Jimi Hendrix: quando os deuses fazem amor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fotoboard Tramparia, Fonte: Jimi Hendrix - Por Ele Mesmo
Enviar correções  |  Ver Acessos

Na finaleira do ano de 1960, JIMI HENDRIX, NOEL REDDING, MITCH MITCHELL e BILLY COX, trabalhavam arduamente para o lançamento do terceiro disco da banda. Estamos falando da obra-prima chamada Eletric Ladyland.

Antes do Black Sabbath: as 50 músicas mais pesadas do rockHeavy Metal: 10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na autobiografia "JIMI HENDRIX - Por Ele Mesmo", o guitarrista mais psicodélico de todos os tempos fala sobre a essência do disco Eletric Ladyland, e também destaca que podemos usar a fantasia para ajudar a entender a dura realidade da vida.

Local de Publicação: Rio de Janeiro | Ano: 2014 | Páginas: 216 | Editora Zahar | Capa: Estúdio Insólito | Projeto Gráfico: Carolina Falcão | Foto da Capa: Motion Picture Library/Getty Images

Eu queria fazer de Electric Ladyland um álbum duplo, mas foi dureza. Os produtores e as gravadoras não querem isso. Eu estaria disposto a gastar até o último centavo no disco se achasse que estava bom o suficiente. E é o que vou fazer, eles vão ter que colaborar!

Nós tínhamos tantas músicas boas, é por isso que eu queria um álbum duplo. Não sei se eram boas do ponto de vista comercial, mas o tempo estava passando, nosso som estava mudando e havia essas canções que ninguém tinha escutado.

Você lança um LP simples e espera seis meses para lançar mais um single, que já vai ter envelhecido. Estamos tentando dar o máximo de nós de seis meses atrás até hoje. Porque estamos em constante evolução.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Electric Ladyland é diferente de tudo o que fizemos antes. De vez em quando, o disco é meio "electric funk", mas tem outras músicas que vão na direção oposta, fantasia total.

A gente não tem um lado só, as gravações às vezes também dão vazão a esses outros lados. É como dizer a alguém algo duro, mas sem querer dar a impressão de dureza demais. É aí que entram as músicas de fantasia.

Há quem pense que não sabemos do que estamos falando, mas basta atentar para a faixa anterior e para a seguinte. O disco não é uma mistura feita de qualquer jeito. Cada pequeno detalhe que se escuta significa alguma coisa.

Não digo que seja uma maravilha, mas é o Experience. Algumas faixas passam uma sensação de brutalidade, de dureza. É parte de nós, uma outra parte de nós.

I want show you different emotions,
I want to ride through
The sounds and motions,
Electric woman waits for you and me.

Good and evil lay side by side
While electric love penetrate the sky
I want to show you...
I want to show you

Algumas dessas garotas sacam mais de música do que os garotos. Alguns a chamam de groupies, eu prefiro o termo "Electric Ladies". O meu álbum Electric Ladyland é todo sobre elas.

Começa com uma pintura sonora de noventa segundos que representa os céus. É um retrato do que acontece quando os deuses fazem amor -- ou seja lá o que for que os deuses fazem para passar o tempo. Sei que os críticos vão cair em cima disso, então colocamos logo no começo, assim podemos seguir adiante.

As coisas que escrevo são só um choque entre realidade e fantasia. É preciso usar a fantasia para mostrar faces diferentes da realidade.

Não estamos jogando nenhum joguinho, tentando fundir a cuca do público nem nada disso. "1983", por exemplo, serve para afastar da mente do que está acontecendo hoje, mas sem fugir completamente, como alguns podem fazer com certas drogas e tal...

Hooray, I awake from yesterday
Alive, but the war is here to stay
So my love, Catherina and me,
decide to take our last walk through the noise to the sea
Not to die but to reborn,
away from lands so battered and torn
Forever, forever

Oh say, can you see it's really such a mess
Every inch of Earth is a fighting nest
Giant pencil and lipstick tube shaped things,
Continue to rain and cause screaming pain
And the arctic stains from silver blue to bloody red
as our feet find the sand,
and the sea is straight ahead, straight up ahead

Well it's too bad that our friends, can't be with us today
Well it's too bad
The machine, that we built,
would never save us', that's what they say
That's why they ain't coming with us today
And they also said it's impossible for a man to live and breathe under
water, forever,
was their main complaint
And they also threw this in my face, they said:
"Anyway, you know good and well it would be beyond the will of God,
and the grace of the King,"Grace of the King.

So my darling and I make love in the sand,
to salute the last moment ever on dry land
Our machine, it has done its work, played its part well
Without a scratch on our bodies and we bid it farewell
Starfish and giant foams greet us with a smile
Before our heads go under we take a last look at the killing noise
Of the out of style, the out of style, out of style(oooh)...

So down and down and down and down we go
Hurry my darlin' we mustn't be late
For the show
Neptune champion games to an aqua world is so my dear
Right this way smiles a mermaid
I can hear atlantis full of cheer
Atlantis full of cheer
I can hear atlantis full of cheer

JIMI HENDRIX está presente na Discoteca Cifranegriana que integra a Coleção Cifranegriana de Indumentária & Relíquias

Faixa 2: Have You Ever Been (To Electric Ladyland) | Álbum: Electric Ladyland (1968) | Gravadora: MCA Records | Produtor: JIMI HENDRIX | Video: Performance da banda americana OPEN HAND (fundada em 1997, em Hollywood - CA)

Faixa 11: 1983 (A Merman I Shoud Turnr To Be) | Álbum: Electric Ladyland (1968) | Gravadora: MCA Records | Produtor: JIMI HENDRIX | Video: Performance da banda THE ALLMAN BROTHERS BAND(fundada em 1969, da cidade de Deacon, no estado da Georgia)

Essa matéria faz parte da categoria Trecharias BioRockers e da Biblioteca Cifranegriana - Portalblog cifranegramisterial.com.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Jimi Hendrix"


Steve Vai: as 10 melhores faixas de guitarra na opinião deleSteve Vai
As 10 melhores faixas de guitarra na opinião dele

Hendrix: médico diz que tese de assassinato é plausívelHendrix
Médico diz que tese de assassinato é plausível


Antes do Black Sabbath: as 50 músicas mais pesadas do rockAntes do Black Sabbath
As 50 músicas mais pesadas do rock

Heavy Metal: 10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhosHeavy Metal
10 músicas inspiradas em heróis de quadrinhos


Sobre Fotoboard Tramparia

Fotógrafo artístico que registra e cria cenários com objetos ligados a cultura pop/rock, como CDs, livros, camisetas etc. Edita textos, fotos e divulga bandas no Portalblog cifranegramisterial.com. Desde os tempos de guri, ouve Led Zeppelin, The Cult, Rush, AC/DC, Iron Maiden, Guns N' Roses, Alice In Chains, entre outras inúmeras lendas do rock/metal. Toca piano e teclado, pratica esportes e está sempre em busca de energia rock and roll e da natureza.

Mais matérias de Fotoboard Tramparia no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline