Tradução - Angels Fall First - Nightwish

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Angels Fall First - Nightwish

Traduzido por Thiago T. Christofoletti

  | Comentários:
Imagem

Elvenpath

(In the sheltering shade of the forest
Calling calming silence
Accompanied only by the full moon
The howling of a night wolf
And the path under my bare feet...
...The Elvenpath)

Hearing music from the deepest forest
Songs as a seduction of sirens
The elf-folk is calling me

Tapio, Bear-king, Ruler of the forest
Mielikki, Bluecloak, Healer of the ill and sad
Open the gate and let me follow the uncarven path

The way to the lands
Where as a hero I stand
The path where Beauty met the Beast
Elvenpath
It's the honesty of these worlds
Ruled by magic and mighty swords
That makes my soul long for the past
Elvenpath

The moonwitch took me to a ride on a broomstick
Introduced me to her old friend home gnome
Told me to keep the sauna warm for him

At the grove I met the rest

The folk of my fantasies
Bilbo, Sparhawk, goblins and pixies
Snowman, Willow, trolls and the seven dwarves
The path goes forever on

The way to the lands...

As I return to my room
And as sleep takes me by my hand
Madrigals from the woods
Carry me to neverland
In this spellbound night
The world's an elvish sight
In this spellbound night
The world's an elvish sight

Trilha Élfa

(Na sombra que encobre a floresta
Chamando, o calmo silêncio
Acompanhado apenas pela lua cheia
O uivo de um lobo da noite
E a trilha debaixo de meus pés descalços...
...A Trilha Élfa)

Escutando a música da mais profunda floresta
Canções como a sedução das ninfas
O povo elfo está me chamando

Tapio (1), Rei-Urso, Governante da floresta
Mielikki (2), Bluecloak, curandeira dos tristes e doentes
Abram o portão e me deixe seguir a trilha não-desbravada

O caminho para as terras
Onde como herói eu fico
A trilha onde a Bela encontrou a Fera
Trilha Élfa
É a honestidade destes mundos
Governados pela mágica e poderosas espadas
Que faz minh’alma recordar um passado longínquo
Trilha Élfa

A bruxa-da-lua levou-me para um passeio em uma vassoura
Me apresentou para seu velho amigo Gnomo-do-Lar
Me disse para manter a sauna morna para ele

E no bosque eu encontrei o resto

O povo de minhas fantasias
Bilbo (3), Sparhawk, duendes e fadas
Snowman, Willow (4), trolls (5) e os Sete Anões
A trilha segue para sempre

O caminho para as terras....

Eu retorno para o meu quarto
E o sono me pega pelas mãos
Madrigais (6) da floresta
Me levam para a Terra do Nunca
Nesta noite carregada de magia
O mundo é um reflexo dos Élfos
Nesta noite carregada de magia
O mundo é um reflexo dos Élfos

1 - Tapio: É um espírito da floresta do lado leste da Finlândia, que por vezes é tido como um deus. Diz a lenda que antes de uma caça, os caçadores oravam a ele.

2 - Mielikki: É e deusa Finlandesa e a presa das florestas. Ela é apontada em vários contos tanto como a esposa quanto como a cunhada de Tapio. Ela é suposta a ter ficado com a parte central na criação do Urso.

3 - Bilbo – Principal personagem em O Hobbit de Tolkien.

4 - Outros personagens de lendas nórdicas.

5 - Troll: Criatura nórdica lendária que vive em cavernas.

6 - Madrigal: Canção antiga para várias vozes.

Beauty and the Beast

Remember the first dance we shared?
Recall the night you melted my ugliness away?
The night you left with a kiss so kind
Only a scent of beauty left behind

Ah dear friend I remember the night
The moon and the dreams we shared
Your trembling paw in my hand
Dreaming of that northern land
Touching me with a kiss of a beast

I know my dreams are made of you
Of you and only for you
Your ocean pulls me under
Your voice tears me asunder
Love me before the last petal falls

As a world without a glance
Of the ocean's fair expanse
Such the world would be
If no love did flow in thee
But as my heart is occupied
Your love for me now has to die
Forgive me I need more than you can offer me

Didn't you read the tale
Where happily ever after was to kiss a frog?
Don't you know this tale
In which all I ever wanted
I'll never have
For who could ever learn to love a beast?

However cold the wind and rain
I'll be there to ease your pain
However cruel the mirrors of sin
Remember beauty is found within

...Forever shall the wolf in me

Desire the sheep in you...

A Bela e a Fera

Se lembra da primeira dança que compartilhamos?
Se recorda da noite em que você derreteu a minha feiúra?
A noite em que você saiu com um beijo tão amável
Apenas um aroma de beleza deixado para trás

Ah, querido amigo eu me lembro desta noite
A lua e o sonhos que compartilhamos
Sua pata tremendo em minha mão
Sonhando com aquela terra nórdica
Me tocando com o beijo de uma fera

Eu sei que meus sonhos são feitos de você
De você e só para você
Seu oceano me puxa
Sua voz me rompe em partes
Me ame antes que a última pétala caia

Como um mundo sem visão
Do extenso oceano
Assim seria o mundo
Se nenhum amor fluísse em ti
Mas como meu coração está ocupado
O seu amor por mim agora tem de acabar
Perdoe-me, eu preciso de mais do que pode me oferecer

Você não leu o conto
Onde a felicidade eterna era beijar um sapo?
Você não conhece esse conto
No qual tudo que sempre quis
Eu nunca terei
Pois quem poderia aprender a amar uma fera?

Por mais frios que sejam o vento e a chuva
Eu estarei lá para aliviar sua dor
Por mais cruel que sejam os espelhos do pecado
Lembre-se que a beleza está no interior

...Para sempre deverá o lobo em mim

Desejar a ovelha em você...

The Carpenter

Who are you?

Man condemned to shine a salvation
Throughout the centuries

Why? Was the wine of the grail
Too sour for man to drink

The carpenter
Carved his anchor
On the dying souls of mankind
On the tomb of this unknown soldier
Lay the tools of the one who for us had died
Tools of the carpenter

The one they lick
The same old sick
Dream of their precious saviour

Kiss them deep
And make them weep
Over promises of eternal peace

The carpenter...

I hear you
Through the symphonic voices of nature
The purity I could never doubt
They tell me to lie on the grass
And observe my saviour
The one crucified to the chirping of birds

The carpenter...

O Carpinteiro

Quem é você ?

Homem condenado a iluminar uma salvação
Por através dos séculos

Por quê? Era o vinho do cálice
Tão azedo para o homem beber

O carpinteiro
Encravou sua âncora
Nas almas moribundas da humanidade
Na tumba desse soldado desconhecido
Estão as ferramentas daquele que por nós morreu
Ferramentas do carpinteiro

Aquele que espancaram
O mesmo velho doente
Sonho de seu precioso salvador

Beije-os (as) profundamente
E os (as) faça chorar
Por promessas de paz eterna

O carpinteiro...

Eu o escuto
Através das vozes sinfônicas da natureza
A pureza da qual jamais pude duvidar
Eles (as) me dizem para descansar na grama
E observar meu salvador
Aquele crucificado para o gorjeio dos pássaros

O carpinteiro...

Astral Romance

A nocturnal concerto
Candlelight whispers me where to go
Hymn of gathering stars as my guide
As I wander on this path of the night

Embroidery of the stars
Undress my feelings for this earth
Send me your salva to heal my scars
And let this nakedness me my birth

Macrocosm poured its powers on me
And the hopes of this world I now must leave
The nightwish I sent you centuries ago
Has been heard by those
Who dwelled in a woe

The distance of our bridal bed
Await for me to be dead
Dust of the galaxies take my hand
Lead me to my beloved's land

Departed by the guillotine of death
I received a letter from the depth
The dream of my lover it carried inside

Caressed by the sharpest knife
I asked you to be my wife
Rays of the setting sun
Were my tears wept

upon promises undone

Come to me
Make me believe
To you and your love again

Above the universe
Beneath the Great Eye
I shall desire you forevermore

Romance Astral

Um concerto noturno
Luz de velas sussuram-me para onde ir
Hino das constelações como meu guia
Enquanto eu devaneio nessa trilha da noite

Um bordado de estrelas
Despe meus sentimentos por essa terra
Mande-me sua salva para curar minhas cicatrizes
E deixe que essa nudez seja meu nascimento

O cosmo lançou seus poderes sobre mim
E as esperanças desse mundo eu agora preciso deixar
O desejo noturno que lhe enviei séculos atrás
Foi ouvido por aqueles
Que insistiram na angústia

A distância de nossa cama nupcial
Espera por minha morte
Poeira das galáxias tomam minha mão
Guiam-me para a terra de meu amado

Levada pela guilhotina da morte
Eu recebi uma carta das profundezas
O sonho de meu (minha) amante (a carta) trouxe dentro

Acariciado pela mais afiada faca
Eu lhe pedi para ser minha esposa
Raios do sol que se põe
Foram minhas lágrimas derramadas

Sob promessas desfeitas

Venha para mim
Faça-me acreditar
Em você e seu amor novamente

Acima do universo
Abaixo do Grande Olho
Eu hei de desejar-lhe para todo o sempre...

Angels Fall First

An angelface smiles to me
Under a headline of tragedy
That smile used to give me warmth
Farewell - no words to say
Beside the cross on your grave
And those forever burning candles

Needed elsewhere
To remind us of the shortness of your time
Tears laid for them
Tears of love tears of fear
Bury my dreams dig up my sorrows
Oh Lord why
The angels fall first?

Not relieved by thoughts of Shangri-La
Nor enlightened by the lessons of Christ
I'll never understand the meaning of the right
Ignorance lead me into the light

Needed elsewhere...

Sing me a song
Of your beauty
Of your kingdom
Let the melodies of your harps
Caress those whom we still need

Yesterday we shook hands
My friend
Today a moonbeam lightens my path
My guardian

Anjos Caem Primeiro

Um rosto angelical sorri para mim
Sob uma manchete de tragédia
Aquele sorriso costumava me trazer calor
Adeus - sem palavras pra dizer
Ao lado da cruz sobre sua sepultura
E aquelas velas que queimam para todo o sempre

Necessários em outro lugar
Para nos lembrar da brevidade de seu tempo
Lágrimas derramadas por eles
Lágrimas de amor e medo
Enterre meus sonhos e desenterre minhas tristezas
Oh Senhor, por que
Os anjos caem primeiro?

Não socorrido pelos meditamentos de Shangri-La
Nem iluminado pelas lições de Cristo
Eu nunca entenderei o significado do que é certo
A ignorância me guia em caminho à luz

Necessários em outro lugar...

Cante-me uma canção
De sua beleza
De seu reino
Deixe que as melodias de suas harpas
Consolem aqueles de quem ainda precisamos

Ontem, nós apertamos as mãos
Meu amigo (a)
Hoje um raio de luar ilumina meu caminho
Meu (minha) guardião (ã)

Tutankhamen

As the sun sets beyond the pyramid
To greet me with its rays
I place my hand on my forehead
To see your chariots' flames

Watch me kneel before you
Hear the cats meowing in the temple
They yearn for the milk you cascaded
As I yearn your promised treasure

Treasure of
Tutankhamen
I am the one it is
Take me with you
Through the stargate
To the valley of the kings

Sacrifice me
Tutankhamen
And let me be your queen
Take me
Tonight and always
We'll breed to fill all earth

Three millenniums it took me to guard your rest
Your slumber in mighty Phoenix's nest
But tonight the darkness in the tomb has perished
For Carter has come to free my beloved

Treasure of...

Sacrifice me...

Tutancamon*

Quando o sol se põe por trás da pirâmide
Para me receber com seus raios
Coloco minhas mãos em minha testa
Para ver as chames de tua carruagem

Me veja ajoelhar ante ti
Ouça os gatos miando no templo
Eles anseiam pelo leite que você derramou
Da mesma forma que eu anseio pelo tesouro prometido

Tesouro de
Tutancamon
Eu sou esse tesouro
Me leve com você
Através do portal
Para o vale dos reis

Sacrifique-me
Tutancamon
E me deixe ser sua rainha
Me leve
Esta noite e sempre
Procriaremos para encher toda a Terra

Três mil anos m
Seu descanso no grande abrigo de Fênix
Mas esta noite a escuridão na tumba se foi
Pois Carter** veio para libertar meu amado

Tesouro de...

Sacrifique-me...

* Tutancamon: Rei Egípcio da décima-oitava dinastia que reinou no século XIV a.C.

** Carter: Personagem lendário que teve esposa e seus dois filhos assassinados por um estranho em um dia chuvoso de Outono, quando fora apanhar lenha para sua casa. Fora morto pelo mesmo sujeito que matou seus familiares ao seguir pegadas de sua casa que levavam até o lugar onde vivia o assassino. De acordo com tal lenda, o assassino teria matado a esposa e filhos de Carter por ela se recusar a lhe dar lenha ao estranho.

Nymphomaniac Fantasia

The scent of a woman was not mine...

Welcome home darling
Did you miss me?
Wish to dwell in dear love?

Touch my milklike skin
Feel the ocean
Lick my deepest
Hear the starry choir

Rip off this lace
That keeps me imprisoned
But beware of the enchantment
For my eroticism is oblivion

Old love lies deep you said
Deeper shall be the wound

Between your legs

Fantasia Ninfomaníaca

O perfume de uma mulher que não era meu...

Bem-vindo em casa, querido (a)
Sentiu minha falta?
Deseja se aconchegar doce amor?

Toque minha pele branca como o leite
Sinta o oceano
Lamba meu interior
Ouça o coro estrelado

Arranque esse laço
Que me mantém aprisionada
Mas cuidado com o encantamento
Pois meu erotismo é esquecimento

Amor antigo jaz profundamente você disse
Mais profunda será a ferida

Por entre suas pernas

Know Why the Nightingale Sings?

What does the free fall feel like?
Asks the boy with a spark in his eye
Know why the nightingale sings
Is the answer to everything

Taking a step to the world unbound
Spinning my fantasies all around
Freed from the gravital leash
I swear the heaven's in my reach

Dancing with the spirit of the air
In this ocean so open and fair
Making love to the gods above
On my maiden voyage so bold

Landing safely to the blue lagoon
Don't know if this is the earth or the moon
Joy of living is no more a mask
The Eden I found will forever last

Migrating with the geese
My soul has finally found peace
Doesn't matter that man has no wings
As long as I hear the nightingale sing...

Sabe Porque o Rouxinol Canta?

Qual o sentimento de uma queda livre?
Pergunta o garoto com uma chispa nos olhos
Saber porque o rouxinol canta
É a resposta pra todas as coisas

Dando um passo a um mundo sem fronteiras
Girando minhas fantasias ao meu redor
Liberto (a) da dominância gravitacional
Eu juro que o paraíso está a meu alcance

Dançando com os espíritos do ar
Neste oceano vago aberto e belo
Fazendo amor com os deuses acima
Em minha viagem de donzela destemida
Pousando com segurança na lagoa azul

Não sei se isso é a Terra ou a lua
A alegria de viver já não é mais um disfarce
O paraíso que encontrei existirá para sempre

Migrando com os gansos
Minha alma finalmente encontrou paz
Não importa se aquele homem não tem asas
Contanto que eu ouça o rouxinol cantar...

Lappi (Lapland)
1. Erämaajärvi

Kautta erämaajärven
matkaa kulkuri yksinäinen
Näkee lammella joutsenparven
vapauttaan itkevän

Kaipuu menneisyyteen
kiirii ilmassa huutoina kotkien
Ikijärveltä turvatulta
käy matka vuorten taa

(Translation:)

Via a wilderness lake
Travels a lonely wanderer
In a pond he sees a flock of swans
Crying for their freedom

The longing for the past
Echoes through the air as screams of eagles
From the ever-lake so safe
The journey continues beyond the mountains

2. Witchdrums

(Instrumental)

3. This Moment Is Eternity

Day possesses no key here
Where moon sheds the cold twilight
This moment is eternity

Land of beauty
Cold and cruel
Field chants echoing
Reflecting the melancholy

Trust the wind
Trust the fire
Call for the hermit
The hermit of the night

Land of raven
Land of bear
Land of eagle
And wolverine

Dismal are the mirrors of a wolf

Lappi (Lapônia*)
1. Erämaajärvi

Kautta erämaajärven
matkaa kulkuri yksinäinen
Näkee lammella joutsenparven
vapauttaan itkevän

Kaipuu menneisyyteen
kiirii ilmassa huutoina kotkien
Ikijärveltä turvatulta
käy matka vuorten taa

(Tradução:)

Por um lago selvagem
Viaja um só andarilho
Em um reservatório ele vê um aglomerado de cisnes
Almejando por sua liberdade

A saudade do passado
Ecoa pelo ar como brados das águias
Do lago eterno tão seguro
A jornada continua pelo outro lado das montanhas

2. Tambores De Um (a) Feiticeiro (a)

(Instrumental)

3. Esse Momento é Eternidade

O dia não tem poder aqui
Onde a lua projeta o frio crepúsculo
Esse momento é eternidade

Terra da beleza
Fria e cruel
Cantos do campo ecoando
Refletindo a melancolia

Creia no vento
Creia no fogo
Chame pelo eremita (1)
O eremita da noite

Terra do corvo
Terra do urso
Terra da águia
E do wolverine (3)

Lúgubres são os espelhos de um lobo

1 - Lapônia: Região norte da Escandinávia

2 - Eremita: Pessoa que vive isolada

3 - Wolverine: Espécie de lobo devorador

Once Upon a Troubadour

A lonely bard wandering across the lands am I
Singing dancing finding answers to every why
The taverns are full

And one crosses my path, too
I just might reward myself with a beer or two

This inn the place of many romantic tales
On the loft women offer their sales
But my eyes they catch a girl beat by everyone
A slave she is but for me a rose undone

Hear me sing
Watch me dance
Play that lute of thine
And share with me this dance

As she danced my eyes began to shine
There she was the maiden so divine
How could I approach her with my outlook so poor
Her beauty being much more than I could endure

So I asked if I could sing a chanson
With a language of ancient and of lore
Gathered the men around us

Me and the girl in rags
Soon were the melodies heard by everyone

Hear us sing
Watch us dance
Sing with us this tale
With a clap of hands

The stories long-forgotten we still know
Performing our skills wherever we go
I end my story as I receive a kiss
From my girl the dearest Beatrice

Hear us sing
Watch us dance
Sing with us the tales
Which the music will keep alive

Era Uma Vez um Trovador*

Um só poeta vagando por terras eu sou
Cantando, dançando e achando respostas para toda pergunta
As estalagens estão cheias

E uma também cruza meu caminho
Talvez eu deva apenas me retribuir com uma cerveja, ou duas

Esta pousada é lugar de muitos contos românticos
No sótão mulheres ofertam seu ganha-pão
Mas meus olhos encontraram uma garota querida por todos
Uma escrava ela é, mas pra mim, uma rosa desbotada

Ouça-me cantar
veja-me dançar
Toque vosso lute **
E compartilhe comigo esta dança

Enquanto ela dançava, meus olhos brilhavam
Lá estava ela, uma tão divina donzela
Como poderia eu me aproximar com meu tão pobre visual
Sua beleza sendo muito mais daquilo que eu poderia resistir

Então perguntei se eu podia cantar uma canção
Com uma linguagem antiga e inteligência
Juntaram-se os homens em nossa volta

Eu e a garota vestindo trapos
Logo eram as melodias ouvidas por todos

Ouça-nos cantar
Veja-nos dançar
Cante conosco este conto
Com um bater de palmas

As histórias há tempos esquecidas nós ainda sabíamos
Apresentando nossas habilidades onde fôssemos
Eu termino minha história quando recebo um beijo
De minha garota, a mais querida Beatrice

Ouça-nos cantar
Veja-nos dançar
Cante conosco este conto
Onde a música continuará viva

* Trovador: Poeta e cantor de canções de amor na França e na Itália antigas

** Lute: Tipo de instrumento musical de cordas

A Return to the Sea

A star falls down from the darkened sky
Where new worlds born and die
Kingdom Animalia watches its approaching glow
What it means is soon to be known

Beneath the lovely birch

Honeymakers build their nest in peace
On the savannah a lion licks a wounded gnu
To honor this moment even the heavens cease
Giant spiders learn how to swim
With whales they form a united kin

Snakes say hello to the rats on the ground
In the meadows play merrily

The fox and the hound

Trilobite & Anymalocharis
The prey and the hunter
Survival of the fittest
Fall of Man

Seadrops

Foam all empty human skulls
Those on the shores of Atlantis
Darwin's resurrection is witnessed
By turtles he used to play with

Healed and happy She oversees
The Mother
The tyrant's return to the sea

Um Retorno ao Oceano

Uma estrela cai do céu escurecido
Onde novos mundos nascem e morrem
O reino de Animália (1) observa tal aproximação de calor e luz
O que isso significa ainda é cedo para saber

Abaixo, amáveis casais de pássaros

Fazem seus ninhos em paz no vidoeiro
Na savana, um leão lambe um gnu (2) ferido
Para honrar esse momento, até os céus param
Aranhas gigantes aprendem a nadar
Com baleias elas formam um unido parentesco

Cobras cumprimentam ratos no chão
Nas Campinas brincam jovialmente

As raposas e os cães-de-caça

Trilobita (3) & Anymalocharis
A caça e o caçador
Sobrevivência do mais forte
Queda do homem

Vestígios do oceano

Espumam todos os crânios humanos vazios
Aqueles nas costas de Atlantis
A ressurreição de Darwin é testemunhada
Por tartarugas com que ele costumava brincar

Curada e feliz, Ela inspeciona
A Mãe
O retorno do tirano ao mar

1 - Animália: Reino animal

2 - Gnu: Animal mamífero ruminante

3 - Trilobita: Tipo de escorpião primitivo








Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Nightwish"

Anette Olzon: Um álbum seguro, mas despretensioso
Anette Olzon: à vontade em seu próprio território
Anette Olzon: entrevista para fã clube brasileiro
Separadas no nascimento: Floor Jansen e Fernanda Lima
Revamp: Floor Jansen mostrando sua faceta maléfica
Revamp: ingressos à venda para show em São Paulo
Nightwish: Anette Olzon diz que foi demitida por e-mail
Soilwork: Floor Jansen participará de apresentação na Finlândia
Nightwish: Floor comenta sobre o passado e presente da banda
Tarja Turunen: nova versão do clipe de "Victim Of Ritual"
Nightwish: Floor não participará da composição do próximo álbum
Nightwish: Anette quer conhecer Tarja Turunen pessoalmente
Nightwish: Floor estuda finlandês para intensificar união
Nightwish: banda realiza sonho de fã polonês com doença terminal
Tuomas Holopainen: segundo trailer de Life And Times Of Scrooge

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Thiago T. Christofoletti

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas