Gary Glitter se livra de acusações de abuso

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: IG - Último Segundo
Enviar correções  |  Ver Acessos

Agência EFE

O roqueiro britânico Gary Glitter, detido no Vietnã sob a acusação de cometer atos indecentes com menores, pagou US$ 2.000 às famílias de duas meninas que acusaram-no de abuso sexual, informaram hoje seus advogados.

O advogado Le Thanh Kinh disse que o pagamento foi feito há duas semanas. Em troca, as famílias pediram à Polícia que retirasse as acusações de estupro e mantivesse apenas as de atos indecentes.

Na segunda-feira, a Promotoria vietnamita anunciou que não existiam provas que demonstrassem que Glitter estuprou as duas meninas vietnamitas, de 11 e 12 anos.

"Glitter me disse que faria qualquer coisa para reduzir a sentença e que pagaria por isso. Há duas semanas, dei US$ 2.000 a cada família das duas meninas", disse Kinh.

Ainda assim, Glitter, de 61 anos, será julgado por abuso sexual de menores, acusação da qual, segundo o advogado, se declarará inocente.

Caso a acusação de estupro tivesse sido mantida, Glitter poderia ser candenado à prisão perpétua.

Paul Francis Gadd, verdadeiro nome do artista, está há um ano no Vietnã, onde foi detido quando se preparava para pegar um vôo para Bangcoc.

Em 1994, o antigo rei do "glam rock" foi condenado a quatro meses de prisão por posse de pornografia infantil por um tribunal londrino. Já em 2003, foi expulso do Camboja, após passar dois dias detido, por seu passado de pedofilia.


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Gary Glitter"


Os Trapalhões: uma homenagem ao Heavy Metal em 1985Os Trapalhões
Uma homenagem ao Heavy Metal em 1985

Fotos de Infância: Bruce Dickinson, do Iron MaidenFotos de Infância
Bruce Dickinson, do Iron Maiden


adClio336|adClio336