Andre Matos comenta a saída do Angra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nota Oficial
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 06/08/00. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A carta abaixo foi publicada por Andre Matos em 06 de agosto de 2000.

134 acessosAltair: comédia diabólica de Progressive/Power Metal5000 acessosThe Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Caros amigos,

Neste momento difícil, tenho pensado em algumas palavras para tranqüilizar a todos e explicar o porquê de tudo isso. Existe um único motivo: a fidelidade a um ideal.

O Angra nasceu em cima de uma amizade sincera e muitos sonhos. Muitos deles se concretizaram graças à ajuda e dedicação de todos que nos apoiaram no mundo inteiro: fãs, jornalistas, profissionais… Alcançamos um nível que jamais poderíamos imaginar e ainda teríamos muito mais a conquistar. Então começaram os problemas.

Freqüentemente rolavam sérios atritos com o nosso empresário no Brasil. Tivemos até mesmo um período, pouco antes do Fireworks, quando a confiança mútua já parecia estar perdida – e isso quase causou a separação na época. Porém, com as promessas de que tudo seria esclarecido e consertado, resolvemos nos dar uma segunda chance. Infelizmente, foi em vão. Apesar de conseguir finalizar o álbum e a turnê, o que se viu então foram novos desentendimentos e muita falsidade, com a banda sendo forçada a encarar o trabalho apenas como mais um “negócio”. Era o início de uma grande desarmonia entre nós, músicos. E que, obviamente, também refletiria no lado musical.

Para mim, o nome Angra – que hoje pertence ao empresário – sempre foi sinônimo de profissionalismo e qualidade. Um tipo de magia que não se pode explicar… E eu não podia assistir isso morrer. Simplesmente não me sujeitaria a dizer que fico na banda e fazer “mais um disco” apenas por dinheiro. Se sempre deixamos claro à imprensa que deveríamos parar no dia em que nossa criatividade acabasse, essa é a hora. Penso que um músico de verdade nunca deve trair seus instintos, e por isso tomei essa atitude.

É claro que me preocupo com todos os fãs que se sentem perdidos, mas fiquem tranqüilos: não estou morto e me sinto ainda mais forte! E não vou deixá-los sozinhos, como nunca deixei no passado.

Agora, os planos apontam para o Virgo (que na verdade nada tem a ver com a separação do Angra…) – mas há também uma porta aberta para o futuro junto a meus amigos Luis Mariutti e Ricardo Confessori, que deixaram a banda pelos mesmos motivos. Nós três pensamos que não podemos deixar este anjo cair e, apesar de não ficarmos com o nome Angra, com certeza ficamos com todo o resto!

Agradeço a todos pela compreensão e amizade e mal posso esperar para reencontrá-los em breve!!

Um abraço,

Andre Matos

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

AngraAngra
Em vídeo, Rafael revela nome e conceito do novo álbum

134 acessosAltair: comédia diabólica de Progressive/Power Metal777 acessosAngra Fest: com Massacration, Geoff Tate, Noturnall e outros0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Rock nacionalRock nacional
Ele está morto e todos viraram cervejeiros

Andre MatosAndre Matos
Entre os melhores da Revista Rolling Stone

Musos do Rock e Heavy MetalMusos do Rock e Heavy Metal
Agora é a vez das garotas!

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"0 acessosTodas as matérias sobre "Andre Matos"

The SimpsonsThe Simpsons
10 melhores aparições de roqueiros

Lita FordLita Ford
Cantora admite suruba com Bon Jovi e Richie Sambora

Axl RoseAxl Rose
A carta que não entrou em "Chinese Democracy"

5000 acessosBon Jovi: chocando companheiros de banda com confissão5000 acessosO que os fãs de rock e suas vertentes pedem para beber em um bar?5000 acessosCourtney Love: ajudando a resolver os maiores mistérios do mundo5000 acessosJess Greenberg: um cover hipnotizante de "Enter Sandman"5000 acessosDeep Purple: Ian Paice não sabe se ainda é amigo de Blackmore5000 acessosNirvana: ninguém notava Dave Grohl, ele era apenas o baterista

Sobre Nota Oficial

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online