Mustaine cita altos e baixos de carreira

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Vitor Hatum de Mendonça, Fonte: Rust In Page
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 05/12/04. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em entrevista à revista Kerrang!, Dave Mustaine, do MEGADETH, falou sobre presente, passado, e futuro de sua carreira. Leia abaixo alguns pontos principais da entrevista.

3254 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosMais Alto!: A diferença entre headbangers e humanos comuns

Kerrang!: Vários reviews do seu novo álbum, "The System Has Failed", dizem que o som do Megadeth já era.

Dave Mustaine: Se alguém deu um review ruim a este álbum, obviamente está sendo rígido em algum ponto. Existem várias pessoas que são preconceituosas em relação à minha música por causa da minha associação anterior com outra banda e isso é muita idiotice. Este álbum soa muito moderno, sua produção é bastante sombria e o som é realmente bom. Há várias pessoas lá fora que não gostam de mim que dizem coisas estúpidas como, 'Eu escutava você antes...' Descubra por você mesmo. Várias das entrevistas que eu faço acabam com risadas sobre coisas como esta. Eu tento ser claro e honesto sobre mim e a maior parte das pessoas que falam merda sobre mim nunca me conheceram.

Kerrang!: Sobre isto, você freqüentemente age com bastante rigidez em entrevistas. particularmente sobre o Metallica. Muitas pessoas perguntam porque você simplesmente não esquece isto.

Dave Mustaine: Bem, muitas pessoas não estavam lá. É como entrar em uma batida de carro; toda vez que você fecha seus olhos você relembra do acidente e toda vez que alguém cita o nome da banda é como relembrar uma batida de carro. Mas quando "The System Has Failed" foi lançado eu fiz uma promessa a mim mesmo que eu estava reformulando minha carreira. Este é o último álbum do Megadeth e a última turnê do Megadeth. Eu estou mantendo esta última turnê e tocando o melhor que posso e depois estarei indo embora com a minha carreira solo. Talvez haverão algumas pessoas que dirão "Obrigado Deus, o Megadeth se foi", mas eu não me fui. Mas superando isto? Eu tenho que fazer isto no meu limite. Eu não posso chegar para uma pessoa que foi estuprada e dizer 'Supere isto!' Como isto seria insensível. Grande parte das coisas pelas quais eu passei na minha vida foram quando eu era jovem, era sozinho no mundo. Eu vivi por conta própria desde os 15 e não tive ninguém lá para me ajudar a pensar.

Kerrang!: Bem, é sempre interessante ler isto...

Dave Mustaine: Sim. E ainda existem coisas que irão me deixar louco, mas a briga acaba se não houver mais a banda.

Kerrang!: Mas honestamente não houve uma banda por anos. Megadeth virou Dave Mustaine há muito tempo.

Dave Mustaine: Sim, eu concordo com isto. Infelizmente existem várias pessoas que estão desiludidas e esperançosas de que seu envolvimento foi mais significante que isto. Eu respeito isto e sou grato pela participação de todos os músicos, e até o mais humilde manager, desde o começo. Todos eles tiveram uma enorme parte em minha vida e minha carreira, me ajudando a ser bem sucedido e conseguindo drogas e putas para mim. Eu não olho para nenhum deles com desprezo.

Kerrang!: Eu me lembro de ter sido expulso do corredor de um bastidor na Alemanha porque eu estava bebendo cerveja e "Dave Mustaine estava se recuperando". Por que eu tinha que ter me preocupado com isto se você não bebe mais?

Dave Mustaine: Mas não era eu que estava fazendo isto, irmão. Era a direção que fazia isto porque eles não queriam que eu tivesse uma queda. Neste momento eu estava me recuperando de um período onde eu não queria parar de beber, e as pessoas me forçaram a parar. Isto foi como controlar a urina; foi o período mais incômodo e terrível da minha carreira. Estou com 43, se eu quiser fazer um maldito supositório de ópio eu farei.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

3026 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa500 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3498 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MegadethMegadeth
Voz em uma música de 2004 previa a entrada de Kiko?

MegadethMegadeth
"Nosso sucesso é abençoado por Deus"

Dave MustaineDave Mustaine
Vocalista comenta sobre os ex-colegas do Metallica

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Mais Alto!Mais Alto!
A diferença entre headbangers e humanos comuns

Foo FightersFoo Fighters
Pelo Twitter, banda responde ao vídeo viral

Capas de álbunsCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

5000 acessosGarimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock5000 acessosIron Maiden: uma releitura de "The Trooper" pelo Cine5000 acessosMick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo5000 acessosNirvana: Bebê da capa de Nevermind planta tomates para viver5000 acessosCasamento homoafetivo: rockstars postam mensagens sobre decisão5000 acessosDavid Lee Roth: Cocaína, putaria e mais cocaína

Sobre João Vitor Hatum de Mendonça

Nascido no interior de São Paulo em 1988, hoje graduado no curso de Bacharelado em Ciência da Computação, fanático por Rock e Heavy Metal desde pirralho, sendo, hoje, um dos responsáveis pelo site Rust In Page e criador do blog Inside Loud. A paixão pelo Rock surgiu lá pelos 10 anos de idade com um álbum do Aerosmith e, desde então, teve (e ainda tem) entre seus músicos e bandas favoritas nomes como Iron Maiden, Judas Priest, Megadeth, Rush e Van Halen. Mas, independente de rótulos e conceitos pré-definidos, seu gosto musical viaja desde o som mais pesado de um Carcass, até os experimentalismos de um Mr. Bungle e o som mais moderno de um Stone Sour, apenas ouvindo o que lhe agrada e soa bem aos ouvidos. Hoje, além de trabalhar na área de Computação e ser um 'músico' casual, despende parte de seu tempo no blog Inside Loud, em homenagem a uma de suas maiores paixões: a boa e velha música.

Mais matérias de João Vitor Hatum de Mendonça no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online