Hetfield: novo álbum está saindo como deveria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Douglas Morita, Fonte: Metallica Remains
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

O METALLICA participou de uma conferência a imprensa dia 13 de junho, antes de seu show no Tallinn Song Festival Grounds, na Estônia. Sobre o processo das sessões de composição para o novo álbum da banda, o guitarrista e vocalista James Hetfield disse: "tudo está saindo exatamente como deveria. Não estamos correndo demais. Estamos seguindo nosso ritmo. Nós queremos que isto seja realmente bom [Risos]. Quando estávamos em turnê [na época do 'St. Anger'], as jams na sala de ensaios foram gravadas, então nós tínhamos cerca de 15 CDs cheios - e isto nem era tudo - de boas bases para as músicas. Então nós temos muito material, que é bem melhor do que o contrário. Temos muito a fazer e escolheremos o melhor. Nós vamos ficar um tempo ainda nisso. Rick Rubin é o produtor, que fez coisas excelentes com as pessoas, e especialmente bandas que... pensam que foram tão longe quanto podiam, ele aparece e mostra a elas o que fizeram dela o que são e porque, e as trazem de volta as origens de uma forma diferente."

Backmasking: Existem mensagens ao inverso em discos de rock?Iron Maiden: pastor evangélico tem 172 tatuagens da banda

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quando perguntado como o processo criativo - tanto ao vivo quanto em estúdio - mudou durante os últimos 20 anos, Hetfield respondeu: "o processo criativo... ao vivo e em estúdio são dois monstros completamente diferentes. Estamos obviamente no meio do processo de gravar um novo álbum, vindo aqui e fazendo alguns shows... isso te anima, deixa sua voz em forma de novo, ajuda a lembrar o motivo pelo qual se está fazendo isso, você vê todos os fãs por aí, isso te inspira, e você volta ao estúdio com um fôlego renovado por ter este dom. Então o show ao vivo, tudo isso, te inspira no estúdio. O processo criativo no estúdio mudou um pouco do tempo que Lars [Ulrich, bateria] e eu sentávamos em uma sala para colocarmos as coisas juntos e depois incluirmos todos, e agora é um pouco da combinação dos dois. Eu entro com algumas idéias e o Lars com outras, e nós todos temos nossas idéias individuais, mas também estamos criando coisas juntas. Muito disso aconteceu, como eu disse, na sala de aquecimento da turnê do 'St. Anger'."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Metallica"Todas as matérias sobre "James Hetfield"


Metallica: Lars Ulrich fala sobre sua coleção de arteMetallica
Lars Ulrich fala sobre sua coleção de arte

Lars Ulrich: baterista ensinou seus filhos a ouvir MetalLars Ulrich
Baterista ensinou seus filhos a ouvir Metal


Backmasking: Existem mensagens ao inverso em discos de rock?Backmasking
Existem mensagens ao inverso em discos de rock?

Iron Maiden: pastor evangélico tem 172 tatuagens da bandaIron Maiden
Pastor evangélico tem 172 tatuagens da banda


Sobre Douglas Morita

Douglas Morita acha que se existem constantes em sua vida, uma delas definitivamente é o Metallica. Fã da banda desde que se conhece por gente, criou o site Metallica Remains em 1998 e considera o grupo como sua principal - porém, obviamente, não única - influência musical. Além do Metallica, tenta ouvir de tudo um pouco, sem se limitar a estilos ou rótulos.

Mais matérias de Douglas Morita no Whiplash.Net.

Goo336x280