RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemO ponto fraco de Yngwie Malmsteen segundo Ronnie James Dio, em 1985

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de "Gita"

imagemOzzy Osbourne revela qual foi o melhor guitarrista de sua carreira solo

imagemRoger Waters atende a Rússia e faz discurso para o Conselho de Segurança da ONU

imagemA reação de King Diamond ao ouvir Metallica tocando músicas do Mercyful Fate

imagemO triste motivo pelo qual o Pink Floyd não podia fazer contato com Syd Barrett

imagemQuem ganhou e quem devia ter ganhado o Grammy de metal desde 1989, segundo Loudwire

imagemRodinha de mosh gigantesca em show do System of a Down viraliza e impressiona

imagemVeja o que esperar da turnê do Mayhem no Brasil

imagemPor que Herbert Vianna gosta muito do riff de "Eu Quero Ver o Oco" do Raimundos?

imagemMegadeth é processado por artista que criou capa do último disco da banda

imagemVeja Dave Grohl cantando e agitando em show do Mercyful Fate

imagemAs 20 melhores músicas do Nightwish, em lista da Metal Hammer

imagemO show do Engenheiros do Hawaii sem Humberto, que eles achavam que havia sido sequestrado


Stamp

Cradle of Filth: No Brasil, um dos novos pilares do metal extremo

Resenha - Cradle of Filth (Via Funchal, São Paulo, 02/10/2004)

Por Eduardo S. Contro
Postado em 02 de outubro de 2004

Fotos: Elisabete Tamagnini

Pela primeira vez no Brasil, Cradle of Filth, uma das mais importantes bandas de metal extremo, fez uma única apresentação no país, em São Paulo, no Via Funchal, no dia 02 de outubro de 2004.

A abertura ficou por conta da banda brasileira de trash metal Korzus. A apresentação dos paulistas, com direito a cover de Reign in Blood do Slayer levou cerca de uma hora e aqueceu os ânimos para a atração principal.

Típico em aberturas da banda, o show do Cradle of Filth foi iniciado com uma música de introdução sombria, A bruise upon a silent moon, enquanto Dani Filth (vocal), Paul (guitarra), James, (guitarra), Dave (baixo), Martin (teclado), Adrian, (bateria) e Sarah (backing vocals) tomavam seus lugares.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O show seguiu então com mais uma música do cd "Damnation and a day" de 2002, chamada The promise of fever, e com uma outra brutal do cd "Cruelty and the Beast" de 98, chamada Twisted nails of faith. A banda tocou ainda Gilded Cunt, música do seu recém lançado cd "Nymphetamine".

A apresentação atingiu seu ápice com a música Her ghost in the fog, do cd "Midian" de 2000 e foi fechada com um de seus maiores clássicos, From the cradle to enslave, do EP de 99 com o mesmo nome.

Uma hora e trinta minutos de show, tempo comum para as bandas do estilo, foi mais do que suficiente para agradar o público. Nem o maior dos fãs apostaria em um show recheado de músicas do começo de carreira da banda.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Casa cheia e som impecável ajudaram ainda mais para o sucesso da apresentação dos ingleses. O público, muito satisfeito, pôde presenciar o grande show que selou a primeira, e ótima, turnê sul americana da banda.

SET LIST COMPLETO

A bruise upon a silent moon
The promise of fever
Twisted nails of faith
Dusk and her embrace
Cthulhu Dawn
Gilded cunt
Nocturnal Supremacy
A Gothic romance
Dinner at deviant's palace
Cruelty Brought thee orchids
The forest whispers my name
Her ghost in the fog
From the cradle to enslave

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

[an error occurred while processing this directive]

[an error occurred while processing this directive]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2

Dani Filth relembra passado na Inglaterra e controversa estreia do Bruce no Iron Maiden


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Eduardo S. Contro

Assessor de imprensa, nascido em 1982. Músico nas horas vagas, sua história com o rock começou aos 7 anos de idade. Na época, fazia reuniões com os amigos para ouvir Guns, Rolling Stones, Beatles e afins. Aos 12 se tornou fã do estilo Grunge e, como muitos jovens rockeiros, logo passou a ouvir metal, graças ao Iron Maiden. Hoje é bastante eclético. Escuta de tudo um pouco, de rock progressivo setentão a Black Metal. Desde 1996 (ano da criação do Whiplash!) acompanhou o crescimento e desenvolvimento do site e hoje se sente feliz por fazer parte dessa família. Sempre disposto a conhecer bandas novas e discutir sobre os rumos da música, vive em busca de contribuir para a evolução do rock brasileiro.
Mais matérias de Eduardo S. Contro.