Tradução - Stream Of Consciousness - Vision Divine

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando P. Silva, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

[Chapter I: Stream of Unconsciousness]
(Magnani)

Tell me now
How does it feel
To see you're talking with your Soul?
Your dig within
Tell me now
Is this the truth
You always have been searching for?
Was it worth the price?

Through the veils of human uncertainty
Reside the nameless words
We're not allowed to know
Would this veil break?
That's where your mind has gone
A trip with no return
Through the meaning of what we call...
Life

[Capítulo I: Fluxo de Inconsciência]
(Magnani)

Diga-me agora
Como se sente
Ao ver que você está falando com sua Alma?
Sua escavação interna
Diga-me agora
É essa a verdade que
Você sempre esteve procurando?
Valeu a pena?

Através dos véus da incerteza humana
Residem as palavras inomináveis (que)
Estamos proibidos de saber
Este véu partiria?
É onde sua mente se foi
Uma viagem sem retorno
Através do significado daquilo que chamamos...
Vida

[Chapter II: The Secret of Life]
(Magnani)

Too much confusion running in my head
Memories melt down and fade
Overthrowing, new discoveries are here
Telling me the untold... Answers

A new sensation, a strange reaction to
What I feel inside myself
I see answers, I hear echoes of a life
Could it be the one I left behind

What is the secret of life?
How many times, God you know
I try so hard to discover the way
To break down the curtain blinding my eyes

Things get clearer
I knew I would not like
Life's so hard to take sometimes
I've been living, I've been dying... Why?
Everything here's so inside out

What is the secret of life?
How many times, God you know
I try so hard to discover the way
To tear down the curtain blinding my eyes

Find another way
Gotta find another way
Break these chains
I wanna break these chains so bad
Wait another day
I can't wait another day
Find another way
Find another way before I get crazy
Before it's too late...

[Capítulo II: O Segredo da Vida]
(Magnani)

Confusão demasiada em minha cabeça
As recordações derretem e esmorecem
Destruindo, novas descobertas estão aqui
Me contando as não reveladas... Respostas

Uma nova sensação, uma reação estranha para
Aquilo que sinto dentro de mim
Eu vejo respostas, eu ouço ecos de uma vida
Pode ser aquele que eu deixei para trás?

Qual é o segredo da vida?
Quantas vezes, Deus você sabe
Eu me esforço tanto para descobrir o caminho
Para derrubar a cortina que cega meus olhos

As coisas ficam mais claras
Eu sabia que eu não gostaria
A vida é tão dura às vezes
Eu ando vivendo, eu ando morrendo... Por quê?
Tudo aqui está ao avesso

Qual é o segredo da vida?
Quantas vezes, Deus você sabe
Eu me esforço tanto para descobrir o caminho
Para derrubar a cortina que cega meus olhos

Encontrar outro caminho
Preciso encontrar outro caminho
Romper estas correntes
Eu quero romper estas correntes pra valer
Esperar mais um dia
Eu não posso esperar mais um dia
Encontrar outro caminho
Encontrar outro caminho antes que eu enlouqueça
Antes que seja tarde demais...

[Chapter III: Colours of My World]
(Magnani)

Years were going like sand
Exposed to morning wind
Slowly hopes left place to dreams
Past and future all at once
Everything has gone
Take your time to say goodbye

To my life...
In a single chance I try
To my fears...
'Cause I've seen' em day by day

Somewhere in my dreams I can see
Lying the colours of my world
Where my spirit sometimes falls
And I wonder if there's a way
To paint these walls
With the colours of my world
Living deep inside my soul?

All that world around me
Suffocated my will
In that grey I slowly chilled
There with nothing winding me
Sometimes I felt so old
Like a man who lived for too long

A hundred Years...
I surrender to my fears
A thousand Years...
Whish I could forget my tears

Somewhere in my dreams I can see
Lying the colours of my world
Where my spirit sometimes falls
And I wonder if there's a way
To paint these walls
With the colours of my world
Living deep inside my soul

Now I'm here sitting
In a corner of an empty room
With pearled eyes
In my mind the silence
Immobility of a frozen gloom
In a stolen smile
Through the veils
Of human unconsciousness
Reside the nameless words
We are not allowed to know
Would I break this veil?
That's where my mind has gone
A trip with no return
Through the meaning of what we call... Life

...What we call... Life...
...What we call... Life...
...What we call... Life...

Somewhere in my dreams I can see
Lying the colours of my world
Where my spirit sometimes falls
And I wonder if there's a way
To paint these walls
With the colours of my world
Living deep inside my soul

[Capítulo III: Cores do Meu Mundo]
(Magnani)

Os anos foram passando como areia
Exposta ao vento matutino
Lentamente as esperanças davam lugar aos sonhos
Passado e futuro, tudo de uma só vez
Tudo se foi
Não tenha pressa para dizer adeus

Para a minha vida...
Em uma única chance eu tento
Para os meus medos...
Pois eu os vejo dia após dia

Em algum lugar em meus sonhos eu posso ver
Deitadas as cores do meu mundo
Onde o meu espírito às vezes cai
E eu me pergunto se há um meio
De pintar estas paredes
Com as cores do meu mundo (que)
Vivem profundamente em minha alma?

Todo aquele mundo ao meu redor
Sufocou minha força de vontade
Naquele cinza eu esfriei lentamente
Lá, sem nada me arejando
As vezes eu me sentia tão velho
Como um homem que viveu por tempo demais

Cem Anos...
Eu me rendo aos meus medos
Mil Anos...
Queria poder esquecer minhas lágrimas

Em algum lugar em meus sonhos eu posso ver
Deitadas as cores do meu mundo
Onde o meu espírito às vezes cai
E eu me pergunto se há um meio
De pintar estas paredes
Com as cores do meu mundo (que)
Vivem profundamente em minha alma?

Agora eu estou aqui sentado
Num canto de um quarto vazio
Com olhos perolados
Em minha mente o silêncio
A imobilidade de uma penumbra congelada
Em um sorriso roubado
Através dos véus
Da inconsciência humana
Residem as palavras inomináveis (que)
Estamos proibidos de saber
Eu partiria este véu?
É onde sua mente se foi
Uma viagem sem retorno
Através do significado daquilo que chamamos... Vida

... Daquilo que chamamos de... Vida...
... Daquilo que chamamos de... Vida...
... Daquilo que chamamos de... Vida...

Em algum lugar em meus sonhos eu posso ver
Deitadas as cores do meu mundo
Onde o meu espírito às vezes cai
E eu me pergunto se há um meio
De pintar estas paredes
Com as cores do meu mundo (que)
Vivem profundamente em minha alma?

[Chapter IV: In the Light]

(Instrumental)

[Capítulo IV: Na Luz]

(Instrumental)

[Chapter V: The Fallen Feather]
(Magnani)

So my life was fading to an end
With that grim sense
Of nothing surrounding me
My existence flowing away
Lost in the sea of Oblivion

My breath was frozen in time
Becoming eternal
A fallen angel's feather
Relied on me falling still

Through the door of the human desire
I saw the land we are all looking for
Along our lives
There's no truth, there's no lie
Simply it is
Now and forever will be
An angel there staring at me
By that door he waits for me

In the silence, silent it came
A sudden stream of consciousness
Like a river flowing aside
From deep within, beside me

A candle's light can be strong enough
To light the deepest dark
The human will it can bring out
So strong to lead us the way

Through the door of the human desire
I saw the land we are all looking for
Along our lives
There's no truth, there's no lie
Simply it is
Now and forever will be
An Angel there staring at me
By that door he waits for me

Feelings that I can't tell
Heaven and hell at the same time
It's so cold here
Can't keep so much inside
My thoughts are flowing out
Away from their nest to my chest

There's no black, there's no white
But all in between
The shades of a grey you can see
The colours are just a fantasy
Give my soul another me
There's so much that's left to say
Ain't gonna rush
Need time to find the right words
Need time to find the right way
Need someone to stop my rove

[Capítulo V: A Pena Caída]
(Magnani)

Então minha vida estava esmorecendo ao fim
Com aquela sensação horrenda
De que nada me cerca
Minha existência fluindo para longe
Perdida no mar do Esquecimento

Minha respiração estava congelada no tempo
Tornando-se eterna
A pena de um anjo caído
Confiada a mim, ainda caindo

Através da porta do desejo humano
Eu vi a terra que todos nós procuramos
Ao longo de nossas vidas
Não há verdade, não há mentira
Simplesmente é
Agora e para sempre que será
Um anjo ali me encarando
Junto àquela porta, ele espera por mim

No silêncio, silenciosamente ele veio
Um fluxo súbito de consciência
Como um rio que corre de lado
Lá do fundo, ao meu lado

A luz de uma vela pode ser forte o bastante
Para iluminar a mais profunda escuridão
A vontade humana, ela pode aflorar
Tão forte para guiar nosso caminho

Através da porta do desejo humano
Eu vi a terra que todos nós procuramos
Ao longo de nossas vidas
Não há verdade, não há mentira
Simplesmente é
Agora e para sempre que será
Um anjo lá me encarando
Junto àquela porta, ele espera por mim

Sentimentos que não consigo distinguir
Céu e inferno ao mesmo tempo
Está tão frio aqui
Não consigo mantê-los aqui dentro
Meus pensamentos estão fluindo pra fora
Longe do ninho deles para o meu peito

Não há preto, não há branco
Mas tudo está no meio
As sombras de um cinza você pode enxergar
As cores são apenas fantasias
Dê para a minha alma outro eu
Há tanta coisa que ainda restar a dizer
Não vou me apressar
Preciso de tempo para achar as palavras certas
Preciso de tempo para achar o caminho certo
Preciso de alguém para parar minha errância

[Chapter VI: La Vita Fugge]
(Magnani)

La vita fugge et non s'arresta una hora
et la morte vien dietro a gran giornate
et le cose presenti, et le passate
mi dànno guerra, et le future anchora;
e 'l rimembrare et l'aspettar m'accora
or quinci or quindi, sí che 'n veritate
se non ch'i' ho di me stesso pietate
i' sarei già di questi pensier' fòra.
Tornami avanti s'alcun dolce mai
ebbe 'l cor tristo; et poi da l'altra parte
veggio al mio navigar turbati i vènti;
veggio fortuna in porto, et stanco omai
il mio nocchier, et rotte arbore et sarte
e i lumi bei, che mirar soglio, spenti.
(Francesco Petrarca Sonetto CCLXXII)

If I could stop time...
How many things
That I would change from the past
I'd set my life right

If I could live forever
How many emotions
I would learn to control
And feel what I want

Time is running too fast for me
You can't stop its course
Never surrender, I'll sleep when I'm dead
Time is moving along too fast
I can't think straight
Won't take all the time that I need
If I try I'll always be late

I wanna kill time
Win my own war to survive
Only a chance... I'd surely not fail

Time is running too fast for me
You can't stop its course
Never surrender, I'll sleep when I'm dead
Time is moving along too fast
I can't think straight
Won't take all the time that I need
If I try I'll always be late

Time is running too fast for me
You can't stop its course
Never surrender, I'll sleep when I'm dead
Time is moving along too fast
I can't think straight
Won't take all the time that I need
I'll always be late

[Capítulo VI: A Vida Foge]
(Magnani)

La vita fugge et non s'arresta una hora
et la morte vien dietro a gran giornate
et le cose presenti, et le passate
mi dànno guerra, et le future anchora;
e 'l rimembrare et l'aspettar m'accora
or quinci or quindi, sí che 'n veritate
se non ch'i' ho di me stesso pietate
i' sarei già di questi pensier' fòra.
Tornami avanti s'alcun dolce mai
ebbe 'l cor tristo; et poi da l'altra parte
veggio al mio navigar turbati i vènti;
veggio fortuna in porto, et stanco omai
il mio nocchier, et rotte arbore et sarte
e i lumi bei, che mirar soglio, spenti.
(Francesco Petrarca Sonetto CCLXXII)

Se eu pudesse parar o tempo...
Quantas coisas
Que eu mudaria do passado
Eu endireitaria minha vida

Se eu pudesse viver para sempre
Quantas emoções
Eu aprenderia a controlar
E sentir o que eu quero

O tempo está correndo rápido demais para mim
Você não pode deter o seu curso
Jamais se renda, eu dormirei quando estiver morto
O tempo está passando rápido demais
Não consigo pensar claramente
Não vou levar todo o tempo que eu preciso
Se eu tentar, vou sempre estar atrasado

Eu quero matar o tempo
Vencer minha própria guerra para sobreviver
Só uma chance... eu seguramente não falharei

O tempo está correndo rápido demais para mim
Você não pode deter o seu curso
Jamais se renda, eu dormirei quando estiver morto
O tempo está passando rápido demais
Não consigo pensar claramente
Não vou levar todo o tempo que eu preciso
Se eu tentar, vou sempre estar atrasado

O tempo está correndo rápido demais para mim
Você não pode deter o seu curso
Jamais se renda, eu dormirei quando estiver morto
O tempo está passando rápido demais
Não consigo pensar claramente
Não vou levar todo o tempo que eu preciso
Se eu tentar, vou sempre estar atrasado

[Chapter VII: Versions Of The Same]
(Magnani)

We're only two versions of the same
Trying to get far but we can't fall apart
And I know all of your silent cries
Your desperate call of the wild in the dark

No you never had to feel this way
There's an answer that grows in your heart
All you see, all you feel lives inside of me
You've been heading too close to the sun

Going nowhere, nothing is forever
Tell me... Am I wrong?
I'm falling down with you

'Cause I know we are one
Don't you know we are two versions of the same
You can't find your way if you are not with me
And I know we are one
Yes I know we are two versions of the same
There's so much left to say
But you do need some faith

All the secrets I keep inside
Something that's not to be known
From this side
What I see, what I feel
What I need to know
And what I never really say
Now our souls
Are too close to combine

Come here, follow me
Through the Gates of Heaven
Tell me... Am I wrong?
I really can't go on

'Cause I know we are one
Don't you know we are two versions of the same
You can't find your way if you are not with me
And I know we are one
Yes I know we are two versions of the same
There's so much left to say
But you do need some faith

'Cause I know we are one
Don't you know we are two versions of the same
You can't find your way if you are not with me
And I know we are one
Yes I know we are two versions of the same
There's so much left to say
But you do need some faith

...All you need is faith...

[Capítulo VII: Versões do Mesmo]
(Magnani)

Nós somos somente duas versões do mesmo
Tentando ficar distante mas não podemos nos romper
E eu conheço todos os seus gritos silenciosos
Seu chamado desesperado na escuridão

Não, você jamais teve que se sentir assim
Há uma resposta que cresce em seu coração
Tudo que você vê, tudo que sente, vive dentro de mim
Você tem se dirigido próximo demais ao sol

Indo a lugar algum, nada é para sempre
Diga-me... Estou errado?
Estou caindo com você

Pois eu sei que somos um só
Não sabe que somos duas versões do mesmo?
Não pode achar seu caminho se não estiver comigo
E eu sei que somos um só
Sim, eu sei que somos duas versões do mesmo
Há tanto o que dizer
Mas você precisa de um pouco de fé

Todos os segredos eu mantenho guardados
Algo que não é para ser conhecido
Deste lado
O que eu vejo, o que eu sinto?
O que eu preciso saber
E o que eu realmente nunca digo?
Agora nossas almas
Estão próximas demais de combinar

Venha cá, siga-me
Através dos Portões do Céu
Diga-me... Estou errado?
Realmente não posso continuar

Pois eu sei que somos um só
Não sabe que somos duas versões do mesmo?
Não pode achar seu caminho se não estiver comigo
E eu sei que somos um só
Sim, eu sei que somos duas versões do mesmo
Há tanto o que dizer
Mas você precisa de um pouco de fé

Pois eu sei que somos um só
Não sabe que somos duas versões do mesmo?
Não pode achar seu caminho se não estiver comigo
E eu sei que somos um só
Sim, eu sei que somos duas versões do mesmo
Há tanto o que dizer
Mas você precisa de um pouco de fé

...Tudo que você precisa é de fé...

[Chapter VIII: Through The Eyes Of God]
(Magnani)

My body forsaken
My feelings coming down
I'm here with no rights to complain
No more directions, well now I realize
There are things human beings
Can't conceive
I need to focus, I need control
I'm losing the key of my mind
I can't keep the whole oceans
Into the palm of my hands

Memories are flowing
Through the waves of a whispering wind
Time to lead my soul way back
To the very beginning

Through the eyes of God I discover
Things I can't keep all inside
I'm burning
Afterlife consumed me
My sweat is one with my bleeding
Through the eyes of God I got blinded
I can't fight my will
I may try with no change
The more he tried to make me see
The sooner my faith and my will disappear

Awake and aware
But I'm lost and not found
I'm lying here still crying for more
My brain's a toy
Something bound to break
Spelled by the shell of my soul

Tears are falling all over me and you
No way you can stop this crazy rain
Take a look inside of me
And tell me what do you see?

Through the eyes of God I discover
Things I can't keep all inside
I'm burning
Afterlife consumed me
My sweat is one with my bleeding
Through the eyes of God I got blinded
I can't fight my will
I may try with no change
The more he tried to make me see
The sooner my faith and my will disappear

Pain, hope, trust, love and hate
Joy and delusion...
All in one
Life, death, blood and tears and rage, fear
Envy, misery and faith...
Forgiveness... It can change it all...

I feel I'm coming down
I'm here, no rights to complain
My fears, my sanity...
Broke down relieving me
I feel I'm coming down
I'm here, no rights to complain
My fears, my sanity...
Broke down relieving me

Through the eyes of God I discover
Things I can't keep all inside
I'm burning
After life consumed me
My sweat is one with my bleeding
Through the eyes of God I got blinded
I can't fight my will
I may try with no change
The more he tried to make me see
The sooner my faith and my will disappear

[Capítulo VIII: Através dos Olhos de Deus]
(Magnani)

Meu corpo abandonado
Meus sentimentos desabando
Eu estou aqui sem direitos a reclamar
Sem direções, bem, agora eu percebo
Há coisas que os seres humanos
Não podem conceber
Eu preciso focar, eu preciso de controle
Estou perdendo a chave da minha mente
Eu não posso manter os oceanos inteiros
Na palma de minhas mãos

As recordações estão fluindo
Através das ondas de um vento sussurrante
Hora de conduzir minha alma de volta
Ao exato início

Através dos olhos de Deus eu descubro
Coisas que não posso guardar por dentro
Estou queimando
A vida após a morte me consumiu
Meu suor é um com minha hemorragia
Através dos olhos de Deus eu fiquei cego
Eu não posso enfrentar minha vontade
Eu posso tentar sem mudar
Quanto mais ele tentou me fazer enxergar
Mais cedo minha fé e vontade irão desaparecer

Acordado e atento
Mas estou perdido e não encontrado
Continuo deitado aqui chorando por mais
Meu cérebro é um brinquedo
Algo feito para quebrar
Soletrado pela casca de minha alma

As lágrimas estão caindo e me cobrindo todo
Não há como você parar esta chuva maluca
Dê uma olhada dentro de mim
E diga-me o que você vê?

Através dos olhos de Deus eu descubro
Coisas que não posso guardar por dentro
Estou queimando
A vida após a morte me consumiu
Meu suor é um com minha hemorragia
Através dos olhos de Deus eu fiquei cego
Eu não posso enfrentar minha vontade
Eu posso tentar sem mudar
Quanto mais ele tentou me fazer enxergar
Mais cedo minha fé e vontade irão desaparecer

Dor, esperança, confiança, amor e ódio
Alegria e desilusão...
Tudo em um
Vida, morte, sangue e lágrimas e ira, medo
Inveja, miséria e fé...
Perdão... Isso tudo pode mudar...

Eu sinto que estou descendo
Eu estou aqui, sem direito a reclamar
Meus medos, minha sanidade...
Quebrado, me aliviando
Eu sinto que estou descendo
Eu estou aqui, sem direito a reclamar
Meus medos, minha sanidade...
Quebrado, me aliviando

Através dos olhos de Deus eu descubro
Coisas que não posso guardar por dentro
Estou queimando
A vida após a morte me consumiu
Meu suor é um com minha hemorragia
Através dos olhos de Deus eu fiquei cego
Eu não posso enfrentar minha vontade
Eu posso tentar sem mudar
Quanto mais ele tentou me fazer enxergar
Mais cedo minha fé e vontade irão desaparecer

[Chapter IX: Shades]
(Magnani)

Ugly grim grey skies
Found a mirror with my eyes
Flowing deep inside my veins
Questions and answers
Running round and round too fast
Sliding down to my chest

Images melt in my mind
With my memories I left back
Present and future all together with past
Your holy touch ain't protecting me
Under the sands of all my tears
All that is left
Is a bunch of meaningless words

Shades of me and you here and then
Flying upon my daemons
Reaching for visions
Of the path we walk through
Shades of grey turning red
My life has run much too fast
Our flight has ended here
Together we're falling again

So many traces
Of the man that I have been
Where are my golden years?
You're trying to lead me
To a point of no return
Visions melt with my memories
A breeze on my skin is drawing
Lines with the tears along my face
Scares of a crying conscience
Blaming at me
Maybe I've lost my sanity
I was, I will be or I am
Whatever it is
I won't be the same
That's for sure

Shades of me and you here and then
Flying upon my daemons
Reaching for visions
Of the path we walk through
Shades of grey turning red
My life has run much too fast
Our flight has ended here
Together we're falling again

Shades of me and you here and then
Flying upon my daemons
Reaching for visions
Of the path we walk through
Shades of grey turning red
My life has run much too fast
Our flight has ended here
Together we're falling...
Together we're falling again

[Capítulo IX: Sombras]
(Magnani)

Céus cinzentos, horrendos e feios
Encontrei um espelho com meus olhos
Fluindo lá no fundo de minhas veias
Perguntas e respostas
Correndo em volta e rapidamente
Deslizando até meu peito

Imagens derretem em minha mente
Com minhas recordações que deixei para trás
Presente e futuro todos juntos com o passado
Seu toque santo não está me protegendo
Sob as areias de todas as minhas lágrimas
Tudo que resta
É um bando de palavras sem sentido

Sombras de mim e você aqui e depois
Voando sobre meus demônios
Tentando alcançar as visões
Do caminho que percorremos
Sombras cinzentas ficando vermelhas
Minha vida correu rápido demais
Nosso vôo terminou aqui
Juntos, nós estamos caindo outra vez

Tantos rastros
Do homem que eu fui
Onde estão meus anos dourados?
Você está tentando me conduzir
A um ponto sem retorno
Visões derretem com minhas recordações
Uma brisa em minha pele está traçando as
Linhas com as lágrimas ao longo da minha face
Sustos de uma consciência chorando
Culpando a mim
Talvez eu perdesse minha sanidade
Eu era, eu serei ou eu sou?
O que quer que seja
Eu não serei o mesmo
Pode ter certeza

Sombras de mim e você aqui e depois
Voando sobre meus demônios
Tentando alcançar as visões
Do caminho que percorremos
Sombras cinzentas ficando vermelhas
Minha vida correu rápido demais
Nosso vôo terminou aqui
Juntos, nós estamos caindo outra vez

Sombras de mim e você aqui e depois
Voando sobre meus demônios
Tentando alcançar as visões
Do caminho que percorremos
Sombras cinzentas se tornando vermelhas
Minha vida correu rápido demais
Nosso vôo terminou aqui
Juntos, nós estamos caindo...
Juntos, nós estamos caindo outra vez

[Chapter X: We Are, We are Not]
(Magnani)

My life's been flowing out of hands
Long from my darkest fears
But I will find the strength to carry on
Don't be afraid to tell, I know that it's over
All the way that's where
I'm heading with no regrets
I filled the hunger inside of me
With the last call of my revenge

In myself I found my prison
Only you can tell me why
The fall of my reason's releasing my soul

We are
We are not...
Our future's our tomorrow's past
We are
We are not...
Please
Take my hand and bring me out of here
Before this cage can drive me mad
There's no hope for me for some sanity
I lost my mind
We are
We are not...

My flashbacks fill my thoughts with dread
Moving along with loneliness
All the years gone by still in my head
Here in these endless lies we are living in
Right now that we just can't say goodbye
There's such a mess inside my mind
We both lost our way
And it seems we'll never meet again

In myself I found my prison
Only you can tell me why
The fall of my reason¹s releasing my soul

We are
We are not...
Our future's our tomorrow's past
We are
We are not...
Please
Take my hand and bring me out of here
Before this cage can drive me mad
There's no hope for me for some sanity
I lost my mind
We are
We are not...

[Capítulo X: Nós Somos, Nós Não Somos]
(Magnani)

Minha vida está fluindo para fora das mãos
Longe de meus medos mais obscuros
Mas eu encontrarei forças para continuar
Não tenho medo de falar, eu sei que acabou
Até o fim que é onde
Eu estou me dirigindo sem pesares
Eu saciei a fome dentro de mim
Com o último chamado de minha vingança

Em mim, eu encontrei minha prisão
Só você pode me explicar por que
A queda de minha razão está libertando minha alma

Nós somos
Nós não somos...
Nosso futuro é o passado de nosso amanhã
Nós somos
Nós não somos...
Por favor
Pegue minha mão e me tire daqui
Antes que esta gaiola possa me enlouquecer
Não há esperança pra mim por alguma sanidade
Eu perdi a cabeça
Nós somos
Nós não somos...

Meus flashbacks enchem meus pensamentos de medo
Movendo-se com a solidão
Todos os anos passados continuam em minha cabeça
Aqui nessas mentiras infinitas que estamos vivendo
Agora mesmo nós não podemos dizer adeus
Há uma bagunça dentro de minha mente
Nós dois perdemos nosso caminho
E parece que nunca mais nos encontraremos

Em mim, eu encontrei minha prisão
Só você pode me explicar por que
A queda de minha razão está libertando minha alma

Nós somos
Nós não somos...
Nosso futuro é o passado de nosso amanhã
Nós somos
Nós não somos...
Por favor
Pegue minha mão e me tire daqui
Antes que esta gaiola possa me enlouquecer
Não há esperança pra mim por alguma sanidade
Eu perdi a cabeça
Nós somos
Nós não somos...

[Chapter XI: Fool's Garden]

(Instrumental)

[Capítulo XI: O Jardim dos Tolos]

(Instrumental)

[Chapter XII: The Fall of Reason]

(Instrumental)

[Capítulo XII: A Queda da Razão]

(Instrumental)

[Chapter XIII: Out Of The Maze]
(Magnani)

Finally light!
Finally I'm free to run away...
Away from the night
It was too much time
Spent like a dead man walking by
I finally can spread my wings

No more tears, no more fights
Each one is free to take his own way out
You take yours, I'll take mine

Out of the maze
Revealing secrets we kept on the way
Who knows who's right
Breaking the chains
I'm gonna give up my future to fate
Nothing else to say

Now I'm alright
Eventually I saw
What was not clear to my eyes
For all my life
Thought I had friends I could confess
My fears and my hopes

No more tears, no more fights
Each one is free to take his own way out
You take yours, I'll take mine

Out of the maze
Revealing secrets we kept on the way
Who knows who's right
Breaking the chains
I'm gonna give up my future to fate
Nothing else to say

Out of the maze
Revealing secrets we kept on the way
Who knows who's right
Breaking the chains
I'm gonna give up my future to fate
Nothing else to say

[Capítulo XIII: Fora do Labirinto]
(Magnani)

Finalmente luz!
Finalmente estou livre para fugir...
Para longe da noite
Foi tempo demais
Gasto feito um defunto caminhando por aí
Finalmente posso abrir minhas asas

Chega de lágrimas, chega de lutas
Cada um é livre para tomar seu caminho
Você toma o seu, eu tomarei o meu

Fora do labirinto
Revelando segredos que guardamos no caminho
Quem sabe o que é certo?
Quebrando as correntes
Eu vou entregar meu futuro ao destino
Nada mais a dizer

Estou bem
Eventualmente eu vi
O que não estava claro aos meus olhos
Por toda a minha vida
Achei que tivesse amigos que pudesse confessar
Meus medos e minhas esperanças

Chega de lágrimas, chega de lutas
Cada um é livre para tomar seu caminho
Você toma o seu, eu tomarei o meu

Fora do labirinto
Revelando segredos que guardamos no caminho
Quem sabe o que é certo?
Quebrando as correntes
Eu vou entregar meu futuro ao destino
Nada mais a dizer

Fora do labirinto
Revelando segredos que guardamos no caminho
Quem sabe o que é certo?
Quebrando as correntes
Eu vou entregar meu futuro ao destino
Nada mais a dizer

[Chapter XIV: Identities]
(Magnani)

You and me
A madman and his Angel to their final trip
Drifting in a sullen sea, identities
Divided by a tiny line we cannot see
But I can feel your presence right here

Tell me where I've gone
And where are my dreams and my desires?
They just run away
And I sit here
With these empty words to tell

I can feel your Spirit falling down in me
I feel your holy wings
Calming down my fears and rage
That slowly pass me by

Now I see
That in this dark surrounding me
I will find some peace
And all the truth I needed
Was right here with me
All the reasons why I lost my soul
I can't get back
Forgive me, if you can...
I won't

Thanks for what you've done
And for being how you are with me
The sun is going down
Don't keep me here
Waiting for the dawn alone

I can feel your Spirit falling down in me
I feel your holy wings
Calming down my fears and rage
That slowly pass me by

Here I am
Is this the end I always have been searching for?
The meaning of what I called life?

[Capítulo XIV: Identidades]
(Magnani)

Você e eu
Um louco e o seu Anjo para a viagem final
A deriva em um mar taciturno, identidades
Divididas por uma tênue linha que não enxergamos
Mas eu posso sentir sua presença aqui mesmo

Diga-me onde eu estive
E onde estão meus sonhos e meus desejos?
Eles precisam fugir
E eu sento aqui
Com estas palavras vazias para contar

Eu posso sentir seu Espírito caindo em mim
Eu sinto suas asas santas
Acalmando meus medos e a raiva
Que lentamente passam por mim

Agora eu vejo
Que nesta escuridão que me cerca
Eu encontrarei um pouco de paz
E toda a verdade que eu precisei
Estava bem aqui comigo
Todas as razões as quais perdi minha alma
Eu não posso voltar
Perdoe-me, se puder...
Eu não vou

Obrigado por aquilo que você fez
E por agir desta forma comigo
O sol está se pondo
Não me deixe aqui
Esperando pelo amanhecer sozinho

Eu posso sentir seu Espírito caindo em mim
Eu sinto suas asas santas
Acalmando meus medos e a raiva
Que lentamente passam por mim

Aqui estou eu
É este o fim que eu sempre andei procurando?
O significado daquilo que chamei de vida?


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Álbuns TraduzidosTodas as matérias sobre "Vision Divine"


A-Ha: pop norueguês que influenciou algumas bandas de metalA-Ha
Pop norueguês que influenciou algumas bandas de metal

Metal Melódico: os 10 melhores álbuns dos anos 90 - Parte 1Metal Melódico
Os 10 melhores álbuns dos anos 90 - Parte 1


Postura: 12 coisas que você nunca deve dizer a um músicoPostura
12 coisas que você nunca deve dizer a um músico

Nirvana: Teoria é um desperdício de tempo, dizia KurtNirvana
"Teoria é um desperdício de tempo", dizia Kurt


Sobre Fernando P. Silva

Fernando Silva é membro do Whiplash! e responsável pela seção de traduções. Colaborando com o site há mais de 5 anos, é quem organiza e revisa todas as traduções que são publicadas nesta seção, contando também com o auxílio de amigos e colaboradores do site. Eclético, curte desde o blues e um bom rock n' roll até o melhor do hard e do heavy, sendo o Metallica (até a eternidade) sua banda preferida. Correções de material postado anteriormente, críticas ou sugestões para novas traduções podem ser feitas através do contato direto com o autor.

Mais matérias de Fernando P. Silva no Whiplash.Net.

Goo336x280