Patti Smith: cantora fala de Sam Shepard, recentemente falecido

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Contrera, Fonte: New York Times
Enviar correções  |  Ver Acessos

Não é de hoje que percebo que falta, para muitos que aqui nos lêem, uma ponte entre outras artes e o rock que tanto amamos. Claro que nem adianta eu ficar defendendo isso, com meu nome.

Além do Maiden: A História da New Wave Of British Heavy MetalAndre Matos declara: "O Angra tinha que acabar!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ocorre que o grande dramaturgo Sam Shepard faleceu anteontem à noite e parece que aqui ninguém se tocou (mentira, porque alguns que me lêem sabem disso e até entendem melhor dele do que eu).

Mas nós aqui precisamos de saber mais de outras artes. E nada melhor do que por boas mãos. Patti Smith publicou esta terça um artigo no NYTimes sobre o Buddy dela. Leiam, faz bem. Faz muito bem.

Bom descanso, Sam.

http://www.newyorker.com/culture/culture-desk/my-buddy-sam-s...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Patti Smith"


Vaticano: católicos enfurecidos com cantora punk no NatalVaticano
Católicos enfurecidos com cantora punk no Natal


Além do Maiden: A História da New Wave Of British Heavy MetalAlém do Maiden
A História da New Wave Of British Heavy Metal

Andre Matos declara: O Angra tinha que acabar!Andre Matos declara
"O Angra tinha que acabar!"


Sobre Rodrigo Contrera

Rodrigo Contrera, 48 anos, separado, é jornalista, estudioso de política, Filosofia, rock e religião, sendo formado em Jornalismo, Filosofia e com pós (sem defesa de tese) em Ciência Política. Nasceu no Chile, viu o golpe de 1973, começou a gostar realmente de rock e de heavy metal com o Iron Maiden, e hoje tem um gosto bastante eclético e mutante. Gosta mais de ouvir do que de falar, mas escreve muito - para se comunicar. A maioria dos seus textos no Whiplash são convites disfarçados para ler as histórias de outros fãs, assim como para ter acesso a viagens internas nesse universo chamado rock. Gosta muito ainda do Iron Maiden, mas suas preferências são o rock instrumental, o Motörhead, e coisas velhas-novas. Tem autorização do filho do Lemmy para "tocar" uma peça com base em sua autobiografia, e está aos poucos levando o projeto adiante.

Mais matérias de Rodrigo Contrera no Whiplash.Net.

Goo336x280