Matérias Mais Lidas

imagemSlash explica por que rejeitou Corey Taylor no Velvet Revolver

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemNergal diz que Behemoth é mais que anti-religião e emociona-se com LGBTQ e aborto

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemPerformance "controversa" de Axl Rose em show viraliza no Tik Tok

imagemDepeche Mode divulga a causa oficial da morte de Andy Fletcher

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

imagemPaul Di'Anno recebe autógrafo de Rivellino e fica feliz da vida; "Te vejo ano que vem?"

imagemGeddy Lee e a playlist que ele criou com músicas que o inspiram a tocar baixo

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemBob Dylan explica a diferença entre suas composições e as de Paul McCartney


Stamp

Circus Maximus: nem só de black metal vive a Noruega

Por Ricardo Cunha
Fonte: Esteril Tipo
Em 24/08/17

publicidade

Circus Maximus é uma banda de metal progressivo originária de Oslo, Noruega. Seu som assemelha-se ao de bandas como A.C.T, Evergrey, Queensryche, Symphony X e Dream Theater, entre outras. Começaram como uma banda cover, mas depois de duas demos muito bem produzidas assinaram com um o selo americano especializado em heavy metal, Sensory Records, que deu suporte para o lançamentos de um disco completo.

O seu álbum de estreia, chamado The 1st Chapter, foi lançado em maio de 2005, mixado em diversos estúdios na Noruega e na Dinamarca pelo produtor Tommy Hansen (Helloween, Pretty Maids, Wuthering Heights). Em novembro de 2005, o membro-fundador Espen Storø decidiu deixar a banda por razões pessoais e foi substituído no início de 2006 por Lasse Finbråten (ex-membro da banda norueguesa Tritonus). Disco bastante maduro para um "primeiro álbum", com excelentes composições e uma boa dose de aproach!

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Isolate, o segundo disco, e o favorito deste que vos escreve, mostra uma banda completamente amadurecida mostrando não apenas técnica apurada, mas trazendo composições complexas e cheias de nuances. Destaque para o vocalista Michael Eriksen, que além de haver encontrado um belo timbre vocal, interpreta as canções belissimamente. De um modo geral, todos na banda são exímios instrumentistas e juntos fizeram um disco que poderá se tornar clássico, um dia.

"Muito aconteceu em nossas vidas pessoais nos últimos anos", explica o baterista Truls Haugen. "Três de nós tivemos filhos, além disso, também tivemos vários solavancos na estrada com a produção. Portanto, não foi exatamente somente alegria, mas é ótimo finalmente haver feito um grande álbum, e depois de todo esse tempo, estar pronto para libertar nosso novo monstro! Para este novo disco, a banda apresenta o melhor de dois mundos - oferecendo os momentos mais melódicos e ao mesmo tempo mais pesados ​​de seu repertório, com a classe e a maturidade que é realmente de outro mundo. "A maioria do material no novo registro foi escrito por Mats Haugen e ele levou a música a uma abordagem mais simples e acessível, mas manteve os elementos progressivos e o "núcleo" disto que é o Circus Maximus", diz Truls Haugen. "Na verdade, somos mais melódicos e pesados ​​neste novo disco do que nunca".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

O quarto álbum de estúdio mostra que o tempo tem o poder de redefinir todos os nossos referenciais, sejam eles quais forem, em função de nossos objetivos, que também estão sujeitos à mudanças. Havoc mostra a banda literalmente mais acessível e menos robusta quanto as suas marcas principais: a complexidade das composições (componente que melhor emprestava à banda características do progressivo) e o vocal (que a despeito de toda a sua capacidade de alcance, se mostra mais brando). Não que seja um disco ruim, é que parece mesmo se orientar para a abertura de público.]

"Em 6 de fevereiro de 2016, o Circus Maximus comemorou o lançamento de seu quarto álbum de estúdio, Havoc, com um show esgotado no Rockefeller em Oslo, com uma impressionante produção ao vivo que envolveu pirotecnia e uma enorme plataforma de iluminação. A banda queria fazer deste show uma das performances mais memoráveis da história do Circus Maximus e depois compartilhar essa noite com o mundo. Então, foi decidido capturar a noite inteira com várias câmeras de alta definição para um lançamento em Blu-Ray e DVD, além do tradicional CD. O resultado chama-se Havoc In Oslo."

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Como o disco Ao Vivo foi inspirado na performance ocorrida no Japão pouco antes, e como não foi disponibilizado o vídeo Havoc In Oslo no YouTube, deixo-os com o belo vídeo de Live In Japan, que poder ser conferida abaixo.

Referências:

Facebook Official, YouTube Official, Wikipedia, Brave Words.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Ricardo Cunha

Editor no site Esteriltipo - Marketing de Conteúdo.

Mais matérias de Ricardo Cunha.