ao cantar 4 segundos de "Heaven and Hell", do Sabbath


Chuck Billy: Era humilde e a pessoa mais doce do mundo!Chuck Billy
"Era humilde e a pessoa mais doce do mundo!"

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1984Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1984

Rock e Metal: Doze ótimos álbuns para iniciantesRock e Metal
Doze ótimos álbuns para iniciantes


Guns N' Roses: Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?Guns N' Roses
Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?

Túmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUATúmulos
Alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA


Sobre André Toral

Formado em Administração de Empresas. Curte Hard clássico dos anos 70 e início dos 80; Heavy Metal é sua religião.

Mais matérias de André Toral.