The Who: Keith Moon queria uma noitada, acabou voltado para obra de caridade

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Carol Manzatti, Fonte: Ultimate Classic Rock
Enviar correções  |  Ver Acessos

Que os senhores Roger Daltrey e Pete Townshend do THE WHO são engajados em obras de caridade, incluindo décadas de esforços na angariação de fundos através da organização Teen Cancer America, não é nenhuma novidade. Mas Pete Townshend revelou em uma entrevista recente ao Yahoo Music, como tudo começou.

Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de DominóCinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O baterista Keith Moon estava buscando uma companhia feminina. A banda estava em processo de gravação do álbum Quadrophenia quando eles receberam uma ligação da atriz Joanna Lumley. Townshend foi convidado a conhece-la em Londres porém não pode ir, mas disse que enviaria um de seus companheiros de banda em seu lugar e Keith prontamente se ofereceu para ir, pois segundo Pete disse 'Moon esperava se dar bem naquela noite e ter um encontro quente'.

Mas o rumo da história mudou a vida do baterista e seus colegas de banda. "O que ela fez foi convidá-lo para ir a um refúgio feminino, o primeiro no mundo, o abrigo contra violência doméstica chamado Chiswick's Women's Aid, fundado em 1971. E Joanna no fim das contas flagrou Keith limpando os banheiros" disse Townshend. "Ele voltou ao estúdio com os olhos cheios de lágrimas e me disse 'Pete, nós temos que fazer algo por aquelas mulheres!"

A atitude de Keith ganhou um segundo significado para Pete algum tempo depois, quando descobriu que o baterista havia sido autor de 'verdadeiras explosões violentas contra sua esposa' em momentos em que ele suspeitava de infidelidade. Segundo Townshend isso era até irônico porque na verdade era o contrário, Keith era infiel. Ao lembrar dos erros que cometeu ele decidiu pedir a ajuda da banda nessa ação. Porém acabou por estimular uma vida de esforços em prol dos outros: "Começamos a voltar a renda de nossos shows para Erin Pizzey, que foi quem fundou o refúgio. E foi assim que começou o trabalho de caridade para mim e para a banda. Daí em diante, seguimos", acrescentou Townshend. "De qualquer forma, esse foi um ótimo começo. E é uma das melhores lembranças sobre o Keith, porque isso foi algo que realmente tocou o coração dele, do contrário ele teria transformado a situação toda em uma piada."

No link abaixo, há um documentário sobre o refúgio fundado por Erin em 1971:

Comente: Como será que seria Keith Moon hoje em dia, se estivesse vivo?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Who"


Poeira: Rockstars e as bandas que eles sonhavam fazer partePoeira
Rockstars e as bandas que eles sonhavam fazer parte

Roger Daltrey: fãs de rock, usem protetores de ouvido nos showsRoger Daltrey
"fãs de rock, usem protetores de ouvido nos shows"


Angra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de DominóAngra
Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó

Cinco contra um?: Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcouCinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou


Sobre Carol Manzatti

Ex-baterista, cozinheira, apaixonada por rock'n'roll. Viveria da música se possível, mas ainda não foi aceita no Iron Maiden, então seguirá só escrevendo sobre bandas. Fã do Darth Vader.

Mais matérias de Carol Manzatti no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor