Matérias Mais Lidas

imagemPrika: "Já esperava saída da Fernanda, mas só em longo prazo e não naquele momento"

imagemO hit da Legião Urbana cuja letra fala sobre esperança de Renato em se curar da AIDS

imagem"Babá de Artista" do Rock in Rio diz que Iron Maiden não dá trabalho e são "gentleman"

imagemFãs de Stranger Things do Tik Tok querem cancelar o Metallica

imagemA lenda do Rock que se arrepende de nunca ter dormido com Jimi Hendrix

imagemMetallica e as duas músicas do "Black Album" que retratam traumas de James Hetfield

imagemPodcast diz que prática comum no black metal hoje seria "coisa de esquerdomacho"

imagemNando Reis e a enigmática música que ele queria usar para seduzir Marisa Monte

imagemTom Morello explica por que o RATM se reúne, mas não lança novas músicas

imagemDinho lembra quando entrevistou Robert Plant sem poder falar sobre Led Zeppelin

imagemIngressos para o Wacken 2023 se esgotam em tempo recorde

imagemMax e Iggor convidam Jairo, detonam no Rio e alfinetam: "Verdadeiro Sepultura"

imagemO hit dos Engenheiros do Hawaii com citação de canção soviética sobre defender a pátria

imagemRobert Fripp e a frase que Jimi Hendrix lhe disse que aqueceu seu coração

imagemQuando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel


Dream Theater 2022

Ralph Santolla: "Sair do Death foi um erro!"

Por César Enéas Guerreiro e Mauricio Peccin
Fonte: Killing Spree Records
Em 09/09/06

A Killing Spree Records entrevistou recentemente o guitarrista do DEICIDE, Ralph Santolla (ex-Death e ICED EARTH). Alguns trechos dessa entrevista:

Killing Spree Records: Como você foi escolhido para ser o novo guitarrista do DEICIDE?

Ralph: Eu não estava satisfeito com a direção que as coisas estavam tomando na banda do Sebastian Bach, tanto em relação à música quanto ao stress! Eu já conhecia o Glen, Steve e Jack há vários anos. Eu costumava jogar bexigas cheias com água benta no Glen quando éramos crianças. Ha! Brincadeira! Então, eu iria participar de um festival na Itália com o Sebastian durante todo o verão. Jack me ligou e perguntou se eu queria tocar com o DEICIDE por quatro semanas, e eu disse "É claro, po**a!". Aí tudo deu tão certo que eu ainda estou aqui.

Killing Spree Records: Você poderia falar brevemente sobre cada uma das bandas nas quais você já tocou?

Ralph: Bem, eu tenho a minha própria banda, MILLENIUM, já há alguns anos. Gravamos álbuns de hard rock para a Europa e Ásia. Estive no DEATH durante um certo tempo e digo que sair da banda foi um erro muito grande. Eu era muito imaturo naquele momento para perceber quanta sorte eu tinha pelo fato de estar numa banda com Chuck, Steve D. e Gene. Eu recentemente ouvi uma fita com aquela formação e percebi que era simplesmente incrível. Depois disso, durante muito tempo eu recusei todas as ofertas que me faziam, porque queria trabalhar em meus próprios projetos. Finalmente eu entrei no ICED EARTH, gravei o "The Glorious Burden" e fiz umas turnês. Então o Sebastian me viu tocar no Bang Your Head, na Alemanha, e me disse que se eu entrasse na banda eu poderia fazer as coisas do meu jeito, na parte musical. "Você é o meu Randy Rhoads", ele disse. Eu queria compor o seu álbum, então concordei.

Killing Spree Records: Você está tocando em alguma outra banda além do DEICIDE no momento?

Ralph: Eu tenho a minha própria banda de metal, o STARE, e estou trabalhando nela, junto com Johnny Lenaerts, que ainda toca guitarra pro Sebastian. Eu o convidei quando estava naquela banda. Ele é o vocalista do STARE. Ele é um grande cantor, um guitarrista EXCEPCIONAL e, no fim das contas, um cara legal pra ca**te. Também vai sair um novo CD do MILLENIUM, na mesma veia do OZZY/MSG e do SABBATH da era do Dio.

Killing Spree Records: Com quantos anos você começou a tocar guitarra? Que bandas ou artistas te inspiraram a começar a tocar?

Ralph: Eu tinha 7 anos e gostava do KISS e do DEEP PURPLE. Mas quando fiz 12 eu conheci o UFO. No instante em que ouvi o Michael Schenker eu percebi o que queria fazer, que era aprender a me expressar completamente com a guitarra, como ele faz. Ainda estou me esforçando para ser assim e continuo escutando aquele álbum, o "Obsession", sempre.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Umbilicus: músicos do Cannibal Corpse e Deicide anunciam álbum hard rock

E Se...: Sua banda favorita mudasse de gênero musical?

Sai pra lá, capiroto!: as músicas mais demoníacas do Metal

Sai, Capeta: 10 músicas que pessoas cristãs (e sensíveis) devem evitar

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?