Matérias Mais Lidas

imagemVangelis, compositor de cinema e lenda do prog rock grego, morre aos 79 anos

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemJonathan Davis, do Korn, explica qual seu problema com o Cristianismo

imagemJames LaBrie fala sobre a possibilidade de trabalhar novamente com Mike Portnoy

imagemVocalista do Gwar diz que integrantes do Maiden são "um bando de velhas britânicas"

imagemLes Claypool, do Primus, explica por que não se tornou baixista do Metallica

imagemDez músicas muito legais do Iron Maiden que não são cantadas por Bruce Dickinson

imagemO segredo da longevidade do baixista do Guns N' Roses tem inspiração nos Stones

imagemClassic Rock lista 15 músicas do saudoso Chris Cornell que você precisa conhecer

imagemMetallica divulga vídeo oficial de "Sad But True" ao vivo em Curitiba

imagemMetallica divulga vídeo de "Whiskey In The Jar" ao vivo em Curitiba

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa


Stamp

Sebastian Bach: pela 2ª vez, vocalista agita público em SP

Resenha - Sebastian Bach (Carioca Club, São Paulo, 17/04/2012)

Por Jorge A. Silva Junior
Em 23/04/12

Três dias após iniciar sua miniturnê brasileira, Sebastian Bach se apresentou novamente em São Paulo, nesta terça-feira (17), no Carioca Club. Com casa cheia, o ex-vocalista do SKID ROW desfilou clássicos da banda que o projetou e petardos de sua carreira solo. Durante uma hora e meia, "Tião" agitou o público de forma frenética e mostrou porque ainda é um ótimo frontman.

O segundo show de Sebastian Bach em São Paulo foi surpreendente. A começar pelo público, que, mesmo faltando uma hora para a apresentação, parecia não dar as caras. Fato um tanto quanto constrangedor, afinal, o próprio Bach afirmara dias antes, via Facebook, que a pequena casa não foi a opção ideal para recebê-lo. Contudo, por volta das 20h, o número de pessoas no Carioca Club aumentava enquanto a MADJOKER abria a noite. Formada por Gus Nascimento (vocal), Fernando Cordelli (guitarra), Cadu Ramalho (baixo) e Lucas Pit (bateria), a banda paulista tocou por 30 minutos composições próprias e dois tributos: "Fuel" (METALLICA) e "You Could Be Mine" (GUNS N' ROSES).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As luzes se apagaram às 21h45 para anunciar a entrada de Sebastian Bach. O ânimo e humor do vocalista eram incógnitos antes da nova apresentação na capital paulista. Um dos motivos seria a confusão ocorrida em sua saída do mesmo Carioca Club, após o show de sábado (14), que envolveu muitos fãs exaltados e poucos seguranças. O mal estar foi relatado pelo músico, horas depois, em uma postagem na internet. O fator físico também poderia afetar a qualidade do evento, uma vez que Bach também passara por Porto Alegre no domingo (15).

A dúvida sobre seu comportamento, porém, caiu por terra quando ele e sua banda entraram em cena para agitar o público com a pesada e rápida "Slave To The Grind", do álbum homônimo de 1991, época de ouro do SKID ROW. Durante a canção, um disco de vinil com a foto do vocalista foi jogado no palco. Sem titubear, Sebastian Bach fez uma brincadeira ao colocar o objeto na frente do rosto.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Apesar dos 44 anos, sua energia continua como a de um garoto. Assistir a uma de suas apresentações parado é praticamente impossível. Nas diversas vezes em que rodava seu microfone sob a cabeça, gritos ensandecidos tomavam conta do recinto. A voz potente ainda é notável, mas, pela questão da idade, fica evidente que Sebastian Bach economiza esforço em algumas notas, algo que não afeta em nada seu ótimo desempenho. Durante todo o show, o frontman interagiu bastante com o público, que o presenteou com uma camiseta da seleção brasileira de futebol e algumas bandeiras do país.

De seu último registro de estúdio, 'Kicking And Screaming' (2011), além da faixa título, foram tocadas cinco músicas, entre elas "As Long As I Got The Music" e "Tunnelvision". Também de sua bem sucedida carreira solo, "(Love Is) A Bitchslap", "Stuck Inside" e "American Metalhead", todas do álbum 'Angel Down' (2007), fizeram parte do repertório.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Para o delírio dos fãs, Sebastian Bach cantou sem acompanhamento instrumental trechos de "Breakin' Down", "Quicksand Jesus" e "In A Darkened Room", relembrando sua época à frente do SKID ROW. Da ex-banda, ainda estiveram presentes as incendiárias "Here I Am", "Big Guns" e "Piece Of Me", além do mega-sucesso "18 And Life", que alcançou o 4º lugar na parada americana da Billboard em 1989.

Como de costume nos shows do vocalista, três canções indispensáveis foram deixadas para o final - todas gravadas originalmente nos tempos do SKID ROW. Durante "Monkey Business", primeiro single do álbum 'Slave To The Grind', a casa quase veio abaixo, tamanha foi a força de sua versão ao vivo. A belíssima balada "I Remember You" foi responsável por emocionar mulheres e marmanjos, que cantaram em uníssono seu refrão. Para fechar a apresentação de uma hora e meia, sem bis, conduzida por um mestre de cerimônias que não para um minuto sequer, o hino "Youth Gone Wild" foi o que faltava para lavar a alma de quem compareceu ao Carioca Club, que naquela altura do campeonato parecia uma sauna. Brasil e Rock And Roll agradecem, Tião!

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sebastian Bach em São Paulo
Carioca Club - 17 de abril de 2012
Duração: 1h30

Vocal - Sebastian Bach
Guitarra - Johnny Chromatic
Guitarra - Nick Sterling
Baixo - Jason Christopher
Bateria - Bobby Jarzombek

Set List

1. Slave To The Grind
2. Kicking And Screaming
3. Dirty Power
4. Here I Am
5. Big Guns
6. (Love Is) A Bitchslap
7. Stuck Inside
8. Piece Of Me
9. 18 And Life
10. American Metalhead
11. As Long As I Got The Music
12. Monkey Business
13. My Own Worst Enemy
14. Whishin´
15. I Remember You
16. Tunnelvision
17. Youth Gone Wild

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva


Outras resenhas de Sebastian Bach (Carioca Club, São Paulo, 17/04/2012)

Resenha - Sebastian Bach (Carioca Club, São Paulo, 17/04/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sebastian Bach: virando notícia no TMZ só por causa de um decote?



Sobre Jorge A. Silva Junior

Jorge Junior é paulistano, jornalista diplomado e colaborador do Whiplash.Net desde 2009. Tem mais de 400 matérias e notas publicadas, que somam aproximadamente um milhão e meio de acessos. Também realizou a cobertura de shows de grande porte, entre eles Ringo Starr, Eric Clapton, Deep Purple, System Of A Down, Red Hot Chili Peppers e Ozzy Osbourne. O autor pode ser seguido no Twitter: @jorgejunior85.

Mais matérias de Jorge A. Silva Junior.