Lobão: o louco discurso contra "empresas comunistas" do Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pedro Zambarda de Araújo
Enviar correções  |  Ver Acessos

O cantor e compositor brasileiro Lobão participou na última segunda-feira, 2 de dezembro, do programa Roda Viva, na TV Cultura. O músico recebeu perguntas de uma bancada de entrevistadores formada por Tiago Agostini (editor no site MSN e colaborador da revista Rolling Stone), Alex Solnik (repórter da revista Brasileiros), André Barcinski (colunista do R7), Ivan Finotti (editor da revista São Paulo e da revista Serafina, da Folha de S. Paulo) e Julia Duailibi (repórter e blogueira do jornal O Estado de S. Paulo).

Prostitutas: As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 1Quatro filhos: rockabilly, pop rock, prog rock e hard rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Neste ano, Lobão lançou o livro Manifesto do Nada na Terra do Nunca, em que achincalha os governos petistas de Dilma Rousseff e de seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva. Em novembro deste ano, o cantor estreou como colunista da revista Veja.

Durante a conversa no Roda Viva, Lobão fez ataques à Dilma, chamando-a de "dotada de uma inépcia galopante" e dizendo que a ditadura militar evitou que uma ditadura comunista chegasse ao poder, mesmo após uma prisão de três meses naquele regime por porte de drogas. "Um galho de maconha", segundo o próprio, com 132 processos após a detenção.

Lobão também confessou que tem arrependimento por ter feito campanha para Lula em 1989. "Eu cometi uma molecagem. Eu sou obsessivamente crítico comigo mesmo". Ele falou que cometeu um crime eleitoral ao tocar ao vivo no programa de Faustão.

No entanto, o ápice de seu discurso anti-esquerda, Lobão fez um discurso louco contra empresas capitalistas grandes no Brasil. Em determinado momento da entrevista, Lobão afirmou que a empreiteira Odebrecht é "comunista".

A declaração bizarra surgiu diante de uma pergunta do jornalista Alex Solnik.

"Alex: Eu acho que o Lobão acabou de expressar uma visão ideológica que vigora no mundo todo, não só no Brasil. O que acontece, eu acho, e quero saber se você concorda, é que existia antes a luta entre o capitalismo e o comunismo, para ver quem destrói o outro. Mas, não adianta, ninguém vai destruir o outro. E o que acontece hoje é a China, um regime comunista que está virando capitalista. Ou seja, o mundo hoje está procurando o entendimento entre o capitalismo e o comunismo. Quero saber sua opinião.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lobão: Não concordo, eu acho que existe um capitalismo de Estado e, pelo que li, quem mais financiou o comunismo foram os grandes magnatas. O capitalismo é uma coisa saudável se tiver livre concorrência. Esses grandes magnatas do capitalismo querem eliminar a concorrência. Como você tem essa Odebrecht e outras firmas no Brasil, e o Eike Batista. Todas elas botam o Lula no jatinho, pra ficar fazendo palestra, indo pro aeroporto de Cuba e essas coisas. Se você tem quatro ou cinco grandes companhias, de megacapitalistas, que ficam simplesmente adotando o comunismo".

O anti-Lulismo de Lobão ficou tão absurdo no programa que ele chegou a acusar grandes empresas de praticar comunismo, apenas porque elas apoiaram um presidente que ele se opõe nos dias de hoje. Se Lobão dedica 97% do tempo para fazer música e apenas 3% redigindo textos e discutindo política, parece que suas noções de economia e de governos brasileiros andam bastante tortas.

Quer conferir o absurdo? Veja a entrevista no Roda Viva abaixo, no minuto 49.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção OpiniõesTodas as matérias sobre "Lobão"


Malta e Coldplay: liderando lista de músicas mais chatas de 2014Malta e Coldplay
Liderando lista de músicas mais chatas de 2014

Rock In Rio 1991: em vídeo, como rock/metal eram retratados na mídiaRock In Rio 1991
Em vídeo, como rock/metal eram retratados na mídia


Prostitutas: As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 1Prostitutas
As mais famosas e devassas do cenário Rock - Parte 1

Quatro filhos: rockabilly, pop rock, prog rock e hard rockQuatro filhos
Rockabilly, pop rock, prog rock e hard rock


Sobre Pedro Zambarda de Araújo

Nascido em 1989. Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo, Pedro foi apresentado ao heavy metal através da banda Blind Guardian, em meados de 2004. Ouve e aprecia outros estilos do rock, como o punk, o indie e vertentes mais variadas. Gosta de assistir e cobrir shows.Toca muito mal guitarra, mas aprecia vários tipos de instrumentos musicais.

Mais matérias de Pedro Zambarda de Araújo no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280