Cradle of Filth: No Brasil, um dos novos pilares do metal extremo

Resenha - Cradle of Filth (Via Funchal, São Paulo, 02/10/2004)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Eduardo S. Contro
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.









Fotos: Elisabete Tamagnini

Pela primeira vez no Brasil, Cradle of Filth, uma das mais importantes bandas de metal extremo, fez uma única apresentação no país, em São Paulo, no Via Funchal, no dia 02 de outubro de 2004.

A abertura ficou por conta da banda brasileira de trash metal Korzus. A apresentação dos paulistas, com direito a cover de Reign in Blood do Slayer levou cerca de uma hora e aqueceu os ânimos para a atração principal.

Típico em aberturas da banda, o show do Cradle of Filth foi iniciado com uma música de introdução sombria, A bruise upon a silent moon, enquanto Dani Filth (vocal), Paul (guitarra), James, (guitarra), Dave (baixo), Martin (teclado), Adrian, (bateria) e Sarah (backing vocals) tomavam seus lugares.

O show seguiu então com mais uma música do cd "Damnation and a day" de 2002, chamada The promise of fever, e com uma outra brutal do cd "Cruelty and the Beast" de 98, chamada Twisted nails of faith. A banda tocou ainda Gilded Cunt, música do seu recém lançado cd "Nymphetamine".

A apresentação atingiu seu ápice com a música Her ghost in the fog, do cd "Midian" de 2000 e foi fechada com um de seus maiores clássicos, From the cradle to enslave, do EP de 99 com o mesmo nome.

Uma hora e trinta minutos de show, tempo comum para as bandas do estilo, foi mais do que suficiente para agradar o público. Nem o maior dos fãs apostaria em um show recheado de músicas do começo de carreira da banda.

Casa cheia e som impecável ajudaram ainda mais para o sucesso da apresentação dos ingleses. O público, muito satisfeito, pôde presenciar o grande show que selou a primeira, e ótima, turnê sul americana da banda.

SET LIST COMPLETO

A bruise upon a silent moon
The promise of fever
Twisted nails of faith
Dusk and her embrace
Cthulhu Dawn
Gilded cunt
Nocturnal Supremacy
A Gothic romance
Dinner at deviant's palace
Cruelty Brought thee orchids
The forest whispers my name
Her ghost in the fog
From the cradle to enslave



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Cradle Of Filth"


Cradle Of Filth: clássico Cruelty And The Beast será relançado em novembro

Dani Filth: Nada me fascina mais que a religião!Dani Filth
"Nada me fascina mais que a religião!"

Noisecreep: os 10 clipes mais assustadores do heavy metalNoisecreep
Os 10 clipes mais assustadores do heavy metal

Fotos de Infância: Cradle Of FilthFotos de Infância
Cradle Of Filth


The Voice: candidato faz power metal cantado em portuguêsThe Voice
Candidato faz power metal cantado em português

Guitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaGuitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

Backmasking: Existem mensagens ao inverso em discos de rock?Backmasking
Existem mensagens ao inverso em discos de rock?

Ozzy x Sharon: conheça a mulher que supostamente causou a separaçãoIron Maiden: Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo HorizonteMarilyn Manson: ele não é nazista, apenas gosta de suásticas?Iron Maiden: os álbuns da banda, do pior para o melhor

Sobre Eduardo S. Contro

Assessor de imprensa, nascido em 1982. Músico nas horas vagas, sua história com o rock começou aos 7 anos de idade. Na época, fazia reuniões com os amigos para ouvir Guns, Rolling Stones, Beatles e afins. Aos 12 se tornou fã do estilo Grunge e, como muitos jovens rockeiros, logo passou a ouvir metal, graças ao Iron Maiden. Hoje é bastante eclético. Escuta de tudo um pouco, de rock progressivo setentão a Black Metal. Desde 1996 (ano da criação do Whiplash!) acompanhou o crescimento e desenvolvimento do site e hoje se sente feliz por fazer parte dessa família. Sempre disposto a conhecer bandas novas e discutir sobre os rumos da música, vive em busca de contribuir para a evolução do rock brasileiro.

Mais matérias de Eduardo S. Contro no Whiplash.Net.