Judas Priest: ex-batera planeja livro na prisão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/11/07. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O texto a seguir é cortesia de Liz Lee, do site Northhamptonchron.co.uk:

322 acessosIn This Moment: cover de Phil Collins e dueto com Rob Halford5000 acessosBeatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?

Um ex-“rockstar” que caiu em desgraça após ser condenado pela tentativa de estupro de um adolescente em sua casa, localizada em Northamptonshire, escreverá suas memórias quando sair da prisão.

Dave Holland, ex-baterista do JUDAS PRIEST, sempre negou qualquer envolvimento na tentativa de estupro de um estudante com necessidades especiais, mas foi condenado pelo crime por um tribunal de Northampton em janeiro de 2004 e sentenciado a oito anos de prisão.

O autor Neil Daniels, que acabou de escrever e publicar “The Story of Judas Priest: Defenders Of The Faith”, alega que Holland se correspondeu com ele de sua cela da prisão e está planejando escrever uma biografia reveladora de sua vida e carreira, além de apelar da decisão do tribunal.

A carta, datada de novembro de 2006 e publicada na sua totalidade no livro do Sr. Daniel, dizia: “Fui condenado por um crime que não cometi e que, como em tantas outras situações parecidas com aquela na qual me encontro, se trata de um delito que nem chegou a ocorrer...”

“Não há diferença alguma entre os critérios aplicados a delitos sexuais agora e aqueles aplicados a casos considerados de bruxaria no século 17”.

“Agora estou, após um esforço que seria impossível de descrever em detalhes, mais ou menos preparado para uma apelação da minha condenação”.

“Escreverei um livro sobre minha vida e carreira na música, sobre as pessoas que conheci e sobre os eventos e incidentes que ocorreram nesse tempo todo e que, inclusive, incluirá os últimos dez anos”.

Holland, de 59 anos, foi condenado pelo estupro do adolescente de 17 anos em seu chalé em The Green, na vila de Stoke Bruerne, ao norte de Londres, enquanto dava aulas de bateria. O abuso foi revelado em uma carta escrita pelo jovem a seus pais.

Durante o julgamento, o juiz Charles Wide disse que Holland “abusou de maneira premeditada de um garoto que ele sabia que era excepcionalmente vulnerável”.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MastodonMastodon
Dailor sofreu após Hinds dizer que Judas Priest não é metal

322 acessosIn This Moment: cover de Phil Collins e dueto com Rob Halford499 acessosJudas Priest: banda lança jogo oficial "Road To Valhalla"512 acessosJudas Priest: álbum clássico "Sin After Sin" completa 40 anos758 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Judas Priest"

Dave LombardoDave Lombardo
Dez álbuns que marcaram a vida do baterista

Rob HalfordRob Halford
Orgulho por inspirar headbangers gays a se assumirem

Rob HalfordRob Halford
Vocalista comenta seu álbum preferido do Black Sabbath

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Polícia"0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"

Sgt. PeppersSgt. Peppers
Quem são as pessoas e quais os objetos da capa?

HumorHumor
Ser prog metal é mais que saber tocar em modo frígio

SlayerSlayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

5000 acessosRammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann5000 acessosEm cana: os rockstars em suas fotos mais constrangedoras5000 acessosAs regras do Black Metal5000 acessosMarilyn Manson: de quem é a culpa pelos tiroteios nos EUA?5000 acessosIron Maiden: em vídeo, Bruce aceitou prêmio com garrafa de cerveja na mão2429 acessosVan Halen: ouça o teste de Mitch Malloy para vocal em 1996

Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online