Guitarpedia: 10 dicas infalíveis para se tornar um guitarrista medíocre

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Adrian Dragassakis, Fonte: Jazz Advice, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Enquanto todos nós tipicamente focamos em melhorar nosso desempenho na guitarra, esse artigo conta como ser um guitarrista medíocre. Enquanto muitas dessas listas têm um teor irônico e humorístico, a lista abaixo irá lhe oferecer uma visão do que NÃO fazer se caso você NÃO deseje ser um guitarrista medíocre e em seguida, uma pequena dica do que fazer pois, queremos ajudar a todos a NÃO serem medíocres!

13 acessosPreço: quanto mais caro, melhor o instrumento?5000 acessosHeavy Metal: as trinta maiores bandas de países diferentes

Dica Medíocre #1: Evite transcrever a todo custo

Convença-se que os grandes guitarristas nunca transcreveram e escolheram acreditar que eles inventaram tudo o que tocam, direto de sua mente. Quando amigos e professores sugerirem a você uma transcrição, empine o nariz e diga: “Estou fazendo do meu jeito”.

Talvez se você estiver na escola de música você seja obrigado a transcrever uma música ou solo para uma prova ou exame. Certifique-se de que você não irá transcrever da maneira que nos referimos aqui, mas sim apenas tentando escrever as notas no papel o mais rápido possível. Dessa forma, você vai evitar aprender a linguagem ou conceitos do solo, enquanto continuam sendo capazes de falar sobre o que o solista está fazendo.

Se você realmente sentir o desejo de saber o que alguém está tocado, procure freneticamente por uma transcrição do solo. Se você não consegue encontrá-lo on-line, você pode sempre comprar um livro de transcrições. Essas são ótimas ferramentas para ajudá- lo a evitar transcrever solos e musicas, assegurando que você nunca irá ser mais que um medíocre.

(Não seja apenas um guitarrista medíocre e deixe a preguiça de lado. Saiba mais sobre transcrições musicais no site do Guitarpedia www.guitarpedia.com.br)

Dica Medíocre #2: Aprenda músicas com tablaturas duvidosas

Aja como se fosse impossível tirar músicas de ouvido. Algumas pessoas argumentam que você deveria aprender a versão oficial da música, através de Songbooks oficiais. Além disso, pra que pagar se tenho tudo grátis naquele site cheio de cifras?). Se por acaso alguém disser que você está tocando um acorde errado, pegue o livro de cifras que você comprou naquela barraquinha no centro da cidade e prove que está certo!

(Aprenda com os melhores professores. Aprenda e entenda as composições de seus artistas favoritos através dos conteúdos do Guitarpedia www.guitarpedia.com.br)

Dica Medíocre #3: Nunca aprenda “licks”

Aceite que aprender licks de guitarra dos seus ídolos é copiar e não ser original. É fato que profissionais da música nunca aprenderam realmente os riffs e solos dos grandes guitarristas. Apenas aplique algumas escalas e arpejos, faça um novo arranjo e pronto, você “criou” uma bela melodia.

(Enriqueça seu conhecimento aprendendo como seus ídolos na música aplicam seus riffs e solos acessando o conteúdo do Guitarpedia www.guitarpedia.com.br)

Dica Medíocre #4: Nunca aprenda nada em todos os tons

Um tom é o suficiente. Sério, quem nesse mundo toca algo que não seja em Bb?

(Tocar bem não se resume a fazer arpejos em 300bpm. O cara que toca bem é aquele que toca o que for preciso, em qualquer situação. Imagine você está numa banda e num lindo dia, o vocalista diz que não está se sentindo tão bem com a voz e diz: “vamos tocar um tom e meio abaixo”. É uma das situações recorrentes que o músico precisa driblar. Saiba mais como tirar isso de letra acessando os conteúdos do Guitarpedia www.guitarpedia.com.br)

Dica Medíocre #5: Não perca seu tempo com músicas fáceis

Músicas fáceis são para crianças. Pule direto para as músicas do Dream Theater e Steve Vai, assim você pode impressionar qualquer um em uma jam session. Não se preocupe com sua execução, afinal você está tocando uma música super difícil, mesmo deixando passar várias nas frases rápidas, mas eles irão entender.

(No Guitarpedia você encontra aulas sequenciais, de acordo com seu nível musical. Não pule nenhum estágio do seu aprendizado! Saiba mais em www.guitarpedia.com.br)

Dica Medíocre #6: Nunca toque sobre as variações

Se por acaso você tiver que tocar algo padrão para alguma apresentação, rearmonize todos os acordes, assim você mal poderá sentir as variações. Afinal, quem precisa ouvir uma progressão II-V? Já basta às aulas de aritmética, não é mesmo?

(Não deixe seu lado musical de lado. Para aprender mais sobre harmonia, acesse o conteúdo do Guitarpedia www.guitarpedia.com.br)

Dica Medíocre #7: Treinar o ouvido? Pra quê?

Você precisa focar em seus dedos. Apenas isso.

(Treinar o ouvido é importante para seu desenvolvimento musical. Não seja um músico medíocre e acesse o conteúdo do guitarpedia para saber mais como treinar seu ouvido e ser um bom músico em www.guitarpedia.com.br )

Dica Medíocre #8: Se você não está tendo resultados satisfatórios, compre um novo equipamento

Você sabe todas as escalas e arpejos mas apanha ao solar em um blues de 12 compassos junto com a backing track. Bom, já que você “sabe”, o problema não está em você e sim, no seu equipamento. Gaste pelo menos uma hora por dia, ou até mais, procurando novos equipamentos e comprando tudo aquilo que seu ídolo usa. Sabendo que você só precisa do equipamento certo, se tornará a nova lenda do Rock!

(Um bom equipamento é importante, mas ele não toca sozinho. Saiba mais como aperfeiçoar seus conhecimentos musicais acessando o conteúdo do Guitarpedia www.guitarpedia.com.br)

Dica Medíocre #9: Treine escalas e arpejos até sua cabeça explodir!

Você já provou dominar todas as suas escalas e arpejos em improvisações. Portanto, continue assim. Eventualmente, eles irão num passe de mágica se transformar nas melodias meia-boca que você sempre sonhou. Caso não esteja contente, basta aprender uma nova escala. Ao perceber que essa escala não está te ajudando, pense positivo. Você finalmente conseguiu o som que desejava.

Se alguém te sugerir alguma nova linguagem, método, ou caminho para seus estudos, ao invés de treinar apenas escalas e arpejos, grite com ela! Depois, saia correndo de volta para o seu quarto para praticar mais e mais.

(No Guitarpedia você encontra um método de estudo completo, ao invés de apenas focar um estilo de técnica no instrumento. Para saber mais, acesse o conteúdo do Guitarpedia www.guitarpedia.com.br)

Dica Medíocre #10: Nunca use metrônomo

Você não irá para o palco com um metrônomo, então, para que praticar com ele? Se seu professor insistir em usar o metrônomo, mande-o bater palmas, ou os pés. Será a forma que você irá contar o tempo nas suas apresentações.

(O metrônomo é uma ferramenta INDISPENSÁVEL para o desenvolvimento do músico. Nunca deixe de usá-lo em seus estudos. Você pode treinar JUNTO com o professor sem sair de casa através do player do Guitarpedia. Acesse www.guitarpedia.com.br)

Pronto, você pode ser um guitarrista medíocre! Com apenas um pouco de esforço você chega lá!

Mas para ser um bom músico, é preciso mais do que isso. É necessário dedicação e disciplina.

Bons estudos!

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Guitarras FeiasGuitarras Feias
O maior acervo da Internet é brasileiro

13 acessosPreço: quanto mais caro, melhor o instrumento?306 acessosBateria: como mudar a afinação da caixa no meio do show99 acessosGuitarpedia: 11 dicas para um comportamento mais profissional - Pt1862 acessosHerman Li: a técnica de guitarra que ninguém parece ensinar hoje0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Instrumentos"

Collectors RoomCollectors Room
Ingressos, cartazes, autógrafos, uma guitarra de Hendrix...

GuitarrasGuitarras
Você é capaz de reconhecer cada uma delas?

Dedo x PalhetaDedo x Palheta
Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Instrumentos"

Heavy MetalHeavy Metal
As trinta maiores bandas de países diferentes

Dave NavarroDave Navarro
Conheça a filha atriz pornô do músico

Andre MatosAndre Matos
"Eu não estava preparado para cantar no Maiden!"

5000 acessosGibson: as dez melhores composições épicas do rock5000 acessosIron Maiden: "pequena falha" em outdoor na Russia em 20115000 acessosSeguidores do Demônio: as 10 bandas mais perigosas do mundo5000 acessosLed Zeppelin: em quantas músicas Plant não fala "baby"?5000 acessosMetallica: membros entre os maiores maricas de todos os tempo5000 acessosUltimate Classic Rock: as dez melhores duplas de guitarristas

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 27 de setembro de 2015
Post de 03 de outubro de 2015

Sobre Adrian Dragassakis

Nascido em 91, paulista, estudante de Jornalismo e músico nas horas vagas. Conheceu o Rock e o Metal com 11 anos de idade e até hoje carrega no sangue e nas veias bandas como Iron Maiden, Savatage, Dream Theater, Megadeth, entre outras...

Mais matérias de Adrian Dragassakis no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online