Tribuzy revela como Dickinson participou de seu projeto

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Faria, Fonte: Brucefans.com
Enviar Correções  

O fan site Brucefans.com publicou uma entrevista com o vocalista Renato Tribuzy - idealizador do CD "Execution" - na qual ele fala como conseguiu a participação de Bruce Dickinson no projeto:

"Foi difícil. Eu tentei sem sucesso falar com Bruce durante toda turnê do disco ‘Brave New World’ (de 2000). Tentei contato com todos que consegui na Sanctuary (que empresaria o Maiden), mas ninguém pode me ajudar a encontrá-lo. Finalmente, em 2004, durante a ‘Dance Of Death Tour’ consegui me encontrar com ele. Como você pode ver, demorei quatro anos para falar com o cara (risos). E essa é a razão pela qual o demorei tanto para lançar o álbum, tuda estava pronto fazia tempo", revelou Tribuzy.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Renato contou com ajuda de pessoas próximas a Bruce Dickinson para estabelecer o contato. "Eu tive que pedir ajuda para o Cris (Dale – baixista que tocou no Skunkworks) e Roy Z. Eles falaram com Bruce a meu respeito e então, ele quis ouvir uma demo do material. Eu gravei a mais perfeita demo que você possa imaginar e envie para o Cris, que a mostrou para Bruce em 2002, durante a turnê solo de verão que eles fizeram. Bruce ouviu e topou participar na hora. Depois disso eu comecei a me comunicar diretamente com ele e começamos a lidar com o problema de agendas de cada um. Foi assim que eu terminei me encontrando com ele no Rio de Janeiro, em 2004".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A entrevista completa (em inglês) pode ser lida aqui.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Black Sabbath: avó de Iommi era brasileira e pais eram católicosBlack Sabbath
Avó de Iommi era brasileira e pais eram católicos

Sonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejadosSonho de Consumo
Os 10 palcos de shows mais desejados


Sobre Fábio Faria

"Maidenmaníaco" convicto, nascido em 1973, passou a escutar Rock com 10 anos de idade. Primeiro disco adquirido foi "Destroyer" do Kiss. Logo depois conheceu o álbum "Killers" do Iron Maiden, e a identificação foi instantânea. Curte todos os estilos e sub-estilos do Rock e do Metal. Sem preconceito, escuta desde Black Sabbath, Yes, Janis Joplin, Slayer, In Flames, Sex Pistols até Dream Theater, U2, Blind Guardian, Slipknot, Carcass, etc. Bandas favoritas: Iron Maiden e Beatles.

Mais matérias de Fábio Faria no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336