Tradução - Angel And The Dark River - My Dying Bride

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Rissi, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

[The Cry Of Mankind]

You can't expect to see him and survive
You'll swallow his tongue of thorns
His mouth, dripping with flies
In his glorious kingdom of fire
But I believe he wept
I will make them all lie down
With lust, you're kicking mankind to death
Down where hope lies dying
We live and die without hope
You tramp us down in a river of death
As I stand here now
My heart is black
I don't want to die a lonely man
This is a weary hour
This is a weary hour

[O Choro da Humanidade]

Você não pode esperar para vê-lo e sobreviver
Você engolirá sua língua de espinhos
Sua boca, gotejando com as moscas
Em seu glorioso reino de fogo
Mas eu acredito que ele chorou
Eu farei vocês todos jazerem
Lá embaixo onde a esperança jaz moribunda
Com prazer, você chuta a humanidade até a morte
Nós vivemos e morremos sem esperança
Você nos faz perambular num rio de morte
Enquanto eu permaneço aqui agora
Meu coração é negro
Eu não quero morrer um homem solitário
Esta é uma hora enfastiada
Esta é uma hora enfastiada

[From Darkest Skies]

Take your own
Sick with fever
And cry out loud
to God
Your sorry own
Will be piled upon me
That I can't see
My God
I've cried for Earth
More than once
But rivers still run
With reddest tears
Be lost in me
And I'll never need to ask
Who wants me? Who wants Me?
Be mine tonight. The sight of your light
I'll breathe in you
I'm a fool, just for you
I'm in pain
And I don't know why
Under heavy rain
From darkest skies
We're in pain
The two of us
And I no longer know
Which way to go
Open wide. Let me see
Your bleeding heart cries for me
Look straight up. Look at the sun
This song's for her. Her requiem
Open wide. Let me see
A poisoned soul in agony
Self pity strangles me
I'm lashed by grief
And I'm killing me
Don't fear. My fire is enough
For both of us

[Dos Mais Negros Céus]

Tome sua própria
Doença com febre
E grite alto
Para Deus
Sua própria aflição
Será empilhada sobre mim
Que eu não consigo ver
Meu Deus
Eu chorei pela Terra
Mais do que outrora
Mas os rios ainda correm
Com as mais vermelhas lágrimas
Perca-se em mim
E eu nunca precisarei perguntar
Quem me quer? Quem me quer?
Seja minha esta noite. A mira de sua luz
Eu respirarei em você
Eu sou um tolo, só para você
Estou com dor
E não sei por quê
Sob uma chuva pesada
Dos mais negros céus
Estamos com dor
Nós dois
E eu já não sei mais
Por qual caminho ir
Bem aberto. Deixe-me ver
Seu coração sangrando chora por mim
Olhe para cima. Olhe para o sol
Esta canção é para ela. Seu réquiem
Bem aberto. Deixe-me ver
Uma alma envenenada em agonia
A auto-piedade me estrangula
Sou açoitado pela angústia
E estou me matando
Não tema. Meu fogo é suficiente
Para nós dois

[Black Voyage]

Lie beside me on the grass
They're fighting for me there
Mistress of beauty, thine eyes do shine
Can we run forever?
Does nightfall shine?
Angel of mercy, carry me away
Those black dogs tear at me
They hunger for the life of me
So lie beside me, neath the Earth

Lost forever from the Earth
Descending downwards.
Is this our re-birth?
Can you feel it? His cruelty glows
This terrible journey, oh, that no-one knows

Down
Around here, I am
Ruler of Kings
Here
Everywhere I Am Heard
The Voice of me
Enters you
Now you're mine

[Viagem Negra]

Deite-se ao meu lado na grama
Eles estão lutando por mim lá
Senhora da beleza, vossos olhos brilham
Podemos correr para sempre?
O cair da noite brilha?
Anjo da misericórdia, carrega-me para longe
Aqueles cães negros me dilaceram
Eles têm fome da minha vida
Então deite-se ao meu lado, sob a Terra

Eternamente perdidos da Terra
Descendo caminho abaixo.
Este é o nosso renascimento?
Você pode sentir? Sua crueldade brilha
Esta terrível jornada, oh, que ninguém sabe

Embaixo
Aqui em volta, eu estou
Governante dos reis
Aqui
Em todo lugar eu sou ouvido
A minha voz
Entra em ti
Agora você é minha

[A Sea To Suffer In]

The field of blood I'd left
They mean nothing to you
That war left scars on me
Without you now, I'm free

I'd found out what you'd done to me, girl
I hate with as much passion as I love
And so now, your time's come, for me girl
The end. Your end. And my birth
Walk away. Laughing away
Remember you always, and wonder why?

I'll suffer in your sea
Your ocean bleeds into me
I'll fall through your endless sky
But never, ever cry
Wounded by your cruelty
Yes, I'll suffer in your sea

The fields of blood I'd left
They mean nothing to you
That war left scars on me
Without you now, I'm free

[Um Mar Para Sofrer]

O campo de sangue que eu deixei
Eles não representam nada para você
Aquela guerra deixou cicatrizes em mim
Sem você agora, estou livre

Eu descobri tudo o que você fez para mim, garota
Eu odeio com tanta paixão quanto eu amo
E então, agora sua hora chegou para mim, garota
O fim. Seu fim. E meu nascimento
Ande. Rindo.
Lembre-se sempre de ti. E imagine por quê?

Eu sofrerei no seu mar
Seu oceano sangra em mim
Eu cairei no seu céu infinito
Mas nunca, jamais chore
Machucado pela sua crueldade
Sim, eu sofrerei em seu mar

O campo de sangue que eu deixei
Eles não representam nada para você
Aquela guerra deixou cicatrizes em mim
Sem você agora, estou livre

[Two Winters Only]

What is it you hope for
Even though you are dying?
And even though
Life is closing your tiny eyes
Why did I leave them all?
I should be with them
To die in the same place
The pain I think, should go on forever
For always. But no. Not mine. Not now
My life now begins

Call me what you will
But I'll die for no man, at all
My limbs and the life
That spreads from them
Cross my path and you'll suffer
Like no man before, at all
What I hunger for, is the trial of God

For just two winters only did we live for
My God. What have you become?
Dear, dear lord

We could have changed the world
Had you been here with me
Right now
Held you in my arms
In my arms, my love
Jesus wept
So man could live forever
On Earth. In peace
But my tears. They fall for you
Only you

[Dois Invernos Somente]

O que é isso que você espera
Mesmo estando à beira da morte?
E mesmo assim
A vida está fechando seus minúsculos olhos
Por que eu abandonei a todos eles?
Eu deveria estar com eles
Para morrermos no mesmo lugar
A dor que eu penso, deve continuar para sempre
Para sempre. Mas não. Nem minha. Nem agora.
Minha vida começa agora

Me chame do que quiser
Mas eu não morrerei por homem nenhum, afinal
Meus membros e a vida
Que se espalha através deles
Cruze meu caminho e você sofrerá
Como nenhum homem antes, afinal
O que eu anseio, é o julgamento de Deus

Por apenas dois invernos somente, nós vivemos?
Meu Deus, o que você se tornou?
Querido, querido Senhor

Poderíamos ter mudado o mundo
Se você tivesse ficado aqui comigo
Agora mesmo
Segurei você em meus braços
Em meus braços, meu amor
Jesus chorou
Assim o homem pôde viver eternamente
Na Terra. Em paz
Mas minhas lágrimas. Elas caem por você
Só você

[Your Shameful Heaven]

You, who stand there now
I will not tell you not to cry
Without fail my purpose
Will be fulfilled
I can crown you a God
And I'll suffer for your sins
Bound so tightly, pain is everything
Far from kindness. I am your king
Believe you're in Hell, but yours is Heaven
Cry to die. You'll love me forever

On a pale, teary cheek
Tears cascade to your feet
Whipped to the floor once again
Laughing and lashing you away
Burning pain scars
Through your skin
But it's 'more' you cry
For you are a sinner
We suffer in love, but you love to suffer

Your misery is your majesty
Though your skin may burn
And your wounds bleed
The only real ache is between your legs
You've learned well, through your Hell
Your pain was nothing. You longed for more
Your shameful Heaven is full of devils
Just like me. Just for you

[Seu Vergonhoso Céu]

Você, que está aí agora
Não vou pedir para você não chorar
Sem falhas, meu propósito
Será cumprido
Eu posso te coroar um Deus
E eu sofrerei pelos seus pecados
Apertada tão firmemente, a dor é tudo
Longe da bondade. Eu sou seu rei
Acredite estar no Inferno, mas o seu é o Céu
Chore para morrer. Você me amará eternamente

Numa pálida e lacrimejante face
Lágrimas cascateiam até seus pés
Chicoteado ao chão novamente
Rindo e açoitando-te
Queimando as cicatrizes doloridas
Através de sua pele
Mas você é quem mais chora
Por ser uma pecadora
Sofremos no amor, mas você ama para sofrer

Sua miséria é sua majestade
Através de sua pele possa você queimar
E suas feridas sangrarem
A única dor real está entre as suas pernas
Você aprendeu bem, através do seu Inferno
Sua dor não era nada. Você desejava mais
Seu vergonhoso Céu está cheio de demônios
Tal como eu. Só para ti

[The Sexuality Of Bereavement]

In soothe I lend a gracious ear
Your sobbing, somehow sexual
Come to my bosom. The help I bring
Is all my pleasure you lonely, dear thing

Oh, cruel love, when held by you
My sanity does fly

You lie there mourning with looks of desire
'T is beauty when you cry

Drink my grieving love
Desire and wine go well
Sleep, I'll watch over you
Relief? Time will tell

Secrecy fosters passion
You stay untouched
I know you are alone
With peace I care much

[A Sexualidade da Privação]

Com calma, eu presto uma graciosa atenção
Seu soluço, de alguma forma sexual
Venha para meu seio. A ajuda que eu trago
O prazer é todo meu, sua solitária coisinha querida

Oh, amor cruel, quando abraçado por você
Minha sanidade voa

Você jaz lá em luto com olhares de desejo
És tão bela quando choras

Beba meu amor melancólico
Desejo e vinho vão bem
Durma, eu te vigiarei
Alívio? O tempo dirá

O segredo gera a paixão
Você permanece intocada
Eu sei que você está sozinha
Em paz, eu me importo muito




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Álbuns TraduzidosTodas as matérias sobre "My Dying Bride"


Doom Metal: os dez trabalhos essenciais do estiloDoom Metal
Os dez trabalhos essenciais do estilo

Loudwire: os dez melhores álbuns de metal de 1995Loudwire
Os dez melhores álbuns de metal de 1995

Loudwire: as dez melhores bandas de Doom Metal da históriaLoudwire
As dez melhores bandas de Doom Metal da história


Bruce Dickinson: vocalista elege seus 5 álbuns preferidosBruce Dickinson
Vocalista elege seus 5 álbuns preferidos

David Lee Roth: o vergonhoso teste de Matt Sorum para a bandaDavid Lee Roth
O vergonhoso teste de Matt Sorum para a banda

Rob Halford: Talvez eu seja o único Gay vocalista de MetalRob Halford
"Talvez eu seja o único Gay vocalista de Metal"

Metallica: ouça Nothing Else Matters em escala maiorMetallica
Ouça "Nothing Else Matters" em escala maior

Led Zeppelin: sexo explícito na entrega de discos de ouro em 1973Led Zeppelin
Sexo explícito na entrega de discos de ouro em 1973

Lords Of Chaos: Varg critica filme e fala de homossexualidade de EuronymousLords Of Chaos
Varg critica filme e fala de homossexualidade de Euronymous

Zakk Wylde: Lady Gaga e Justin Bieber de trás pra diante para se inspirarZakk Wylde
Lady Gaga e Justin Bieber de trás pra diante para se inspirar


Sobre Marcelo Rissi

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336