Dream Theater: Performance impecável em Orlando, nos EUA

Resenha - Dream Theater (Hard Rock Live, Orlando, FL, USA, 23/10/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Mileski
Enviar Correções  

Desde a saída de MP todos fans de Dream Theater ficaram inseguros quanto à direção que a banda tomaria sem o seu principal mentor. Tive a oportunidade de ver o show do Dream Theater no Hard Rock Live em Orlando e percebi algumas coisas. Primeiramente a escolha do set. Eu particularmente esperava muita coisa antiga, pois acreditava que eles gostariam de mostrar à sua legião de fiéis fãs que a banda era a mesma. Porém não foi isso que aconteceu.

Dream Theater: vídeo oficial de "Solitary Shell" ao vivo no Budokan

Metal Moderno: 5 bandas aptas a se tornarem clássicas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A performance da banda foi impecável e mais animada do que eu estou acostumado a ver. Labrie conversou com o publico, até mesmo deu um "puxão de orelha" nos presentes insinuando que estávamos sentindo falta de alguém e que deveríamos deixar a depressão do lado de fora (de fato a banda de abertura Trivium recebeu uma resposta muito mais calorosa do público).

Mas acredito que esse não foi o caso. O público estava realmente desanimado e senti que isso se deveu à escolha do repertório. Acredito que eles tinham sim que mostrar seu trabalho atual, mas no momento delicado que a banda se encontra deveriam ter escolhido mais clássicos a fim de provar que a banda continuará honrando o seu maravilhoso legado, e que as músicas que inspiraram tantas pessoas serão perpetuadas, independente de alterações na formação.

Em relação às baquetas acredito que a escolha de Mangini não pode ser contestada pelo seu currículo e ele fez muito bonito ao vivo. Durante o solo de bateria ele deu uma demonstração muito convincente de técnica e velocidade. O set de bateria utilizado foi um espetáculo a parte, ele parecia estar dentro de uma gaiola, cercado por peças de bateria por todos os lados.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Não sei se foi impressão minha, mas todos estavam muito a vontade, caminhando pelo palco, fazendo coreografias, enfim, pareciam bem a vontade. Inclusive tocaram 2 musicas acústicas a lá "um banquinho e um violão".

O layout do palco foi igualmente interessante. Ao invés dos tradicionais telões, eles utilizaram dois cubos no fundo do palco, onde as imagens e animações eram projetadas. Consegui tirar uma foto apenas. A segurança estava muito rígida em relação a câmeras e quando viam um celular se levantando logo convidavam a pessoa ao "reservado" para uma verificação.

Ninguém contesta a capacidade de qualquer um dos integrantes ou o poder de superação do Dream Theater e acredito que seja questão de tempo até tudo voltar aos trilhos (ou MP voltar). Agora é esperar os próximos capítulos.

Abaixo o Set:

Bridges in the Sky
These Walls
Build Me Up, Break Me Down
Endless Sacrifice
Drum Solo
The Ytse Jam
Outcry

Acustico:
The Silent Man
Beneath the Surface

On the Backs of Angels
Forsaken
Through My Words
Fatal Tragedy
Breaking All Illusions

Bis:
Under a Glass Moon


Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline