Resenha - Iron Maiden (Pavilhão Atlântico, Lisboa, 09/07/2003)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pinhead (Metal Open Mind)
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.




Material reproduzido com permissão
Fonte: Metal Open Mind (www.metalopenmind.com)

E a Donzela de Ferro passou novamente por Portugal, desta vez, para apresentar-nos um show da GIVE ME ED... TIL I'M DEAD TOUR 2003, e já nos deixou com saudades.

Antes de mais, vou ser breve e conciso quanto à banda de abertura, Stray. Trata-se de um perfeito exemplo de uma banda com quase 40 anos de carreira mas que nunca conseguiu atingir o estrelato, com um repertório repetitivo e extremamente datado. O som também não ajudou em nada, desde o começo do show sem o PA, passando pelos contínuos feedbacks e o som de guitarra extremamente irritante de Del Bromham. o único destaque ficou para o tema setentista que encerrou a participação da banda, "All In Your Mind", mais conhecida nos dias de hoje justamente pela versão cover criada pelo Iron Maiden alguns anos atrás. Sendo o trabalho de uma banda de abertura aquecer o público para a atração principal, o Stray deixou bastante a desejar.

Mas vamos ao que interessa.

22h00 em ponto, mantendo a tradição da pontualidade britânica, eis que os ícones do Heavy Metal dão as boas vindas a um Pavilhão Atlântico praticamente lotado, com nada menos que "The Number of The Beast" seguido imediatamente por "The Trooper"! Com um início deste calibre, não foi preciso mais para que o imenso público pudesse perceber a noite que se avizinhava.

Com muitas surpresas na escolha das músicas do setlist, o sexteto de Londres mostrou uma energia exemplar (afinal os "rapazes" já ultrapassaram os 40 anos a algum tempo) e a perfeição na execução continua a mesma com que acostumaram os fãs ao longo da sua extensa carreira.

Foi um deleite poder ouvir temas como "Revelations", "Heaven Can Wait" ou "22 Acacia Avenue", pouco habituais no setlist do Iron Maiden.

Lisboa foi presenteada também com o tema "Wildest Dreams", do novo trabalho, "Dance of Death", que será lançado em Setembro. Se o restante do álbum seguir a mesma linha, temos um novo clássico do Iron Maiden na forja. Excelente tema.

Houve tempo também para um puxão de orelhas de Bruce Dickinson ao pessoal do "mosh" demasiado excitado que se jogava pra cima das pessoas nas filas da frente. Com um discurso repleto de "fuckings", Bruce arrancou aplausos de todo o Pavilhão Atlântico.

O palco foi um dos pontos altos do espectáculo. Como o nome da tour indica (GIVE ME ED... TIL I'M DEAD TOUR) o protagonista principal foi ele mesmo, o velho e bom Eddie em todas as suas versões. Toda a extensão do palco estava repleta de desenhos das várias encarnações de Eddie, complementados por um painel gigantesco na parte de trás do palco que apresentava imagens de Eddie de acordo com as músicas interpretadas no momento.

"Heaven Can Wait" foi escolhida para o já habitual grupo de fãs subir ao palco e cantar.

Não posso deixar de comentar o espetáculo à parte que foi o público presente, sempre cantando e participando e em alguns momentos mesmo cobrindo por completo o som da banda com coros em uníssono. Se o Heavy Metal está morrendo, certamente alguém esqueceu de avisar a muita gente. E não se engane quem pensa que a faixa etária dominante do público presente era acima dos 30 anos, porque estão redondamente enganados.

A banda encerrou o concerto com "Iron Maiden", e como é obvio, após os ensurcededores pedidos, retornaram com um encore de "Bring Your Daughter To The Slaughter", "2 Minutes To Midnight", e fecharam com "Run to the Hills" as duas horas de show que mais pareceram trinta minutos. O público ainda insistiu, mas já não havia mais nada para ninguém. As luzes do pavilhão se acenderam e uma gravação da famosa "Always Look On The Bright Side Of Life" do Monty Python, interpretada por Bruce Dickinson, embalou o pessoal para fora do Pavilhão Atlantico.

Setlist:
The Number of The Beast
The Trooper
Die With Your Boots On
Revelations
Hallowed Be Thy Name
22 Acacia Avenue
Wildest Dreams
The Wicker Man
Brave New World
The Clansman
The Clarvoyant
Heaven Can Wait
Fear Of The Dark
Iron Maiden
Bring Your Daughter To The Slaughter
2 Minutes To Midnight
Run To The Hills

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Steve Harris assiste show do Metallica no Canadá

5 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores293 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
Nado sincronizado ao som de "The Trooper"

Iron MaidenIron Maiden
"The Book of Souls" acústica e orquestrada

CarnavalCarnaval
Bloco transforma músicas do Iron Maiden em samba

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

Chris CornellChris Cornell
Relatório policial descreve últimas horas e morte

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Avril Lavigne muito antes da fama

MetallicaMetallica
As extravagâncias da banda para tocar no Rock in Rio

5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura5000 acessosMusos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!5000 acessosMarilyn Manson: "Sou o monstro do Lago Ness! Sou o Bicho Papão!"5000 acessosMachine Head: "esperarei pelo próximo disco do Metallica"5000 acessosBateristas: canhotos que tocam de forma diferente5000 acessosPower Metal: 10 álbuns essenciais do estilo

Sobre Pinhead (Metal Open Mind)

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online