Mutantes: em BH, 40 anos depois, ainda relevante

Resenha - Mutantes (Espaço Lagoa, Belo Horizonte, 07/06/2008)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Arthur Lara Moreira
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Sérgio Dias Pode ser comparado a Dom Quixote e Dinho Leme é seu fiel escudeiro Sancho Pança. Mas, ao contrário do herói de Cervantes, a batalha do mutante não é vã. Prova disso foi o show no Espaço Lagoa em BH.

62 acessosVitrola Verde: 2ª parte da entrevista com Rolando Castello Junior5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura

A nova formação é consistente. Bia Mendes não deve nada a Rita Lee e Zélia Duncan. O outro vocalista, Fábio Recco, esteve perfeito, assim como os músicos de apoio. Mas o destaque é mesmo Sérgio Dias, um verdadeiro mago das guitarras. Deveria ter um reconhecimento muito maior do que tem.

O show começou por volta das 21h40. A canção de abertura foi “Dom Quixote”. Aliás, o repertório foi praticamente o mesmo do CD “Mutantes Ao Vivo - Barbican Theatre, Londres 2006”. Não faltaram clássicos como “Tecnicolor”, “Virginia”, “Top Top”, “Jardim Elétrico” e “Ando Meio Desligado”. Eles encerraram com “A Minha Menina” de Jorge Ben e, no bis, tocaram “A Hora e a Vez do Cabelo Nascer (Cabeludo Patriota)”, “Bat Macumba” e “Panis Et Circenses”.

40 anos depois, a banda mostra que ainda pode ser relevante para o cenário musical. A julgar pela música “Mutantes Depois”, também presente no show, o novo CD promete muita coisa boa.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

62 acessosVitrola Verde: 2ª parte da entrevista com Rolando Castello Junior0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Mutantes"

IntrigasIntrigas
Bandas em família que terminaram mal

MutantesMutantes
Rita Lee: "Fui expulsa dos Mutantes!"

Antonio Pedro FortunaAntonio Pedro Fortuna
Parte da história do rock nacional

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Mutantes"

MotörheadMotörhead
Em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura

MetallicaMetallica
New Music Express elege as melhores músicas do grupo

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Dani Filth antes de virar... Dani Filth

5000 acessosAC/DC: a história do nome e a idéia do uniforme de Angus5000 acessosMMA: os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal5000 acessosRockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus3818 acessosPrograma Livre: Nostalgia do programa mais Rocker da TV no Brasil5000 acessosSuperação: Garoto cego emociona jurados de reality ao cantar sucesso do Queen5000 acessosGuitarristas: os sete mais influentes de todos os tempos

Sobre Arthur Lara Moreira

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online