Van Halen: Não seja doidão, garanta seu ganha pão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fotoboard Tramparia, Fonte: Van Halen - Greg Renoff
Enviar correções  |  Ver Acessos

No início da década de 1970, os irmãos Alex e Eddie Van Halen ganhavam espaço na cena musical da cidade californiana de Pasadena.

Planno D: 10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)Kirk Hammett: "Mustaine toca rápido e eu, melódico"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Seu Cifro contente por sair na foto junto aos álbuns do Van Halen, ítens da Discoteca Cifranegriana.
Seu Cifro contente por sair na foto junto aos álbuns do Van Halen, ítens da Discoteca Cifranegriana.

Com Alex na bateria, Eddie na guitarra e vocais e Mark Stone no baixo, formaram a banda Mammoth.

Esse jovem power trio conquistava novos fãs a cada mini-show, e os covers na guitarra eram perfeitamente tocados por Eddie, que não economizava notas, tirando um som idêntico às músicas originais.

Clássicos como "Fairies Wear Boots" e "Paranoid" do Black Sabbath, "See Me, Feel Me, Touch Me" e "My Generation" do The Who e "White Room", "Politician" do Cream faziam parte do repertório.

O grupo era ingrediente indispensável em agitos de festas colegiais, churrascos e bailes locais.

Local de Publicação: São Paulo | Ano: 2016 Páginas: 352 | Editora: Madras | Capa: Equipe Técnica Madras
Local de Publicação: São Paulo
Ano: 2016 Páginas: 352
Editora: Madras
Capa: Equipe Técnica Madras

O estudo diário do guitarrista refletia diretamente na tocabilidade, o que resultava em covers com qualidade acima da média e desenvoltura nas apresentações.

Inclusive, nessa época Eddie ainda não pirava o cabeçote com a galera, recusava os convites e partia sozinho direto para casa, só pensando em praticar sua guitarra no quarto.

O trecho a seguir foi retirado do livro A Ascensão do VAN HALEN, do autor Greg Renoff.

Contracapa do livro A Ascensão do Van Halen.
Contracapa do livro A Ascensão do Van Halen.

"Apesar da reputação da banda (Mammoth), Edward se recusava a se deitar sobre os louros. O adolescente introvertido praticava sem parar e recusava quase todos os convites sociais para fazer isso.

Taylor Freeland diz: "Edward era um cara muito legal e centrado. Ele não era festeiro. Aquela era a época da experimentação das drogas, então as pessoas saíam da escola pra ir a uma festa na casa de alguém.

Nós fazíamos planos e convidávamos: 'Ei, Edward, vem com a gente'. Ele dizia: 'Não, eu tenho de ir pra cassa ensaiar, cara'.

Faixa 1: Mean Street | Álbum: Fair Warning (1981) | Van Halen

Ainda hoje eu consigo ouvi-lo dizendo isso. Eram suas famosas palavras, e isso era tudo o que ele fazia. Ele é aquele caso clássico do cara que gostava de fazer alguma coisa.

Eles tinham uma missão', explica.

George Courville, que depois passou a arrumar os amplificadores de Edward, concorda e acrescenta: "Ed nunca gostou de maconha, porque esquecia os licks e as letras das músicas.

Ele bebia umas cervejas, mas nunca a caixa toda. Ed ficava em casa e não saía do quarto. Muitos acham que a técnica de Ed era natural. Não, ele ensaiava pra burro. Nós o deixávamos sentado na beira da cama. Voltávamos quatro ou cinco horas depois e ele continuava no mesmo lugar ainda tocando".

Faixa 4: Ain't Talk About Love | Álbum: Van Halen (1978) | Van Halen

A namorada de Eddie na época, Whitaker, lembra que ele até levava a guitarra quando ia pra casa dela: "Ele sempre praticava na casa dos meus pais. Todo dia ele deixava a guitarra lá. Ele a deixava enquanto estava na escola. Ele sempre tocava pra mim 'Can't Find My Way Home' do Blind Faith, porque eu adorava".

Além de praticar, Edward estava sempre aprendendo músicas novas. Em uma época antes dos livros com tablaturas e tutorais de guitarra no Youtube, o ouvido incrível de Edward lhe dava a habilidade de ouvir uma música uma vez e começar a tocar junto.

Michael McCarthy, que cresceu em Pasadena, conta: "Eu já tinha visto o Eddie tocar no Hamilton Park, mas não o conhecia.

Eddie tinha uns 16 anos na época. Mas meu amigo disse que eu tinha de me tornar um guitarrista melhor antes de ser apresentado ao Eddie.

Então, eu pratiquei oito horas por dia e daí meu amigo me disse: 'Certo, podemos ir'. Nós chegamos lá e Eddie e Alex estavam dividindo essa sala minúscula.

O lugar cheirava a amplificador, pois havia um cabeçote e um gabinete Marshall ocupando metade da sala. Tinha uma foto do Ginger Baker em uma parede e do Eric Clapton na outra.

Álbum: Women And Children First (1980) | Van Halen

Eddie colocou o Fragile do Yes em uma pequena vitrola barata Silvertone. O motor estava exposto e parecia que Eddie tinha aberto para consertar.

Ele começou a tocar com 'Roundabout' nota por nota e depois acompanhou o disco inteiro, sem errar. Isso realmente me deixou pasmo, porque não era uma coisa fácil de tocar. Ele tinha um ouvido incrível".

Essa matéria faz parte da categoria Trecharias BioRockers e da Biblioteca Cifranegriana - Portalblog cifranegramisterial.com.

Comente: Qual foi o segredo do sucesso arrasador do Van Halen?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Van Halen"


Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

David Lee Roth: correndo de Los Angeles a Nova York em 1985David Lee Roth
Correndo de Los Angeles a Nova York em 1985


Planno D: 10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)Planno D
10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)

Kirk Hammett: Mustaine toca rápido e eu, melódicoKirk Hammett
"Mustaine toca rápido e eu, melódico"


Sobre Fotoboard Tramparia

Fotógrafo artístico que registra e cria cenários com objetos ligados a cultura pop/rock, como CDs, livros, camisetas etc. Edita textos, fotos e divulga bandas no Portalblog cifranegramisterial.com. Desde os tempos de guri, ouve Led Zeppelin, The Cult, Rush, AC/DC, Iron Maiden, Guns N' Roses, Alice In Chains, entre outras inúmeras lendas do rock/metal. Toca piano e teclado, pratica esportes e está sempre em busca de energia rock and roll e da natureza.

Mais matérias de Fotoboard Tramparia no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor