Appice explica o fim do Blue Murder

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Fuchs
Enviar Correções  

Uma vez disseram que ele descobriu o metal antes de Bonham e Ian Paice, já que começou em 1967 com o VANILLA FUDGE, e suas performances ao vivo com as inúmeras bandas por onde passou são lendárias. E recentemente o baterista Carmine Appice deu uma singular explicação para o fato do supergrupo BLUE MURDER não ter decolado no final dos anos oitenta, alegando que o que faltou foi um manager mais atuante com gravadora e imprensa, dizendo lamentar não ter alguém como Doc McGhee, que trabalhava com bandas do porte do MÖTLEY CRÜE e BON JOVI, já que eles faziam parte do elenco da Geffen e contavam com Bob Rock na produção.

Primórdios: O Rock Brasileiro da década de 50

Axl no AC/DC: O fiasco que se transformou numa surpreendente união

Vale mencionar que seu ex-companheiro de banda, o baixista Tony Franklin, se juntou a ele no TRAVERS & APPICE, banda formada pelo baterista e pelo vocalista/guitarrista Pat Travers, que planeja lançar ainda este ano seu segundo trabalho, sucessor do "It Takes A Lot Of Balls", pela gravadora Cleopatra Records. Junto ao trio estão os baixistas Chuck Wright e outro ex-colega de banda de Carmine, o também lendário Tim Bogert, que participará de uma recriação de "Superstition". Sem contar que até maio deve sair um DVD registrado ao vivo em setembro do ano passado.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Primórdios: O Rock Brasileiro da década de 50Primórdios
O Rock Brasileiro da década de 50

Axl no AC/DC: O fiasco que se transformou numa surpreendente uniãoAxl no AC/DC
O fiasco que se transformou numa surpreendente união


Sobre Fernando Fuchs

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Fernando Fuchs no Whiplash.Net.

adWhipDin