Slayer: 10 curiosidades sobre a banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

O Slayer é a maior banda de thrash metal da historia, e dificilmente algum fã do estilo não gosta do trabalho da banda californiana.

Slayer: veja trailer teatral de Repentless Killogy, que será lançado nos cinemasSolos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NME

Na estrada há mais de três décadas, o Slayer possui inúmeros álbuns clássicos lançados, e lota shows até os dias de hoje. Inclusive, a banda, que está em sua última turnê, passará pelo Brasil no próximo mês de outubro.

Para entrar no clima, preparei uma lista de curiosidades sobre a banda para você utilizar na mesa do bar, no trabalho, na escola, ou onde você achar melhor. Confira!

1 - Os barulhos no início de "Evil Has No Boundaries"

A faixa que abre o clássico "Show No Mercy" tem alguns barulhos estranhos logo em seu início. Repare bem entre os 04 e 06 segundos iniciais, há um barulho parecido com algum cabo sendo conectado em uma caixa ou algum instrumento de corda.

2 - As semelhanças entre o início de "Reign In Blood" e "Show No Mercy"

Tanto o primeiro quanto o terceiro álbuns do Slayer começam de maneira parecida (note que escrevi PARECIDA e não IDÊNTICA): um riff macabro seguido de um grito insano do vocalista Tom Araya. A diferença é que na primeira faixa de "Show No Mercy", a já citada "Evil Has No Boundaries", Tom grita com 11 segundos, e em "Angel Of Death", a caixa de som quase vai pra vala aos 19 segundos.

3 - O disco "Hell Awaits" começa e termina com o mesmo riff

O segundo lançamento da banda, "Hell Awaits", começa e termina com o mesmo riff. Ouça a faixa título e depois ouça o final de "Hardening Of The Arteries", música que encerra o disco.

4 - "Ghosts Of War" começa como "Chemical Warfare" acaba

Essa nem precisa ser muito esperto para saber. Ouça o riff final da música do ótimo "Hauting The Chapel" e coloque a sexta faixa de "South Of Heaven" na sequência.

5 - Tom Araya torce pelo Everton, de Viña Del Mar

Se você acha que a vida do vocalista do Slayer se resume em diabo, sangue e assassinatos, é melhor rever seus conceitos. Tom Araya, nascido e criado no Chile, é torcedor do Everton, de Viña del Mar, time da primeira divisão chilena.

6 - "213" é um número macabro

Talvez a única música do Slayer que tenha uma mensagem "bonita" seja "213", do álbum "Divine Intervention", já que no final do refrão Tom Araya canta que "...as memórias mantém o amor vivo, as memórias nunca morrem...".

Pois bem, acontece que a música está bem longe de contar uma historia positiva, já que 213 era o número do serial killer Jeffrey Dahmer, que além de estuprar e matar, cometia atos de canibalismo e necrofilia. E sobre as memórias, é bem provável que sejam referentes aos restos humanos de suas vítimas que Jeffrey guardava em seu apartamento.

7 - Cronos, do Venom, já nocauteou Tom Araya

Depois de achar que o vocalista do Venom era um vaso sanitário, Tom Araya beijou a lona:

Venom: Cronos conta como bateu em Tom Araya após ser mijadoVenom
Cronos conta como bateu em Tom Araya após ser mijado

8 - A banda já ganhou o Grammy (mais de uma vez)

Apesar de ser o maior representante da desgraça musical, o Slayer já venceu um Grammy. Foi no ano de 2007, na edição número 49 da premiação, quando a banda venceu na categoria "Melhor Performance Metal", por conta da música "Eyes Of The Insane". No ano seguinte, na mesma categoria, a banda venceu com a música "Final Six".

9 - A introdução macabra de "Hell Awaits"

Possivelmente você já deve ter se perguntado o que é falando antes do riff inicial de "Hell Awaits". Pois bem, nada mais é do que as palavras "Join Us" (junte se a nós) ao contrário, o que resulta em "Su Nioj". Convite duvidoso, hein?

10 - "Psychopathy Red" é inspirada em um terrível serial killer

A música do disco "World Painted Blood" foi inspirada em Andrei Chikatilo, um cruel e sádico assassino em série soviético que assassinou mais de 50 pessoas entre as décadas de 1970 e 1990.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Slayer"


Slayer: veja trailer teatral de Repentless Killogy, que será lançado nos cinemasSlayer
Veja trailer teatral de Repentless Killogy, que será lançado nos cinemas

Slayer: show será exibido em cinemas do Brasil; veja cidadesSlayer
Show será exibido em cinemas do Brasil; veja cidades

Em 09/10/1990: Slayer lançava Seasons In The Abyss

Em 07/10/1986: Slayer lançava Reign In Blood, o maior clássico do thrash metalEm 07/10/1986
Slayer lançava Reign In Blood, o maior clássico do thrash metal

Jornal Nacional: Bonner reclama de barulho de metaleiros do Rock in Rio em pontoJornal Nacional
Bonner reclama de barulho de "metaleiros" do Rock in Rio em ponto

Slayer: no Rock in Rio, o adeus com clássicos e até sinalizadores; vídeosSlayer
No Rock in Rio, o adeus com clássicos e até sinalizadores; vídeos

Slayer: confira o repertório da banda para o Rock in Rio 2019Slayer
Confira o repertório da banda para o Rock in Rio 2019

Slayer: vídeos em HD do show em São Paulo

Slayer: Como seria se a banda fizesse a trilha sonora do fim do mundo?Slayer
Como seria se a banda fizesse a trilha sonora do fim do mundo?

Grandes covers: cinco versões para "Angel Of Death", clássico do Slayer

Slayer: mais de 8 mil fãs foram ao show de despedida em São Paulo, diz jornalSlayer
Mais de 8 mil fãs foram ao show de despedida em São Paulo, diz jornal

Slayer: Em São Paulo, uma despedida tão grandiosa quanto o legado da bandaSlayer
Em São Paulo, uma despedida tão grandiosa quanto o legado da banda

Rock in Rio 2019: horários do dia do metal passam por pequena alteraçãoRock in Rio 2019
Horários do "dia do metal" passam por pequena alteração

Slayer: veja vídeos e repertório do último show solo da banda no BrasilSlayer
Veja vídeos e repertório do último show solo da banda no Brasil

Slayer: Henrique Fogaça cozinha para eles e diz que foi um dos melhores dias da vidaSlayer
Henrique Fogaça cozinha para eles e diz que foi um dos melhores dias da vida

Slayer: treinando antes de fazer no próprio braçoSlayer
Treinando antes de fazer no próprio braço

Megadeth: Kerry King não sabe como alguém consegue aguentar MustaineMegadeth
Kerry King não sabe como alguém consegue aguentar Mustaine

Slayer: ouça Angel Of Death 800% mais lentaSlayer
Ouça "Angel Of Death" 800% mais lenta


Solos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NMESolos de guitarra
Lista dos 50 melhores segundo a NME

Cults: 10 álbuns influentes que fracassaram nas vendasCults
10 álbuns influentes que fracassaram nas vendas

James Hetfield: O equilíbrio entre Metallica e vida familiarJames Hetfield
O equilíbrio entre Metallica e vida familiar

Roadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadoraRoadrunner
Os dez melhores vídeo-clipes da gravadora

Metallica: os segredos de Enter SandmanMetallica
Os segredos de "Enter Sandman"

Yes: os álbuns da banda, do pior para o melhorYes
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

Journey: Steve Perry era um fenômeno humano, diz baixista do StyxJourney
"Steve Perry era um fenômeno humano", diz baixista do Styx


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336